DicasFotografia

Dicas infalíveis para melhorar suas fotos de viagem

Fotos-Viagem-Dicas

Fotos são as melhores recordações que podemos ter das nossas viagens. Claro que os momentos mais marcantes ficam pra sempre na nossa memória, mas quantas vezes você já se pegou olhando as fotos daquela viagem especial e foi percebendo quantas lembranças boas viam a partir daquela imagem?

As fotos de viagem aguçam nossos sentidos, inspiram pessoas a viajar também, fazem-nos reviver os bons momentos. E se elas são tão importantes assim, então precisamos sempre aprender um pouquinho mais sobre fotografia, para que esses momentos se tornem cada vez mais especiais.

E pensando nisso é que decidi preparar essa lista com dicas infalíveis para você melhorar suas fotos de viagem! Às vezes detalhes simples fazem toda a diferença na hora de conferir o resultado, e isso não está diretamente relacionado com a qualidade do equipamento utilizado, quer apostar?

Confira também aqui no blog MV: 6 dicas para tirar fotos mais bonitas.

Faça um planejamento

Uma viagem precisa ser penejada, certo? Com as fotos de viagem não é diferente! Uma boa fotografia geralmente é precedida de um bom planejamento.

Antes que você se assuste, já adianto: para quem gosta de fotografia, planejar uma boa foto é uma tarefa prazerosa!

Quando estiver elaborando seu roteiro de viagem, coloque um olhar artístico naquilo. Analise os lugares que serão visitados a cada dia e busque inspirações de fotos naqueles locais.

E aqui vale uma consideração essencial: analise os lugares que irá visitar, salve fotos inspiracionais nas suas pastinhas do Instagram ou Pinterest, mas se lembre que cada um tem seu estilo, aquilo que te torna diferente dos outros.

Morro dois Irmãos em Fernando de Noronha

Além disso, avalie se as suas “fotos de viagem referências” são fruto de uma superprodução para um ensaio fotográfico ou alto mais despretensioso. Quanto mais detalhes há na composição de uma foto, mas trabalho você terá para reproduzi-la, então avalie até que ponto você está disposta a “investir”.

Já ouvi relatos de pessoas que rodam a cidade com acessórios e salto alto na bolsa para garantir a “foto perfeita”. Não critico quem o faça, tampouco quem não faz, mas ao buscar inspirações para sua foto, certifique-se o que naquela composição é essencial para se ter aquele resultado.

Na maioria das vezes o tempo da viagem é limitado e o dia passa num piscar de olhos. E é exatamente por isso que um planejamento fotográfico é tão importante.

Se você já sabe onde está indo, que horas mais ou menos vai chegar no local e onde pretende fotografar, conseguirá otimizar bastante o tempo. Claro que tudo deve ser visto com ressalvas, pois muitos lugares podem te surpreender e modificar seu planejamento originário.

Pensar na roupa a ser usada a cada dia da viagem conforme o local a ser visitado também ajuda muito.

Coloquei essa dica em prática na minha viagem para a Itália: separei dia a dia os meus looks conforme a cidade e lugares por onde passei. O resultado foi ótimo: mala sem excessos, agilidade na hora de me arrumar (pois já tinha fotografado todos os looks) e fotos mais bonitas!

Depois que me dei conta disso, não viajo mais sem programação diária do que vou usar cada dia da viagem. Como a previsão do tempo pode mudar, levo umas 2 roupas extras.

Confira aqui no MV todas as minhas dicas e roteiros na Itália.

deck em Veneza

Seja paciente na hora de tirar suas fotos de viagem

Tenha em mente que raramente a foto sai boa “de primeira”. Você precisa ser paciente e não perder o bom humor.

Se a paciência for embora, o estado de espírito já se altera e não tem câmera profissional que salve. Lembre-se: você precisa se divertir com aquele momento, e eu realmente acredito que esse é o maior segredo para uma foto ficar boa.

E às vezes você vai estar plena, sorridente e saltitante, mas o lugar vai estar repleto de turistas. Mais uma vez eu te digo para ter paciência… Espere até o lugar esvaziar ou tente esconder as pessoas com o seu próprio corpo, ângulo é tudo!

Existem lugares que praticamente nunca estarão vazios, nesse caso, espere pelo menos até que as pessoas não estejam tão próximas a você. Utilize-as como plano de fundo (e desfoque um pouco, caso necessário) e não as deixe no mesmo plano que você.

Outras vezes vai acontecer de chegar num lugar lindo e a luz não estar boa, seja por estar com muito ou pouco sol, chuva ou neblina. E talvez não haja muito o que fazer além de aceitar e voltar outra hora (se der para reencaixar no roteiro).

Existem fotos que eu demoro cerca de meia hora até conseguir. Mas tem lugar que realmente vale a pena o esforço. Além disso, depois de um tempo “nessa área” você entende que é muito mais valioso uma foto bonita que levou 30 minutos até ser conquistada, do que 30 fotos que serão inutilizadas.

E aqui mais uma observação: existem as fotos de viagem “instagramáveis” e as fotos de recordação pessoal. Quando eu me refiro à foto teoricamente perfeita, estou tratando daquela que “vai pra jogo” no Instagram em busca de milhares de likes. Se essa não for sua pretensão, então leia essa dica com ressalvas.

Domine seu equipamento fotográfico

Você não precisa ter a melhor câmera do mercado, nem uma opção diferente para cada ocasião. Você só precisa dominar aquilo que você tem nas mãos e aceitar as limitações do seu equipamento.

Até para mim que tenho o Instagram e o blog como trabalho, dou preferência para fotos tiradas com o meu celular. Além da qualidade dos aparelhos celulares de última geração (melhor do que muitas câmeras por aí), a comodidade e versatilidade que o celular te dá é algo impagável.

Se você já tem e gosta das sua DSLR, ótimo, continue com ela. Mas se você ainda não tem uma, pense se realmente será útil para você.

Não vou mentir que existem sim situações que câmeras profissionais farão toda a diferença, a exemplo de uma experiência de safari. Todavia, são situações bem específicas. Na maioria das vezes, o celular trará um excelente resultado.

Mas não estou aqui para falar mal das câmeras, até porque eu tinha a minha, vendi e já escolhi o próximo modelo.

O fato é: independentemente de qual for o seu equipamento, saiba manuseá-lo, saiba seus recursos, suas qualidades e defeitos. Só assim você saberá o que esperar de cada situação.

Outra dica importante é deixar sua câmera/equipamento em um local de fácil acesso, para não sentir preguiça de pegar. Também avalie os locais que serão visitados no dia, quais equipamentos serão necessários e evite peso extra que não faça sentido.

Você não precisa (e nem deve) levar todos os seus equipamentos (considerando quem tem vários) para todas as viagens. Se é uma viagem que envolve atividades aquáticas, por exemplo, a GoPro fará muito mais sentido do que uma câmera DSLR cheia de lentes.

E sobre o drone, uma observação especial: pesquise muito bem sobre a possibilidade ou não de voo no local para onde você está indo, incluindo até mesmo destinos onde fará conexão. Ainda hoje é muito comum ver pessoas tendo problemas com drone porque não se informou muito bem sobre as regras do destino.

E se você gosta desse assunto e quer aprender mais dicas sobre como tirar fotos bonitas e como editar suas fotos com o seu próprio celular, deixo aqui o link para o meu curso prático e online “Fotografia Sem Segredo” – no FSS eu ensino todos os meus truques e você pode colocá-los imediatamente em prática.

Inove e use a criatividade para tirar suas fotos de viagem

Foto na Torre Eiffel, na Torre de Pisa, num balão sobrevoando a Capadócia… Para fins de redes sociais, essas “fotos clássicas” sempre “bombam”.

Mas você pode criar um algo a mais na sua foto! Se a maioria das pessoas tira foto na Torre de Pisa “segurando” a torre com a mão, então eu fui lá e “segurei” com o pé…

Pense na sua foto como algo único. Todo mundo quer uma foto nesse lugares famosos, mas o que você pode fazer para que a sua foto não seja como a de todo mundo?

Eu gosto de inovar fazendo as minhas poses de ginástica, e isso virou a minha marca registrada. Você também pode inventar alguma coisa que seja a sua marca registrada! A ideia é criar algo que se torne sua identidade, que as pessoas te identifiquem quando olhem para a foto.

Guia completo da Itália
Coliseu | Foto: @ensaionaitalia – Nicolli

Como sugestão, sua marca registrada não precisa necessariamente ser uma pose ou um malabarismo. Sua identidade pode estar em uma forma específica de composição, um estilo de edição que é tipicamente seu ou mesmo no horário escolhido para suas fotos (a exemplo do nascer e por do sol).

Outra ideia são as fotos em perspectiva. Nossa, é possível criar muita coisa legal só usando essa ideia. Alguns lugares são ideias para isso, a exemplo do Salar do Uyuni, na Bolívia.

Pense na composição das suas fotos de viagem

Composição é tudo aquilo que irá aparecer na sua foto e a evidência que será dada para cada elemento.

Vale a pena fazer uso da regra dos terços e os objetos que merecem destaque estar estrategicamente posicionados nas linhas de interseção.

Basta colocar os quadrantes no seu celular (ou em outro equipamento que tenha em mãos) e visualizar os pontos que chamam mais atenção, buscando harmonia para sua foto.

Na primeira foto, utilizamos as flores para criar uma moldura e dar esse efeito de profundidade. Na segunda, a pizza, que tem tudo a ver com a Itália, foi utilizada como elemento crucial na composição da foto.

Inclusive, a foto da gôndola ao fundo, que parece algo simples e despretensioso, deu trabalho, não vou mentir. Comprar a pizza, andar com ela na mão até achar o spot ideal e esperar por uma gôndola… Eu tinha em mente outro lugar, que aparece de montão nas contas gringas do IG, mas ninguém nunca marca a localização. Cansei de tanto procurar e acabei achando esse lugar para substituir!

Quando você busca simetria, esqueça a regra dos terços e centralize o objeto ou pessoa que pretende destacar.

Outro detalhe muito importante na composição da foto é o próprio enquadramento. Não corte pedaços do corpo, não corte a paisagem. Fotos pela metade não ficam esteticamente bonitas.

Isso não significa que você precisa aparecer integralmente em todas as suas fotos. É perfeitamente natural que algumas fotos não sejam de corpo inteiro, mas quando essa for sua real intenção, pela composição da foto é possível entender que aquilo foi uma escolha, foi proposital.

O que não pode acontecer é aquela foto com um braço cortado, falta de enquadramento, desrespeito à regra dos terços, falta de composição…

Se tiver a opção, tire a sua foto com um enquadramento de corpo completo e depois, na edição, faça os cortes que entender necessário.

Fotos próximas também devem respeitar o enquadramento, ainda que o propósito seja pegar meio-corpo (cintura para cima).

Essa foto com a fita está natural, sem cortes. Preferi tirar com um ângulo mais aberto e depois conseguir cortar algum excesso (como o chão por exemplo). Veja que isso foi essencial, pois caso eu tentasse acertar exatamente o enquadramento, provavelmente cortaria um pedaço da fita.

A outra foto não é de corpo inteiro propositalmente. Repare na composição entre o plano frontal e o castelo ao fundo. As cores também estão em harmonia, deixando a foto visualmente agradável.

Reserve o amanhecer e o entardecer para tirar suas fotos de viagem

Amanhecer e entardecer são as melhores horas do dia para suas fotos de viagem. A luz está ideal para fotografar e as cores do céu ajudam ainda mais.

Muita gente acha que meio dia é um bom horário, mas quando o sol está muito alto, as sombras resultantes são pesadas. Dificulta até a edição.

Por outro lado, meio dia é bom para fotos aéreas (drones), pois não gera sombras no chão.

A lição que tiramos disso é: programe-se para visitar os lugares mais fotogênicos bem cedinho ou no final do dia.

Deixe o horário de sol alto para as atividades que não envolvam necessariamente fotografia externa.

Muitas vezes vai acontecer de o lugar ideal não estar bem iluminado na hora da sua visita. Recentemente aconteceu isso comigo em Campos do Jordão.

A sobra dividiu a foto em dois e o resultado não ficou bom. Ainda assim insistimos na foto, pois queríamos a recordação.

Uma dica que venho aplicando é acordar cedinho para fotografar (além de tudo, é ótimo para pegar os lugares vazios) e depois voltar para o hotel e tomar café da manhã.

E se a ideia é sair apenas com foco nas fotografias, vale a pena arriscar e levar uns apetrechos extras para suas fotos! Eu gosto de levar minha fita de ginástica, mas você pode levar um pequeno buquê de flores, por exemplo.

Acorda cedo para fotografar funciona bem quando você reserva uma hospedagem bem localizada, assim você pode sair, tirar suas fotos, voltar para o café, trocar de roupa (colocar algo mais confortável para turistar) e seguir com sua programação normal.

Reserve seu Airbnb pelo nosso link e garanta um bom desconto na sua primeira reserva. 

Decida entre vertical ou horizontal

A depender da finalidade a qual sua foto se destina, você decidirá entre tirá-la na posição vertical ou horizontal.

Se a finalidade for Instagram, prefira vertical, se a finalidade for colocar no blog, as horizontais ficam melhores (exceto opção de colocar fotos em galeria, como eu usualmente faço por aqui).

Além disso, analise o lugar em si, pois a depender do que será fotografado, naturalmente você optará pela vertical ou horizontal.

Seja qual for a posição da câmera, pense sempre na composição e, se possível for, faça teste para confirmar qual posição fica melhor. Só não vale querer “inovar” e tirar aquelas fotos na diagonal, ok?

Jalapão: Fervedouro do Buritizinho | Foto: Anna
Jalapão: Fervedouro do Buritizinho | Foto: Anna

Aprenda um pouco sobre edição

Se os celulares estão apresentando câmeras cada vez melhores, os aplicativos de edição de fotos não ficam nada atrás.

A foto bonita passa por duas etapas, a primeira etapa acontece no momento em que a foto é tirada e, nessa fase, você deve acolher as dicas que dei nos tópicos anteriores.

A ideia inicial é: quanto mais caprichada for sua foto, melhor será no momento da edição, pois foto naturalmente boa, não precisa de muito!

Por isso que a iluminação é tão importante. Fotos escuras ou com muita sombra vão exigir uma experiência maior na hora da edição. Por outro lado, se você conseguir se programar para tirar sua foto nos melhores horários de luz, depois terá facilidade para editar.

Outro detalhe importante é analisar se há pessoas atrapalhando a foto. Existem aplicativos que nos ajudam com isso, apagando elementos indesejados, mas esses apps trazem bons resultados quando você precisa apagar pequenos objetos apenas. Quando o elemento a ser eliminado for muito grande, eu particularmente não gosto do resultado.

Iluminação e composição, fechando esses dois itens, provavelmente não será difícil editar a foto.

Para edição, indico o Lightroom versão para celular (não precisa pagar a versão paga, pois a gratuita já atende bem) e para filtros indico o Snapseed, VSCO ou Quik (esse eu comprei e adoro, pois tem efeitos, filtros e até opções para edição de céu*).

*Sobre edição de céu: sou a favor do uso com cautela! Não coloquem uma aurora boreal numa praia brasileira, por favor!

E se você gosta desse assunto e quer aprender mais dicas sobre como tirar fotos bonitas e como editar suas fotos com o seu próprio celular, deixo aqui o link para o meu curso prático e online “Fotografia Sem Segredo” – no FSS eu ensino todos os meus truques e você pode colocá-los imediatamente em prática.

Já está com viagem marcada? Não esquece de pedir seu chip de internet e fazer o seu seguro viagem – leitor do blog MV tem descontos!

Leitor do blog MV tem 10% na aquisição do chip de celular Simpremium ao utilizar o cupom “maladeviagem”. Clique aqui para pedir o seu!

No site do Seguros Promo você pode fazer uma comparação detalhada de maneira rápida e fácil os preços de diferentes de seguros ofertados, analisando qual possui o melhor custo benefício para a sua viagem. Contrate AQUI seu seguro viagem com desconto utilizando o cupom MALADEVIAGEM5.

Agora o Mala de Viagem também está no TripAdvisor, com todas avaliações de cada experiência da viagem – aproveita e me segue lá também!

Você gosta das minhas dicas? Siga o @maladeviagem no Instagram, assim você poderá acompanhar todas as minhas viagens em tempo real.

Já se inscreveu no nosso canal? Se ainda não, aproveita para se inscrever agora: Blog Mala de Viagem no Youtube.

Salve esse post no Pinterest:

Sempre que você faz alguma reserva ou adquire algum produto/serviço utilizando um link aqui do blog, eu ganho uma pequena comissão do site. Você não paga nada a mais por isso e ainda me ajuda a manter o Mala de Viagem atualizado e sempre cheio de novidades!

Aluguel de carro

Rent Cars

Seguro Viagem

Seguros Promo

Passagens aéreas baratas

Passagens Promo

Passeios e ingressos

Get Your Guide

Chip Internacional

SimPremium

Anna
Anna
Escorpiana assumida, Defensora Pública em MS e wanderlust por natureza. Está sempre programando uma nova aventura e em busca de experiências, porque acredita que a melhor viagem é sempre a próxima!