BonitoBrasilMato Grosso do Sul

Estância Mimosa: o incrível passeio de cachoeiras em Bonito

estancia-mimosa-cachoeira-sinhozinho

Apesar de ser uma cidade pequena no interior de Mato Grosso do Sul, Bonito é enorme quanto o assunto é belezas naturais, apresentando uma infinidade de atrações. Para curtir ao máximo essa viagem de ecoturismo, sempre aconselho que o turista escolha passeios variados, dentre os quais não pode faltar uma visita às cachoeiras. E tendo isso em mente, venho lhe apresentar a Estância Mimosa e suas 9 cachoeiras encantadas!

Mas antes de descrever o passeio na Estância Mimosa, vamos repassar algumas informações importantes sobre o destino:

Quantos dias ficar em Bonito?

Se você visita Bonito pela primeira vez, recomendo no mínimo 5 dias, pois existe uma infinidade de passeios para fazer e atrativos a visitar.

Tenha em mente que em apenas uma viagem é impossível conhecer tudo, mas que com pelo menos 5 dias, você consegue fazer bastante coisa e variar bastante seu roteiro.

Eu que sou abençoada por morar pertinho do paraíso, já visitei Bonito nada menos do que 8 vezes, e ainda assim há muita coisa para fazer por lá!

A diferença é que sempre faço viagens curtinhas, aproveitando um final de semana ou feriado, então faço no máximo 3 passeios por viagem. De qualquer forma, já deu pra perceber que tem muito o ver né?

Uma observação que sempre gosto de fazer é que embora Bonito seja a cidade mundialmente conhecida como um dos polos de ecoturismo no Brasil (arrisco dizer que o principal e mais estruturado deles), na verdade os atrativos não se concentram todos em Bonito, mas também nas cidades vizinhas de Jardim e Bodoquena, principalmente.

Sendo assim, quando você organiza uma viagem para a região, tem que ter em mente o tempo de deslocamento entre um atrativo e outro, que muitas vezes ficam em cidades diferentes (alguns há cerca de 50 km do centro de Bonito).

Às vezes você consegue fazer 2 passeios no mesmo dia, mas outras vezes só será possível fazer 1 passeio por dia, considerando a distância e as atividades oferecidas no atrativo.

Para saber qual a melhor forma de chegar em Bonito, indico a leitura do post sobre o Abismo Anhumas, pois lá esclareci tudo sobre isso!

Como montar seu roteiro de viagem?

Para uma viagem de 5 dias, considero incluir passeios variados, para ter uma boa noção das belezas regionais.

Não pode faltar um passeio de cachoeiras (indico fortemente a Estância Mimosa), uma flutuação, uma gruta e um balneário.

Os outros passeios (se tiver tempo suficiente) podem ser escolhidos conforme seus interesses: mergulho com cilindro, Boia Cross, passeio de bote

Eu sei que, logo de início, você pode sentir um pouco de dificuldade na organização do roteiro, ficar sem saber quais passeios podem ser conjugados no mesmo dia, a distância entre eles e o tempo para a atividade.

Mas não se preocupe, porque os passeios em Bonito são vendidos por intermédio das agências de turismo.

Em outras palavras, não é possível que o turista vá até o atrativo e lá compre a entrada. Tudo deve ser feito com antecedência, mediante reservas. E essas reservas devem ser providenciadas pela agência de turismo por você escolhida.

Os preços dos passeios são tabelados, mas é importante ter conhecimento das agências que operam na região para fazer uma escolha consciente, buscando o melhor atendimento e assistência durante sua viagem.

Para essa viagem (oportunidade na qual conhecemos a Estância Mimosa), foi a Bonito Way a agência responsável pelas nossas reservas, recepção e organização do roteiro.

A Bonito Way é especializada em turismo receptivo em Bonito e no Pantanal Sul e no site você pode conferir todas as opções e reservar seus passeios, hospedagem, transporte terrestre, locação de veículos e até mesmo sua passagem aérea. 

Desta forma, considerando que você estará assessorado por uma agência local, não precisará se preocupar em como organizar o roteiro dia a dia, pois a agência já tem essa experiência e deixa tudo prontinho pra você.

Dias antes da viagem a Bonito Way encaminha ao cliente um e-mail com informações de contato, check-in e o diário de viagem com os horários das atividades. Tudo muito organizado!

agência Bonito Way
A Alessandra foi a responsável pelo nosso receptivo em Bonito

E aqui um bônus: leitor do blog MV tem 5% de desconto na contratação dos passeios com a Bonito Way. Basta entrar em contato com a Alessandra pelo telefone/WhatsApp (67) 98469-1184 e dizer que viu a indicação da Anna do Mala de Viagem.

Onde se hospedar em Bonito?

Via de regra, as hospedagens em Bonito são simples, sem luxo, mas em perfeita sintonia ao clima local e conceito de ecoturismo.

O melhor hotel da cidade em termos de estrutura, é o Zagaia Eco Resort (o único 5 estrelas). Já fiquei hospedada no Zagaia algumas vezes e é o hotel que eu indico se você quiser/puder investir mais na hospedagem.

Além disso, o Zagaia funciona no sistema de meia-pensão (café da manhã e jantar), caso você queira.

Outra opção interessante é o Bonito Ecotel, com ótimo custo benefício para quem viaja tendo como objetivo principal aproveitar os passeios, mas não abre mão de ficar bem hospedado.

Já me hospedei no Bonito Ecotel e, inclusive, tem post sobre ele aqui no blog MV – clique aqui e confira!

Uma terceira opção pode ser o CLH Suites Bonito. Nesse ainda não me hospedei, mas era o que eu iria ficar na última viagem, caso tivesse disponibilidade.

Outras opções de hospedagem em Bonito você confere aqui.

Reserve seu Airbnb pelo nosso link e garanta um desconto de até R$ 179,00 na sua primeira reserva. 

Estância Mimosa

A Estância Mimosa (estanciamimosa.eco.br) fica a 24 km do centro de Bonito, sendo 18 km asfaltado pela estrada MS 178 e 6 km de estrada interna cascalhada (bem tranquilo).

É facilzinho de chegar, não tem erro! Caso você não esteja de carro, poderá agendar o serviço de traslado diretamente com a agência que contratou.

Endereço: Rodovia MS 178, km 18, Zona Rural, 79.290-000 – Bonito, MS.

A proposta do passeio

A Estância Mimosa (Instagram: @estanciamimosa) é um passeio muito eclético (crianças a partir de 3 anos podem fazer o passeio), ideal para quem busca contato direto com a natureza.

A fazenda já conquistou sua tradição em Bonito, pois trabalha com ecoturismo desde 1999. 66% da sua área é considerada Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).

No passeio você terá a oportunidade de contemplar a bela paisagem natural, (com um pouco de sorte) encontrar animais silvestres, fazer as pelas trilhas pela vegetação de cerrado e mergulhar/contemplar as nove cachoeiras do percurso.

As cachoeiras são o ponto alto do passeio: todas com águas cristalinas e poços que formam piscinas naturais. É permitido entrar em todas, e isso fica a critério do turista.

Além do passeio de trilhas e cachoeiras, a fazenda oferece também passeio à cavalo, observação de aves e um almoço com pratos regionais, preparado em fogão à lenha.

É um passeio que pode ser feito em uma parte do dia (meio-doa), ou o dia todo, caso você opte por fazer o percurso das cachoeiras pela manhã, almoçar na fazenda e fazer o passeio à cavalo na à tarde.

O passeio na Estância Mimosa

Ao chegar, você deverá se apresentar na recepção, entregar o seu voucher e receber as primeiras orientações sobre o início do passeio.

Quando o grupo todo chegar (até 12 pessoas), você será chamado para inciar o passeio.

O primeiro passo é receber as instruções do guia sobre como funciona o percurso e alugar botinha de mergulho, caso queira. Também há coletes salva-vidas à disposição dos turistas.

O grupo caminha até o estacionamento, onde uma van estará aguardando para levar até o início da trilha de 2,8 km no total.

O início é o maior trecho de caminhada, pois o guia leva o grupo até a cachoeira mais distante do passeio. Para chegar até ela, em dado momento, é preciso pegar um barco, o que deixa o passeio ainda mais interessante! O caminho é lindo, me fez lembrar a Amazônia (mas com uma vegetação de cerrado).

O barco que leva até à Cachoeira do Sinhozinho

Depois de visitar a primeira cachoeira, novamente o grupo pega o barco de volta à outra margem para dar continuidade à trilha.

Como o trecho maior de trilha já foi percorrido, o trecho entre as demais cachoeiras (oito) é curtinho: caminha um pouquinho e logo chega na próxima!

O passeio total tem duração média de 4 horas, podendo variar um pouco para mais ou para menos a depender do grupo. Quando o grupo está mais animado para entrar em todas as 9 cachoeiras, o passeio acaba se estendendo um pouco mais.

O tempo médio de parada em cada uma das 9 cachoeiras é de 15 minutos. Como eu fui com o objetivo de fazer a divulgação do atrativo, acabei dividindo meu tempo assim: em algumas cachoeiras mergulhei, em outras fiquei só na parte de fotos e filmagens.

Mas para você que vai com o único objetivo de curtir o local, 15 minutos é o suficiente para aproveitar bem cada uma!

As 9 cachoeiras da Estância Mimosa

São elas:

1. Cachoeira do Sinhozinho: abrange toda a margem do rio. As quedas d’água são de fácil acesso, há também rochas que acomodam o visitante sentado ou em pé na água. Sinhozinho é a lenda de um velho curandeiro que viveu às margens do Rio Mimoso.

Cachoeira Sinhozinho – uma das mais lindas!

2. Cachoeira da Água Doce: com profundidade média, sua queda d’água é de fácil acesso, sendo possível ficar sentado ou em pé embaixo da queda. Possui aproximadamente 4 metros de largura.

Cachoeira Água Doce – Estância Mimosa

3. Cachoeira do Sol: cachoeira com a mais alta queda d’água da fazenda. Possui também uma linda gruta sob suas rochas. É a cachoeira com maior área para banho, profunda em toda sua totalidade, ótima para um bom mergulho.

Cachoeira do Sol

4. Cachoeira Mulungu

5 e 6. Cachoeira Saí e Andorinha

Ficam lado a lado e são como hidromassagem natural. Ambas são rasas e o acesso às quedas é fácil.

7. Cachoeira do Salto

Possui uma plataforma para salto. Essa é ideal para quem curte uma dose extra de aventura.

Cachoeira do Salto

8. Cachoeira do Mutum

O nome se refere à ave silvestre comum na região da Serra da Bodoquena ”Mutum de penacho”.

É uma cachoeira rasa na proximidade da escada, mas tem um lago que pode chegar a 2 metros de profundidade. É possível ficar de pé sob a queda d’água, pois há rochas fáceis de apoiar.

Cachoeira do Mutum

9. Cachoeira das Figueiras

Algumas cachoeiras são rasas e outras apresentam poços mais fundos. De qualquer forma, como já dito, a Estância Mimosa oferece colete salva-vidas aos visitantes (sem custo adicional).

Cachoeira das Figueiras

Todas as cachoeiras têm sua beleza, mas se é para escolher, digo que as minhas preferidas foram: Cachoeira Sinhozinho (a que pega barco para chegar) e Cachoeira do Sol.

Já se inscreveu no nosso canal do Youtube? Se ainda não, aproveita para se inscrever agora: Blog Mala de Viagem no Youtube.

Outros serviços e estrutura da Estância Mimosa

Após o passeio, o turista pode optar por almoçar ali mesmo na fazenda e provar pratos regionais.

Uma dica boa é aproveitar a oportunidade e comprar o famoso doce de leite da Estância Mimosa! O sabor é maravilhoso, recomendo muito (inclusive é uma ótima lembrança para presentear).

Antes de sair para a trilha ou após o almoço, aprecie a vista do mirante da lagoa e chame pelo Toni (ou Tony, não sei a grafia correta), um jacaré (grandão) que vive ali no pântano!

Quando se pensa em trilha e cachoeiras, talvez num primeiro momento venha à sua mente à ideia de um lugar muito simples e sem estrutura. Porém, essa não é a realidade da Estância Mimosa, que foi um dos atrativos de ecoturismo com melhor estrutura que já conheci.

A trilha é impecável e garante plena segurança aos visitantes. Além disso, a van que leva o grupo até o início do passeio, bem como o barco utilizado no transporte até a primeira cachoeira do percurso, estão muito novinhos, pois foram recentemente trocados (em substituição ao antigo caminhão “pau-de-arara” e barquinho à remo do passado).

Incluso no valor do passeio: guia, colete salva-vidas e seguro contra acidentes. As botas de neoprene estão disponíveis para locação. O atrativo possui um Sistema de Gestão de Segurança certificado pela ABNT NBR ISO 21101 na modalidade caminhada e banho de cachoeiras.

O passeio é maravilhoso, tenho certeza que você vai curtir!

Quando visitar a Estância Mimosa?

Se puder escolher, priorize o período de seca. A partir de novembro as chuvas são frequentes na região e isso pode atrapalhar o passeio.

As águas das cachoeiras são muito cristalinas, mas quando chove infelizmente ficam turvas.

Se chover demais, o passeio passa a ser apenas contemplativo, pois entrar nas cachoeiras acaba sendo um risco à segurança do turista.

Portanto, se der para escolher, escolha uma data entre os meses de maio a setembro (período de seca), no máximo até outubro.

Se não for possível ir na época de seca, tudo bem: não é porque você vai nos meses mais chuvosos que, necessariamente, vai pegar chuva! Minha última ida a Bonito foi em pleno mês de dezembro e peguei dias lindos de sol.

O que levar para o passeio?

A trilha deve ser feita de tênis ou sapatilha de mergulho (se você não tiver uma poderá alugar na Estância Mimosa).

Roupa de banho por baixo da roupa de trilha. Para a trilha o ideal é vestir uma roupa confortável.

Óculos de sol, boné ou chapéu, protetor solar e repelente são mais alguns itens indicados.

Água e lanche leve para o caso de sentir fome durante o passeio (leva em média 4 horas).

Como o passeio envolve água, o ideal é levar câmera subaquática. Mas também indico o celular, pois todas as cachoeiras possuem um deck contemplativo.

O uso de Drones e equipamentos de filmagens depende de autorização prévia do atrativo.

Blog Mala de Viagem esteve na Estância Mimosa a convite do atrativo e da agência Bonito Way. Registro aqui os meus agradecimentos às equipes e ressalto aos meus leitores que meu post reflete integralmente minha opinião em relação ao passeio e serviços prestados, prezando pela sinceridade e veracidade dos fatos.

Mídias sociais do atrativo Estância Mimosa:

Confira mais dicas de Bonito aqui no MV: Dicas do que fazer e como organizar seu roteiro de viagem a Bonito.

Vai passar por Campo Grande? Então saiba quais são os melhores restaurantes da cidade: Seleção dos melhores restaurantes de Campo Grande.

Salve esse post no Pinterest:

Sempre que você faz alguma reserva ou adquire algum produto/serviço utilizando um link aqui do blog, eu ganho uma pequena comissão do site. Você não paga nada a mais por isso e ainda me ajuda a manter o Mala de Viagem atualizado e sempre cheio de novidades!

Aluguel de carro

Rent Cars

Seguro Viagem

Seguros Promo

Passagens aéreas baratas

Passagens Promo

Passeios e ingressos

Get Your Guide

Chip Internacional

SimPremium


Anna
Anna
Escorpiana assumida, Defensora Pública em MS e wanderlust por natureza. Está sempre programando uma nova aventura e em busca de experiências, porque acredita que a melhor viagem é sempre a próxima!