DicasListas

Destinos nacionais para viajar depois da pandemia

Blog-Mala-de-Viagem

Não dá pra negar que a pandemia atrapalhou os planos de todos nós, mas nesse ano também aprendemos que apesar de ainda não ser o momento para fazer planos exatos, não devemos deixar de sonhar, cogitar e idealizar coisas boas! E pensando nisso é que hoje trago uma lista com muitas sugestões de destinos nacionais para viajarmos após a pandemia.

A data exata para viajar em total segurança ainda não é possível precisar, até porque notícias surgem a cada dia e já vemos um cenário diferente nos outros países.

Então o objetivo desse post não é te dizer: pronto, pode escolher seu destino nacional preferido e fazer as malas, mas sim mostrar opções interessantes para quando julgarmos que é o momento adequado para retomar as viagens.

Além disso, o cenário mundial indica que países com a pandemia controlada poderão retornar às viagens internacionais antes do que aqueles que ainda não se encontram na mesma situação. Isso nos mostra que, no nosso caso, é provável que viagens internacionais possivelmente demorem um pouco mais para serem retomadas do que as nacionais.

Inclusive também já tivemos aqui no blog MV um post com sugestões de destinos internacionais para o período pós pandemia – confira aqui.

Como eu já disse no post com sugestões de destinos internacionais para o pós pandemia, volto a frisar nesse momento:

O turismo evidentemente foi um dos setores mais afetados em 2020 e já vemos algumas novas tendências daqui em diante, como a preferência por lugares mais tranquilos/isolados, sem grandes aglomerações, priorizando o turismo de experiência, muito mais focado nas preferências particulares do viajante do que no tradicional turismo de massa.

Claro que com o tempo (e com o fim da pandemia) o turismo tende a se normalizar, mas dadas as circunstâncias, num primeiro momento, é importante ter o fator “segurança” como prioridade na hora de decidir quando viajar e qual o destino.

O Airbnb, que já vinha ganhando milhares de adeptos no mundo todo, aparece como uma boa sugestão para quem começa a fazer planos futuros relacionados ao turismo, mas quer garantir um pouco mais de privacidade e menos contato do que nos hotéis tradicionais.

Reserve seu Airbnb pelo nosso link e garanta um grande desconto na sua primeira reserva.

Outra opção interessante são as chamadas pousadas de charme, que geralmente dispõem de poucas unidades de acomodação (estrutura pequena quando comparadas às grandes e tradicionais redes hoteleiras), assegurando ao hóspede mais privacidade e atenção às suas necessidades peculiares. As pousadas de charme integram a linha do turismo de experiência e darei algumas sugestões a seguir.

Feitas essas considerações iniciais, vamos à minha seleção de 10 destinos nacionais sugeridos para o pós pandemia?

1. Floresta Amazônica

O turismo na Floresta Amazônica é perfeito para quem gosta de integração com a natureza e apreciar um cenário único. O isolamento é a principal característica desse destino, e por isso não poderia deixar de aparecer na lista de destinos nacionais para depois da pandemia.

Por muitos anos o turismo na Floresta Amazônica, por incrível que pareça, era mais buscado por turistas estrangeiro do que pelos próprios brasileiros. De uns anos pra cá essa realidade vem se alterando e cada vez mais o turista brasileiro busca conhecer essa maravilha da natureza.

Dentre as atividades, destacam-se: passeio de barco, pesca, passeio de canoa, contemplação da fauna e flora, trilha na floresta e banho de rio.

Geralmente os hotéis/lodges possuem pacotes com tudo incluso (alimentação e passeios), bastando ao hóspede escolher quantos dias quer ficar e os hotéis de selva te buscam em Manaus.

E aqui deixo algumas sugestões de lodges incríveis que você encontra na Floresta Amazônica:

Nós tivemos a oportunidade de conhecer o Juma Amazon Lodge, e relatei a experiência aqui.

Juma Amazon Lodge | Foto: Nelson Garrido – divulgação

2. São Miguel dos Milagres

A grande oferta de hospedagem ao melhor estilo “pousadas de charme” foi o que mais me encantou em São Miguel dos Milagres.

Além das praias encantadoras, de mar azul, águas calmas, piscinas naturais e areia branca, o destino é perfeito para relaxar, curtir o paraíso e cuidar da saúde mental.

A estrutura surpreende, pois são várias opções de pousadas que deixam o hóspede se sentido num sonho. Geralmente essas pousadas também possuem restaurante próprio, onde servem refeições requintadas desde o café da manhã até o jantar.

Deixo aqui algumas sugestões de pousadas maravilhosas que você encontra na região:

Tivemos a oportunidade de conhecer a Pousada da Amendoeira. Contei nesse post como foi a experiência.

Pousada da Amendoeira – São Miguel dos Milagres

3. Barra de São Miguel

Ainda no nordeste, e como sugestão de viagem combinada, destaco a dobradinha São Miguel dos Milagres + Barra de São Miguel: mais uma excelente opção que aparece nessa lista de destinos nacionais para o período pós pandemia.

Barra de São Miguel está a 32 km de distância de Maceió. Assim, basta pegar um voo até a capital alagoana, alugar um carro e dirigir por cerca de 40 minutos até o destino final.

Tal como São Miguel dos Milagres, em Barra de São Miguel você encontra um turismo repleto de praias maravilhosas, mar azul, piscinas naturais, areias brancas, além das lagoas e falésias.

E seguindo a linha da hospedagem em pousadas/hotéis de charme, em Barra de São Miguel recomendo o Gungaporanga Hotel, que além de privacidade, aconchego e uma piscina de borda infinita perfeita, ainda possui um restaurante com opções deliciosas, que garantem total conforto e comodidade ao hóspede que quer curtir mais tempo ali.

Estivemos no Gungaporanga para conferir de perto toda essa estrutura. Um verdadeiro oásis. Clique aqui para conferir o post completo.

Gungaporanga Hotel – Barra de São Miguel

4. Fernando de Noronha

Claro que a ilha mais queridinha do Brasil não poderia ficar de fora da minha lista com indicações de destinos nacionais para depois da pandemia.

Fernando de Noronha é o paraíso brasileiro. A ilha foi um dos primeiros locais do país a controlar a pandemia e por ser um turismo controlado (boa parte da ilha é parque nacional), considero um local seguro, tendo em vista todas as regras e precauções para entrar na ilha.

É um destino perfeito para as mais diversas ocasiões, agrada crianças, jovens, adultos, casados e solteiros. O clima de Noronha é eclético e encanta turistas até os turistas mais exigentes.

Deixo aqui algumas sugestões de pousadas na ilha, conforme a categoria desejada:

Pousadas de luxo – valor da diária: superior a R$ 1.000,00.

Dica: ainda que você não se hospede em nenhuma dessas pousadas, vale a pena reservar para almoçar ou jantar em seus restaurantes.

Pousadas intermediárias – valor da diária: inferior a R$ 1.000,00

Pousadas de baixo custo – pousadas de categoria “turística” e hostels.

Na minha última viagem a Noronha (agosto/2019), minha escolha foi pela Pousada Ilha Bella, uma pousada de categoria turística, localizada na Vila dos Remédios (localização central).

Confira aqui o meu post completo de Fernando de Noronha.

Fernando de Noronha

5. Bonito

Claro que eu sou super suspeita pra falar de Bonito e não poderia deixar de incluir um dos meus destinos preferidos aqui na lista de destinos nacionais para pós pandemia.

Bonito está a aproximadamente 300 quilômetros de Campo Grande. Vale a pena alugar um carro na chegada e assim ficar “livre” para fazer os passeios (todos exigem reserva prévia através de agências).

Vale a pena dedicar uns 5 dias pelo menos ao destino, pois assim você terá a oportunidade de fazer passeios variados, incluindo flutuação, mergulho, grutas, cachoeiras, balneários e contemplação da fauna e flora.

Para hospedagem recomendo:

Confira aqui os nossos posts sobre bonito: o que fazer em Bonito; Estância Mimosa; Abismo Anhumas.

Gruta do Lago Azul – Bonito

6. Bombinhas

Eis um destino muito especial. Bombinhas, em Santa Catarina foi o local escolhido para o nosso Destination Wedding.

A festa seria em 2020, mas por conta da pandemia, logo que vimos que o panorama não esboçava perspectiva de melhora para grandes eventos, decidimos adiar a festa.

Bombinhas aparece na nossa lista de destinos nacionais para viajar após a pandemia, pois além de ser uma cidade com lindas praias, está numa região perfeita para fazer um turismo de carro.

Passear pela região e ir conhecendo as belas praias de Santa Catarina é uma viagem que todo wanderlust de plantão precisa se programar para fazer ao menos uma vez.

De São Francisco do Sul até Florianópolis – tenho certeza que será uma viagem maravilhosa. Com menos tempo, concentre-se no trecho: Balneário Camboriú até Florianópolis.

Sugestões de hospedagem em Bombinhas e região:

Santa Catarina

7. Serra Gaúcha

Gramado, Canela, Bento Gonçalves… A Serra Gaúcha é um dos destinos preferidos dos brasileiros quando se busca um destino alternativo às praias.

Fondues, um bom churrasco gaúcho e um vinho honesto? Como dizer não?

Além disso, a Serra Gaúcha é uma região muito bonita, tanto considerando suas paisagens naturais como seus pontos turísticos.

Se você é apreciador de bons vinhos, vai gostar de visitar o Vale dos Vinhedos, um excelente destino do enoturismo no Brasil.

Escolher a melhor época para visitar a Serra Gaúcha vai depender do seu objetivo: se quiser frio e um destino romântico, melhor escolher o inverno. Se quiser temperaturas mais agradáveis, então espere o inverno passar.

Você também pode se programar para conhecer a região (sobretudo Gramado) em datas comemorativas: em agosto acontece o Festival de Cinema de Gramado; em setembro o Festival Internacional de Cultura e Gastronomia e no final do ano é a época do famoso Natal Luz.

Sugestão de hotéis e pousadas na Serra Gaúcha:

Cascata do Caracol – Canela

8. Monte Verde

Ocupando mais um lugar na lista de destinos nacionais para visitar após a pandemia, aparece Monte Verde, em Minas Gerais.

Monte Verde está localizada na Serra da Mantiqueira, bem na divisa do estado de Minas Gerais com São Paulo.

Aparece como ótima sugestão para um final de semana ou feriado, já que está situada a praticamente mesma distância de Campos de Jordão, para quem viaja a partir de São Paulo (cerca de 3 horas ou até um pouco menos).

A boa pedida em Monte Verde é curtir o friozinho da Serra da Mantiqueira e aproveitar o clima da montanha.

A principal atração de Monte Verde é passear por sua rua principal, a Avenida Monte Verde, que concentra todos os restaurantes, lojas e serviços do distrito.

Para quem quer um pouco de aventura entre um fondue e uma taça de vinho, existe o Circuito de Aventura Fazenda Radical, que oferece atividades como passeio de quadriciclo, escalada, arvorismo e arco e flecha.

Com mais tempo, vale conjugar a viagem com Campos do Jordão, Santo Antonio do Pinhal e São Bento do Sapucaí.

Sugestão de pousadas/hotéis em Monte Verde:

Hotel Kuriuwa | foto: divulgação

9. Jalapão

O Parque Estadual do Jalapão no Tocantins também é uma sugestão que aparece na nossa lista de destinos nacionais para depois da pandemia.

Além de roteiros que incluem destinos mais privativos e hospedagens de charme, eu aposto muito nos destinos de ecoturismo.

O Jalapão é perfeito para quem busca isolamento, natureza exuberante e um turismo de experiência voltado para um maior contato com o meio ambiente.

Se você quer fazer uma viagem de ecoturismo e adora paisagens naturais envolvendo dunas, chapadões e serras, rodeadas por rios, riachos, ribeirões, fervedouros e nascentes, o Jalapão é o seu lugar!

As excursões geralmente partem de Palmas e o roteiro é pré-definido. O turista escolhe quantos dias quer ficar e assim amolda a expedição conforme suas prioridades.

É comum e recomendado fazer essa viagem com uma agência, principalmente se você não tem o hábito de dirigir em estradas de chão e com pouca sinalização. Além disso, é recomendado fazer esse percurso com veículo 4×4, em virtude do grande risco de atolar, furar pneu, etc.

As hospedagens e alimentação geralmente também estão definidas e inclusas no pacote/expedição contratada.

Confira aqui como foi a nossa viagem para o Jalapão.

Parque Estadual do Jalapão

10. As Chapadas brasileiras

Se você ainda não conhece nenhuma, fica aqui a sugestão.

Eis a listinha das principais chapadas brasileiras:

  • Chapada Diamantina (BA)
  • Chapada das Mesas (MA)
  • Chapada dos Veadeiros (GO)
  • Chapada dos Guimarães (MT)

A Chapada Diamantina (1.520km²) é a chapada ideal para quem gosta de fazer trilhas. A travessia do Vale do Pati, que é uma das mais belas do Brasil, fica na Chapada Diamantina.

Marcada pela presença de grutas, cachoeiras e poços de água cristalina. Suas principais cidades são: Lençóis, Igatu, Mugugê e Vale do Capão. 

Confira nesse post como foi nossa experiência na Chapada Diamantina.

A Chapada da Mesas está localizada no estado de Maranhão e está situada do lado oposto ao dos lençóis maranhenses (outra ótima sugestão de destino nacional para o pós pandemia), no sul do estado, próxima ao Tocantins.

Se optar por conhecer a Chapada das Mesas, a minha sugestão é pesquisar pela expedição “Jalapada”, que inclui, na mesma viagem, a Chapada das Mesas e o Parque Estadual do Jalapão. 

A forma mais simples de chegar até a Chapada das Mesas é pegando um voo até Imperatriz e lá alugar um carro ou contratar um traslado até Carolina, que é a cidade base para quem visita a chapada.

Poço de água azul, muitas cachoeiras e mirantes são algumas das atrações que a chamada lhe proporciona.

A Chapada dos Veadeiros se popularizou entre os brasileiros nos últimos anos.

Localizado no estado de Goiás (230 km de Brasília), o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros é gratuito e possui trilhas demarcadas.

Dentre suas atrações principais estão o Vale da Lua e a cachoeira Santa Bárbara.

A Chapada dos Veadeiros possui duas cidades-base: São Jorge (bem perto da entrada para o Parque Nacional) e a mística Alto Paraíso de Goiás.

E a quarta chapada que aparece na nossa lista de destinos nacionais é a Chapada dos Guimarães está no estado de Mato Grosso, com fácil acesso a partir da Capital Cuiabá (75 km).

A grande atração dessa Chapada é a cachoeira Véu da Noiva, que fica dentro do parque nacional.

A cidade base leva o mesmo nome do parque nacional: Chapada dos Guimarães, e conta com várias opções de pousadas charmosas para você se hospedar:

Quer saber mais sobre a Chapada dos Guimarães? Então confira todas as minhas dicas nesse post.

Cachoeira Véu de Noiva – Chapada dos Guimarães

Você gosta das minhas dicas? Então aproveita e segue também o @maladeviagem no Instagram, assim você poderá acompanhar todas as minhas viagens em tempo real!

Já se inscreveu no nosso canal? Se ainda não, aproveita para se inscrever agora: Blog Mala de Viagem no Youtube.

Sempre que você faz alguma reserva ou adquire algum produto/serviço utilizando um link aqui do blog, eu ganho uma pequena comissão do site. Você não paga nada a mais por isso e ainda me ajuda a manter o Mala de Viagem atualizado e sempre cheio de novidades!

Aluguel de carro

Rent Cars

Seguro Viagem

Seguros Promo

Passagens aéreas baratas

Passagens Promo

Passeios e ingressos

Get Your Guide

Chip Internacional

SimPremium

Anna
Anna
Escorpiana assumida, Defensora Pública em MS e wanderlust por natureza. Está sempre programando uma nova aventura e em busca de experiências, porque acredita que a melhor viagem é sempre a próxima!