DicasFotografia

6 dicas para tirar fotos mais bonitas nas suas viagens (mesmo que você viaje só)

como_tirar_fotos_bonitas

Hoje o assunto interessa a quem, assim como eu, ama fotos bonitas! Seja porque você viaja sozinha ou porque seu namorado, marido, “paquera” (quando eu era adolescente achava essa palavra muito brega… Naquela época não imaginava que um dia eu a incluiria em meu vocabulário) não tá afim de fazer um book seu, o fato é que é possível voltar da sua viagem com a memória da câmera ou do celular cheia de fotos maravilhosas pro seu feed! Curtiu a ideia? Então só seguir as dicas desse post.

Não tem magia nem feitiçaria, é apenas tecnologia (nossa, hoje estou mesmo inspirada)! Use os equipamentos corretos, sinta o lugar, observe os cenários e se inspire. Vai dar certo!

1.Observe o mundo ao seu redor

Aceite que tem momentos bons e momentos péssimos para uma boa foto. Aceite que nem sempre a foto boa vem na hora que você quer.

Lugares muito lotados não são a melhor opção para belas fotos. Mas, de repente, você pode usar a multidão para compor sua imagem.

Vamos imaginar que já é noite e você está na escadaria vermelha da Times Square, em Nova York.

Leia também aqui no MV:

Provavelmente uma foto sua na escada não vai ficar boa. Mas e se você tiver com um sorvete ou outra comida fotogênica na mão e fazer uma foto da sua guloseima, desfocando o fundo? Provavelmente vai ficar bem legal!

E esse tipo de foto você mesma consegue tirar, nem precisa da ajuda de ninguém.

*Quer aprender um pouquinho mais sobre os tipos de fotografia? Esse artigo do “Estou na Viagem” apresenta 15 tipos diferentes.

Ache formas de registrar os lugares, tirando deles o melhor ângulo. Às vezes, para conseguir a melhor foto, você precisa se adaptar e alterar aquela ideia inicial.

Se está em meio à multidão e sabe que, não importa o quanto você espere, o fluxo de pessoas não vai diminuir (parques da Disney é um exemplo perfeito), então use roupas que destaquem, porque um pontinho azul, preto, marrom ou branco no meio da “muvuca” vai passar despercebido!

Outra dica que geralmente funciona é: ESPERAR!

O fluxo de pessoas pode até não acabar, mas vai ter aquele momento em que elas não estão tão perto de você. Se as pessoas aparecerem apenas como “plano de fundo” da cena, você ganha destaque, e a probabilidade de sua foto ficar boa, aumenta.

Se mesmo assim ainda não deu certo, então tente mais uma vez, agora desfocando o fundo.

2.Preste atenção na luz e no enquadramento das suas fotos

Hoje em dia, com as inúmeras opções de aplicativos de edição de imagem, arrumar a iluminação da foto não é tarefa muito difícil.

Porém, se você tirar sua foto contra o sol, a imagem vai estourar (leia-se “ficar com uma parte toda branca”), e aí já era…

Então o mínimo é se certificar para que lado está o sol e não tirar foto contra ele.

A exceção são as fotografias de nascer e por do sol. Nesses momentos do dia, sinta-se à vontade para fotografar a paisagem e, caso você também queira aparecer, a dica é buscar a silhueta.

Quando se fala em melhor hora do dia para fotografar tendo como parâmetro a luz, o destaque vai para o início da manhã e o final da tarde (a chamada golden light ou hora mágica).

No quesito enquadramento, analise antes a composição da sua foto e veja onde é melhor você se “encaixar”. O que você quer que apareça mais? Essas considerações devem ser feitas antes do clique.

Se estiver viajando sozinha, um tripé para câmera ajuda muito, pois nem sempre você vai encontrar o melhor lugar para posicionar sua câmera/celular e, simultaneamente, o melhor ângulo da foto.

A proximidade da foto é uma questão de gosto. Tem gente que prefere fotos mais próximas, outros fotos mais de longe… O importante é sempre sentir o lugar, observar qual distância fica melhor naquela circunstância.

Procure sempre se posicionar de forma mais natural (embora no fundo, no fundo, de natural geralmente a foto não tem quase nada). Fotos muito “posadas” (sorriso e mão na cintura) costumam não ser as melhores.

Procure não olhar diretamente para foto em todos os cliques! Faça testes, descubra seu melhor ângulo!

Aqui estamos falando de fotos de viagens, então é interessante que o lugar apareça e que você seja uma composição dentro da imagem. Mesmo que você goste de fotos no enquadramento “selfie”, arrisque uns cliques de média a longa distância também.

 

Confira também aqui no MV:

3.Invista em pelo menos um bom equipamento

Claro que isso depende muito do seu objetivo, mas pelo menos um bom equipamento fotográfico você precisa ter.

Eu viajo com meu celular (Iphone X), GoPro 5, Nikon D3400 (+ lentes) e agora comprei um drone DJI Mavic Air, que nem testei ainda (falta de tempo… Quem sabe no próximo final de semana).

Se você não tem um blog de viagem e não precisa de uma variedade quase infinita para o seu feed do Instagram, então digo que um bom celular já salva sua vida!

Mas isso vai do gosto mesmo. Eu acho que cada tipo de lugar, cada hora do dia, cada ambiente “pede” um equipamento diferente.

Meu próximo passo é comprar um tripé e um controle remoto de disparo para Nikon, pois não tenho problemas com fotos minhas (Rodrigo é muito parceiro), mas fotos do casal estão sendo cada vez mais raras.

E nem adianta pensar em pedir para algum estranho tirar. A probabilidade de você conseguir tirar uma foto melhor na função timer 10´ é infinitamente maior.

Se você viaja sozinha, acho que o tripé e o controle podem te ajuda muito.

5.Edite suas fotos

Hoje em dia não precisa ser expert em fotografia para saber um pouco de edição.

Os aplicativos mais simples estão no celular mesmo, então só editar e postar! Rapidinho.

Claro que nem toda edição é assim e o trabalho do profissional exige muita dedicação. Mas aqui estamos falando de uma foto bonita, com enquadramento legal, cores bacanas… Busco o visual que chama a atenção e necessariamente o perfeito.

Endireite fotos tortas, ajuste enquadramento, regule cores e iluminação, corte um intruso que apareceu ser chamado…

Meu app queridinho do momento é o Lightroom versão mobile, mas existem outros como Snapseed e VSCO, que também são muito populares. Baixe alguns, teste e veja quais gosta mais.

Até a mais linda das fotos merece uma ediçãozinha!

Com o tempo você vai encontrando seu estilo e tonalidades preferidas (tons pastéis, contrastes e cores vibrantes…), criando sua própria identidade.

 

Se você ama viajar e quer aprender como viajar muito mais, gastando muito menos do que está acostumado(a), hoje te convido para conhecer o Projeto Viaje o Dobro Gastando a Metade. No vídeo de abertura, além de entender como funciona o projeto, você aprenderá dicas de economia para por em prática já na sua próxima viagem!

6.Busque inspiração e se organize

Sabe aquela foto linda que viu no feed alheio outro dia? Salva!

Às vezes, antes da viagem, a gente fica cheia de ideias e inspiração… Mas quando tá lá no lugar, cadê? As ideias somem, da um branco total! E agora?

A melhor forma de evitar esse “branco” é salvar as fotos que te inspiraram em algum momento. Assim, dias antes da viagem você pode dar uma conferida e fazer sua própria releitura.

Pense em poses, acessórios, composição, enquadramento. Tudo isso é muito pessoal e o interessante é você saber bem o que gosta e o que não te agrada.

Outra ideia é, na hora de fazer a mala, priorizar as roupas que te valorizam. Sempre tem aquelas roupas que ficam mais bonitas em fotos. Eu adoro os lenços!

Lembre-se que qualidade é melhor que quantidade, por isso que cada foto tem que ser pensada. Não adianta fazer um milhão de cliques e pensar: “ah, um vai dar certo”. A ideia é criar e não tentar a sorte!

Boas fotos!

 

Sempre que você faz alguma reserva ou adquire algum produto/serviço utilizando um link aqui do blog, eu ganho uma pequena comissão do site. Você não paga nada a mais por isso e ainda me ajuda a manter o Mala de Viagem atualizado e sempre cheio de novidades!

Aluguel de carro

Rent Cars

Seguro Viagem

Seguros Promo

Passagens aéreas baratas

Passagens Promo

Passeios e ingressos

Get Your Guide

Chip Internacional

SimPremium
Anna
Anna
Escorpiana assumida, Defensora Pública em MS e wanderlust por natureza. Está sempre programando uma nova aventura e em busca de experiências, porque acredita que a melhor viagem é sempre a próxima!