DicasMala de viagem

Mala de mão: confira o que não pode faltar na sua mala de mão

o-que-levar-mala-mao

Hoje em dia, com as novas regras de bagagem, as pessoas acabam optando por levar apenas uma mala de mão, e assim não precisar comprar bagagem extra. Mas quando o assunto é viagem longa ou voos internacionais, a mala de bordo/mão volta a “trabalhar sem desvio de função”, tornando-se um item de grande utilidade na viagem. Quer saber o que não pode faltar na minha e na sua mala de mão? Então confira as dicas desse post.

Voos longos, em especial os internacionais, geralmente envolvem conexões e horas e horas de aeroporto, certo? As dicas de hoje irão te ajudar a aliviar um pouco essa espécie de “estresse de viagem” e curtir o trajeto da melhor forma possível.

Gosta de vídeos? Então confira esse vídeo sobre como arrumar a mala de mão que já está liberado no canal do Blog Mala de Viagem no Youtube – aproveita e se inscreve no canal para não perder nenhum vídeo (alguns deles estão disponíveis apenas para inscritos):

Medidas da mala de mão

A mala de mão ou mala de bordo, é aquela que vai contigo dentro da cabine do avião.

Em se tratando de uma mochila, será possível sua acomodação na parte de baixo da poltrona à sua frente.

No caso da malinha de bordo propriamente dita, há regras específicas de peso e tamanho.

Conforme ANAC, no caso de voos nacionais, a franquia de bagagem de mão é de 10 Kg, de modo que o passageiro tem direito de levar com ele, na cabine do avião, 10 Kg sem custo extra.

Companhias aéreas internacionais (que não se sujeitam às regras da ANAC) podem prever peso diferente, limitando a mala de mão a 8 kg, por exemplo. Para não errar, confira as regras específicas de bagagem da companhia com a qual irá viajar.

No Brasil, o transportador (companhia aérea) pode restringir esse peso e o conteúdo da bagagem de mão por motivo de segurança ou de capacidade de aeronave. Por isso que frequentemente, na hora do embarque, a companhia aérea anuncia perguntando se alguém gostaria de despachar sua bagagem de mão sem custo adicional.

O que vem acontecendo é que, com as novas regras de bagagem, a partir do momento que a bagagem despachada passou a cobrada além do valor da passagem, os passageiros optam, em sua maioria, por viajar apenas com uma mala de bordo, o que, automaticamente, faz com que a cabine do avião fique lotada, ultrapassando a capacidade máxima suportada.

Quanto às medidas, a mala de bordo em voos nacionais pode ter até: 55 cm x 35 cm x 25 cm (altura x largura x profundidade). Essas são as medidas padrão, todavia, é sempre recomendado conferir se as regras da companhia com a qual está viajando se encaixam nessas especificações, principalmente se você estiver viajando com uma empresa low cost, fora do Brasil.

Atualmente estou utilizando uma mala de bordo Primicia que comprei no site Portal das Malas. O Portal das Malas é um site confiável e prático para quem quer comprar malas, mochilas e acessórios para viagem de qualidade e com ótimos preços. Sempre há promoções.

Inclusive, leitor do blog MV, além dos descontos que já aparecem no próprio Portal das Malas, tem mais 5% de desconto extra utilizando o cupom BLOGMALADEVIAGEM – clique aqui para comprar sua mala com mais desconto.

A imagem abaixo teve como fonte o próprio site da Gol.

Novamente, no Brasil, considerando o tanto de passageiros que passaram a viajar apenas com mala de mão, as empresas aéreas estão conferindo essas medidas, proibindo que bagagens fora do padrão permitido embarque na cabine. Por isso, na hora de comprar a sua, fique atento às medidas.

Além das medidas, o peso da mala de bordo também passou a ser fiscalizado com mais rigor a partir de 2019.

Em se tratando de voos nacionais, ao passageiro é permitido levar uma mala de bordo nas dimensões e peso mencionados, além de uma mochila que, como dito, pode ser acomodada abaixo da poltrona da frente.

Quanto às regras proibitivas, não pode levar na mala de mão objetos cortantes e produtos inflamáveis, explosivos e artigos perigosos.

mala de mão
O que levar na mala de mão

Viagem marcada? Não se esqueça do seguro viagem! No site do Seguros Promo você pode fazer uma comparação detalhada de maneira rápida e fácil os preços de diferentes de seguros ofertados, analisando qual possui o melhor custo benefício para a sua viagem. Contrate AQUI seu seguro viagem com desconto utilizando o cupom MALADEVIAGEM5.

O que levar na mala de mão?

Carregador de celular e adaptador de tomada:

Confira qual é o tipo de tomada no destino para onde está indo e por onde vai passar.

Um adaptador universal geralmente já é o suficiente, exceto destinos pontuais como África do Sul, por exemplo, que tem um tipo de tomada específico.

Se nada der certo, tudo bem, é só comprar um adaptador na lojinha do aeroporto mesmo, afinal, comprar um adaptador no destino é melhor do que ficar sem bateria.

Nécessaire completinha:

Considerando a distância da viagem e eventuais conexões, uma nécessaire bem completinha vai ser muito útil na sua mala de mão. Atenção aos seguintes itens:

  • Escova e pasta de dentes
  • Escova de cabelo
  • Perfume e desodorante (não pode ser spray e precisa ter menos de 100ml)
  • Lencinhos umedecidos
  • Lencinhos de papel
  • Creme para as mãos e hidratante para o rosto
  • remédios de uso pessoal
  • álcool gel (sempre uso potinhos pequenos)
  • protetor labial, batom e uma make básica, se for o caso
  • removedor de maquiagem (nenhum líquido deve ter mais de 100 ml)

Dica bônus: duas coisas que eu não tinha o hábito de levar e agora não fico sem: protetor de ouvido (amenizam muito o barulho da turbina do avião) e máscara para dormir (melhora muito a qualidade do sono).

Blusa de frio:

Aeroportos e aviões geralmente são lugares gelados, então sempre vale a pena incluir uma blusa extra para evitar a fadiga. Também gosto de acrescentar um lenço/echarpe nesse combo ou escolher uma blusa com capuz.

Eu também acrescentaria uma meia, mas como geralmente viajo de tênis, então a meia já vai comigo.

A dica de viajar sempre de sapato fechado também é valiosa. Tênis é a melhor opção, pois é quentinho e não precisa tirar em todo e qualquer detector de metais, como acontece com botas e sapatos com salto, exceto se a regra do país exigir que todos fiquem descalços.

Travesseiro de pescoço:

Às vezes levo um travesseiro de pescoço, outras vezes não. Ajuda muito nos casos de longas esperas no aeroporto ou quando não houver um lugar mais confortável para descansar.

Se pego um voo doméstico muito cedo, muito tarde ou com conexão de madrugada, sem dúvida o travesseiro é item indispensável.

No caso dos voos internacionais não sinto tanta necessidade, pois um travesseiro é fornecido no voo, e durante as horas de espera no aeroporto, geralmente ficamos em uma sala vip para descansar, então acabo deixando de leva-lo.

Confira também aqui no MV: Milhas e salas VIP – descubra qual o melhor cartão de crédito.

Se ainda não comprou o seu travesseiro, opte por um inflável, pois depois do voo, basta tirar o ar e colocar na mala (praticamente não ocupa espaço).

Alimentos:

Muita gente tem dúvida se é possível leva comida no voo. A resposta é positiva, mas existem regras.

Muitos países não permitem que você desembarque com comida perecível, então a isso é preciso estar atento. Sempre pesquise as regras do destino para onde está indo.

Em voos domésticos não há problemas, pois você não desembarcará em outro país, com legislação diferente.

Para o caso de voos internacionais, saiba que você pode embarcar com comida perecível, mas em regra deverá consumi-la durante o voo, pois a maioria dos países não permite o desembarque com produtos alimentícios frescos (Estados Unidos, Austrália, Chile, União Europeia).

No caso de alimentos não perecíveis (aqueles que vem em uma embalagem lacrada), via de regra, você pode desembarcar com eles, nesse caso, os produtos devem estar acondicionados em sua embalagem original de fabricação, com rotulagem que possibilite a identificação, e sem evidências de vazamentos.

No caso de viagem para os EUA, as substâncias em forma de pó, com mais de 350 ml, devem ser despachados (essa regra entrou em vigor a partir de 30 de junho de 2018).

Sobre a água em voos internacionais, uma única observação: o consumo deve ser antes do detector de metais, e a razão é óbvia: não é permitido embarcar com mais de 100 ml de qualquer líquido.

Todavia, após passar pelo detector de metais tudo bem, você pode comprar água, suco, refrigerante e embarcar.

Confira também aqui no MV: Sala Vip da GOL no aeroporto de Guarulhos

Documentos:

Os documentos devem estar organizados e ser colocados em um local de fácil acesso, preferencialmente com zíper, para que nada caia pelo caminho. Outra opção é usar uma espécie de “doleira” para guardar dinheiro e documentos.

Ao mesmo tempo que os documentos devem ser sempre guardados (nunca fique com eles na mão enquanto não está usando, pois o risco de acabar se distraindo e deixando em algum canto é muito grande), também precisam ser apresentados “a todo momento”.

Além da mala de mão, costumo viajar com uma mochila, então deixo eles num bolso de fácil acesso, sempre no mesmo lugar!

Sobre documentos, faço aqui mais duas observações importantes:

– Se meu passaporte que tem o visto americano está vencido, mesmo que eu não for para os EUA eu levo. Então levo o passaporte do visto e o passaporte válido. Faço isso porque já me deparei com situações em que precisei alterar o voo original por outro com conexão nos EUA.

– Carteira Internacional de Vacinação da Anvisa sempre comigo. Vacina contra febre amarela vem sendo cada vez mais exigida, então deixei o certificado sempre com o seu passaporte

Confira aqui no blog MV: Vacina contra febre amarela: quais países exigem?

Reservas de hotéis, carro, ingressos, programação da viagem eu coloco tudo no TRELLO, um aplicativo excelente para organizar a viagem, pois além de fazer anotações (colocando o roteiro dia a dia), você pode anexar documentos importantes e reservas. Fica fácil de “se achar”.

*Não esqueça de levar caneta, pois eventualmente será necessário preencher algum documento na imigração.

Coloque os documentos em um local seguro e de fácil acesso por você

Chip de internet:

Viajar com internet em tempo integral não é apenas um capricho, mas sim uma questão de necessidade.

Muita gente me pergunta se é tranquilo viajar para outro país ainda que você não fale a língua nativa ou pelo menos inglês. E para essa pergunta eu mantenho sempre a mesma resposta: não deixe de viajar porque você não fala outro idioma, mas não viaje sem internet no seu celular.

Pensando no conforto da minha viagem, na segurança de ter tudo ao meu alcance quando precisar, bem como no meu desejo em compartilhar todos os acontecimentos em tempo real com vocês, é que sempre utilizo em minhas viagens o chip de internet da SimPremium.

A SimPremium me envia o chip ainda no Brasil, recebo-o na minha casa e quando desembarco no destino final, já estou conectada. A empresa é parceria do blog MV e me acompanha nas minhas viagens internacionais.

Nem preciso tecer mais elogios acerca da qualidade do produto, pois quem acompanha minhas viagens e todos os Stories que faço no Instagram @maladeviagem vê como a internet funciona bem!

Quando à quantidade de gigas, geralmente, para uma viagem de 15 dias (que é a média das minhas viagens) contrato o plano de 12 gigas.

Leitor do blog MV tem 10% na aquisição do chip ao utilizar o cupom “maladeviagem”. Clique aqui para pedir o seu!

Chip de internet SimPremium – leitor do blog tem cupom de desconto!

Reserve seu Airbnb pelo nosso link e garanta um bom desconto na sua primeira reserva. 

Equipamentos eletrônicos e de valor:

Essa já se trata de uma regra das próprias companhias aéreas.

Então desde seu celular, fone de ouvido, passando por suas câmeras, laptop, até chegar no drone, leve tudo sempre na mala de mão (exceto se algum desses itens tiver algum componente proibido de ser levado a bordo da aeronave).

Não preciso especificar o que é “coisa de valor” (pode ser valor material ou moral), mas aquilo que tem valor pessoal pra você, deve ser levado na mala de mão: seja para evitar eventuais furtos (que infelizmente acontecem – por isso é importante sempre lacrar a bagagem despachada), seja para evitar eventuais perdas em decorrência de extravio de bagagem.

Outros exemplos de produtos que são recomendados levar na mala de bordo: maquiagem, bolsas, relógios, joias e semijoias, óculos de sol. No infortúnio de você ser vítima de um furto, esses objetos são muito visados, por isso é indicado mantê-los consigo, na mala de bordo.

Documentos e objetos de valor devem ser levados na mala de mão
Dinheiro, documentos e bens de valor: devem estar na mala de mão

Livro, revista ou kindle:

Acaba sendo uma boa opção para passar o tempo, principalmente o kindle, em razão da sua capacidade de armazenamento e pouco volume.

Porém, no meu caso específico, como sempre tenho um post no blog pendente para escrever, acabo usando meu tempo para criar conteúdo aqui para o blog, editar um vídeo para o YouTube, etc.

Roupa extra:

Seja porque sua roupa sujou, seja porque sua mala foi extraviada (tomara que isso não aconteça), uma troca de roupa extra vai cair muito bem.

Além disso, muitas vezes você vai sair de um local onde está calor para chegar em outro onde está muito frio (ou vice-versa), nesse caso, levar roupas apropriadas na mala de mão é essencial! Você pode se trocar no voo e já desembarcar com a roupa ideal.

Dicas bônus para sua viagem:

Seja na bagagem de bordo ou na despachada, sempre coloco produtos como cremes, shampoos, condicionador, etc. em recipientes menores, conforme a duração da viagem.

No caso de voos internacionais, se um desses produtos for levado na bagagem de mão, então a embalagem precisa ser transparente e ter no máximo 100ml.

Em voos internacionais as embalagens de líquido com até 100ml precisam estar acondicionadas em uma embalagem plástica transparente de no máximo 1 litro com fechamento hermético (tipo ziplock).

O objetivo do acondicionamento em embalagem plástica é facilitar a inspeção pelo agente de proteção.

Produtos líquidos comprados no free shops, mesmo que tenham mais de 100ml, podem ser levados na bagagem de mão, desde que acondicionados em embalagens plásticas fechadas e juntamente do recibo de compra.

Em voos nacionais é permitido levar na mala de mão embalagens líquidas com até 300 ml e não é exigido o acondicionamento em embalagens transparentes tampouco saco plástico transparente.

Medicamentos (com prescrição médica), alimentação de bebês e líquidos de dietas especiais poderão ser transportados na quantidade necessária à utilização no período total de voo. Esses alimentos devem ser apresentados no momento da inspeção de segurança.

São objetos proibidos na mala de mão: conforme regras da ANAC.

  • Armas de fogo, pressão, de choque elétrico ou químicas (inclusive réplicas ou de brinquedo), estilingue, sprays de pimenta, ácidos ou neutralizantes.
  • Objetos pontiagudos ou cortantes: machados, picadores de gelo, estiletes, equipamentos de artes marciais, navalhas, facas, tesouras, canivetes ou instrumentos multifuncionais com lâminas superiores a 6 cm.
  • Ferramentas de trabalho: pés de cabra e alavancas, furadeiras e brocas, chaves e fendas e cinzéis com lâmina ou haste superior a 6 cm, serras, maçaricos, martelos, marretas, pistolas de pregos, dispositivos de alarmes.
  • Substâncias explosivas, incendiária, inflamáveis (incluindo aerossóis) e munições.
  • Substâncias químicas, tóxicas e itens perigosos: cloro, alvejantes, baterias com líquidos corrosivos derramáveis, mercúrio, ácidos, venenos, materiais infecciosos e radioativos.

São objetos permitidos na mala de mão: saca-rolhas, isqueiro com gás ou fluido inferior a 8 cm, fósforos (uma caixa com até 40 unidades por passageiro), bengalas, raquetes de tênis, guarda-chuvas e martelinho usados em exames médicos.

Objetos que geram dúvidas, mas que podem ser levados a bordo: aparelho de barbear em cartucho, objetos com lâminas inferiores a 6 cm (inclusive canivetes, cortadores de unha, tesourinhas sem ponta e pinças), aerossóis de uso médico ou de higiene pessoal (até quatro frascos de no máximo 300 ml ou 300 g por passageiro)*, termômetros de medição térmica.

*Embora aerossóis de uso médico ou de higiene pessoal sejam permitidos, já fui barrada no raio-x e tive que descartar meu desodorante. Depois desse dia, levo apenas desodorante roll on na mala de mão.

Transporte de bebidas alcoólicas: Regulamento Brasileiro da Aviação Civil (RBAC) nº 175 proíbe o transporte de bebidas com teor alcóolico superior a 70%, independentemente de terem sido adquiridas em free shops ou de serem transportadas na bagagem de mão ou despachada.

Bebidas com percentual alcóolico entre 24% e 70% são permitidas, desde que armazenadas em embalagem de varejo. As garrafas devem estar lacradas.

Em voos entre o Brasil e países da América do Sul, o passageiro pode levar até 5 litros de bebida alcoólica na bagagem de mão (o que equivale a 6 garrafas de vinho).

Em voos internacionais vindos de fora da América do Sul, existe a regra das 100ml, então o passageiro não pode levar garrafa de bebida alcoólica na mala de mão, exceto se efetuou a compra no free shop.

Confira também aqui no blog MV: bens que podem ser trazidos do exterior

Assim, caso você compre, por exemplo, garrafas de vinhos em outro país, fora do free shop, deverá despachar as garrafas. Para os voos internacionais, o limite de transporte é 12 litros de bebida alcoólica por pessoa (ou 16 garrafas de vinho de 750 mL).

Dica extra: se estiver transportando as garrafas na mala despachada, lembre-se de proteje-las muito bem com roupas mais grossas e, se possível, embale com papel bolha. Também é importante lembrar de nunca colocar as garrafas nas laterais das malas, e sim no meio, que sofre menos impacto.

Confira também aqui no MV: O que levar e como organizar sua mala de viagem.

Agora o Mala de Viagem também está no TripAdvisor, com todas avaliações de cada experiência da viagem – aproveita e me segue lá também!

Você gosta das minhas dicas? Siga o @maladeviagem no Instagram, assim você poderá acompanhar todas as minhas viagens em tempo real.

Já se inscreveu no nosso canal? Se ainda não, aproveita para se inscrever agora: Blog Mala de Viagem no Youtube.

Salve esse post no Pinterest:

Sempre que você faz alguma reserva ou adquire algum produto/serviço utilizando um link aqui do blog, eu ganho uma pequena comissão do site. Você não paga nada a mais por isso e ainda me ajuda a manter o Mala de Viagem atualizado e sempre cheio de novidades!

Aluguel de carro

Rent Cars

Seguro Viagem

Seguros Promo

Passagens aéreas baratas

Passagens Promo

Passeios e ingressos

Get Your Guide

Chip Internacional

SimPremium
Anna
Anna
Escorpiana assumida, Defensora Pública em MS e wanderlust por natureza. Está sempre programando uma nova aventura e em busca de experiências, porque acredita que a melhor viagem é sempre a próxima!