Playa del Carmen

Playa del Carmen e Cozumel: a região mais centralizada da Riviera Maya

Pinterest LinkedIn Tumblr

Playa del Carmen é a cidade-base eleita por boa parte dos turistas que visitam a Riviera Maya. Sua localização central permite passeios de bate-volta para várias regiões do estado de Quintana Roo, incluindo uma de suas mais belas ilhas, Cozumel. Se essa região do Caribe te interessa, então fica ligado(a), pois nesse post você vai receber informações importantes sobre o que fazer, onde se hospedar e comer em Playa del Carmen, com direito a bate-volta a Cozumel.

Até a década de 70 o México não explorava turisticamente o seu litoral caribenho. A costa leste da península de Yucatán, que vai de Cancún até a fronteira com Belize, ganhou relevância bem mais tarde. Basta lembrar do episódio de Chaves em Acapulco para visualizar essa realidade – Acapulco era o “point“… a “trend” Caribe mexicano surgiu apenas na segunda metade da década de 70, começando por Cancún.

O turismo na Riviera Maya teve início somente na década de 90 e Playa del Carmen, uma antiga vila de pescadores, cresceu por conta do antigo píer de embarque para a ilha de Cozumel (Cozumel já era destaque, ao lado de Cancún, anos antes).

Localização

Playa del Carmen é uma cidade litorânea no estado de Quintana Roo, no México, localizada a cerca de 70 quilômetros de Cancún.

Sua localização privilegiada (bem no meio da Riviera Maya) faz com que Playa del Carmen seja um dos destinos turísticos mais visitados e procurados pelos turistas que querem visitar o Caribe mexicano.

Muitas pessoas optam por dividir a estadia entre Cancún e Playa del Carmen, possibilitando conhecer as atrações próximas de cada lugar, evitando assim grandes deslocamentos.

Playa del Carmen está a 10 km dos parques Xcaret e Xplor, a 24 km do espetáculo Joya do Cirque du Soleil e a 63 km da Zona Arqueológica de Tulum.

Para se locomover as opções são: alugando um carro, contratando serviço de transfer com uma agência, táxi ou ônibus da empresa ADO, que apresenta bom custo-benefício para quem viaja sozinho ou em casal.

Alugar um carro é o que te confere mais liberdade, mas isso depende do que você pretende fazer durante o seu roteiro, pois acaba sendo uma alternativa mais interessante para quem pretende conhecer vários lugares diferentes durante a viagem.

Se você prefere montar base em Playa del Carmen e fazer apenas alguns passeios pela região, pode analisar a possibilidade de contratar passeios ou traslados com uma agência de viagem local ou mesmo utilizar táxi para se locomover quando necessário.

onde fica Playa del Carmen e Cozumel
Playa del Carmen e Riviera Maya

Quem vai gostar de Playa del Carmen

Playa del Carmen é um polo turístico bastante desenvolvido na Riviera Maya, com muitas opções de hospedagens, restaurantes, beach clubs e lojinhas, principalmente ao longo da 5ª Avenida, que é uma via exclusiva para o trânsito de pedestres.

É um destino ideal para quem deseja ter uma experiência menos americanizada, diferente da vibe Cancún, que é uma cidade verticalizada, com grandes resorts all inclusive e muita vida noturna. Além disso, as praias de Playa são melhores também.

A cidade também se apresenta como uma boa opção para quem quer economizar com hospedagem e investir mais em passeios. Playa tem muitos hotéis no estilo boutique, com bom custo benefício.

Ao contrário de Cancún, que sempre exige transporte para locomoção, em Playa del Carmen o turista pode fazer tudo a pé, pois as distâncias são curtas e o caminho agradável pela 5ª Avenida.

Playa não é uma cidade tão festeira e badalada como Cancún, mas tem também suas atividades para quem gosta de agito! Inclusive algumas das principais baladas tem Cancún também tem filial em Playa del Carmen.

Vejo Playa del Carmen como um misto entre agito e descanso, com opções variadas em uma cidade com localização privilegiada e com boa estrutura turística.

Playa del Carmen
Caribe mexicano

Quando ir a Playa del Carmen

Sempre faz calor em Playa del Carmen. O verão vai de junho a setembro, com média 27ºC, podendo facilmente chegar aos 30ºC. O inverno vai de dezembro a março, com média de 24ºC.

O inverno é a época de alta temporada em Playa del Carmen, pois o verão é chuvoso (as chuvas começam em junho e perduram até novembro). Além disso, nos meses de inverno há menor probabilidade de sargaço nas praias.

Os meses menos indicados para viajar para o Caribe mexicano são os meses de setembro e outubro, quando o volume de chuvas pode ser maior, além da probabilidade de furacões.

Estive em Playa del Carmen duas vezes: a primeira foi em abril de 2016 e peguei dias maravilhosos de sol, praia com água azul e nada de chuva. Minha segunda vez em Playa foi em junho de 2021 – o tempo estava bom (na semana seguinte o tempo fechou), mas as praias estavam repletas de sargaço, então banho de mar em Playa não estava sendo possível, visto que a quantidade de algas na beira da praia inviabilizava até mesmo o acesso à água.

Não viaje sem seguro! No site Seguros Promo você pode fazer uma comparação detalhada e fácil dos preços dos seguros ofertados, analisando qual tem o melhor custo benefício para a sua viagem. Contrate AQUI o seu seguro viagem com desconto, utilizando o cupom MALADEVIAGEM5.

Onde se hospedar em Playa del Carmen

A cidade de Playa é pequena, o que possibilita ao turista conhecê-la caminhando, sem necessidade de carro.

Ainda assim, é importante escolher uma hospedagem bem localizada, de preferência próxima da praia e da 5ª Avenida.

As ruas de Playa são numeradas a partir de um ponto central e a numeração sobe conforme vai indo para do sul para o norte. Na parte norte estão as atrações principais da cidade.

As avenidas (também numeradas) cortam as ruas na vertical e a numeração cresce do leste para o oeste. A praia está a leste.

O ponto de maior movimento da 5ª Avenida acontece em sua interseção com a Rua 12, então as hospedagens dessa região tendem a ser mais barulhentas.

Sugestões de hotéis: It Boutique Hotel, Marquee, Soul Beach, Serenity Hotel Boutique, The Fives Downtown, Silversands Hotel Boutique, Grand Hyatt, Senses Quinta Avenida Hotel by Artisan (exclusivo para adultos), Magic Blue (exclusivo para adultos).

Eu optei por passar duas diárias no HM Playa del Carmen, um hotel central, próximo da 5ª Avenida e com bom custo benefício para quem busca um hotel bem localizado e com estrutura ok!

O HM Playa del Carmen tem uma boa área de lazer com piscina, bar e espreguiçadeiras. O café da manhã está incluso na diária, mas é fraco. O quarto standard é bem básico, se quiser um pouquinho mais de conforto, opte pelos quartos de categoria superior. É um hotel honesto pelo preço, estilo “turístico”, com uma boa área externa:

Playa del Carmen
Hotel HM em Playa del Carmen

Opções com sistema de hospedagem all Inclusive: Hotel Xcaret Arte, Hotel Xcaret All Parks All Fun Inclusive, Riu Lupita, Sandos Playacar, Playacar Palace, Platinum Yucatan Princess (exclusivo para adultos), Paradisus La Perla (exclusivo para adultos), Hilton all inclusive (exclusivo para adultos).

Existem muitas outras opções de resorts all inclusive perto de Playa del Carmen, na Riviera Maya. Tive a oportunidade de me hospedar no hotel Hard Rock Riviera Maya, próximo de Playa e o review do hotel você confere clicando aqui.

Vale a pena ficar em um resort all inclusive em Playa del Carmen ou em outro local da Riviera Maya? A resposta não poderia ser outra que não: depende!

Se você quer viajar para descansar, ficar num resort com boa estrutura, sistema de alimentação completo e bebidas inclusas, então a resposta é afirmativa.

Por outro lado, se você que passear, conhecer os lugares e as belezas da Riviera Maya, sair de manhã e voltar só no final do dia, então a resposta é negativa.

Eu gosto da terceira opção: uma mescla entre dias de relaxamento no resort all inclusive e dias de passeios. Para mim, 3 diárias no resort está de bom tamanho e depois é só mudar para um hotel mais centralizado para conhecer a cidade, os restaurantes e fazer os passeios, como você pode notar, Playa está cheia de boas opções de hotéis boutique bem centralizados.

Onde comer em Playa del Carmen

Playa tem muitas opções de restaurantes e talvez esse seja o principal motivo para não pegar um hotel all inclusive durante todos os dias da viagem.

Passear pelos 2 km da 5ª Avenida e escolher um bom lugar para comer é uma das maiores atrações de Playa.

A infinidade de opções incluem desde restaurantes mais simples e baratos, até os mais sofisticados e com preços mais elevados.

O tipo de culinária também varia, mas a culinária maia e mexicana está bem presente na região, como é o caso dos seguintes restaurantes: La Cueva del Chango, La Fishería, Porfirios Playa del Carmen, Mayan Bistrô, La Caprichoza.

Além de restaurantes típicos e locais, as redes Starbucks, Amorino e Häagen-Dazs também marcam presença.

Para carnes, uma boa sugestão é o Harry’s e se busca um jantar especial num ambiente exótico, a melhor opção é o Alux, que fica dentro de uma caverna.

Harrys em Playa del Carmen
Harry’s Playa del Carmen

O que fazer em Playa del Carmen

Praias

Como o próprio nome já diz, Playa del Carmen é um destino praiano, então curtir o mar é uma das principais atrações por lá, embora não seja a única.

A cidade tem vários trechos de praias, cada qual com nomes e características diferentes. Passar o dia num beach club, curtindo a praia de águas calmas não pode faltar no seu roteiro.

Na altura da Avenida Constituyentes até a rua 48 estão concentrados beach clubs, sendo uma boa região para passar o dia.

Sugestões de beach clubs: Carolina, Kool Beach, Mamita’s e Martina.

E ao lado da entrada do Terminal de onde saem os ferry-boats para Cozumel, no comecinho da praia Playacar, fica o Señor Frogs, que funciona como bar/restaurante e como beach club.

Bem ao norte está Punta Esmeralda, que tem um cenote na beira da praia e uma água bem cristalina.

Se você estiver de carro, pode aproveitar para conhecer mais praias na Riviera Maya, incluindo aquelas localizadas entre Playa del Carmen e Tulum, como Akumal (famosa por permitir a prática de snorkeling para ver as tartarugas), Xpu-Ha e Xcacel.

Caso você não esteja de carro, mas ainda assim queira conhecer as praias localizadas entre Playa e Tulum, é possível contratar um passeio guiado com uma agência local. Na Quinta Avenida você encontrará várias agências oferecendo passeios por toda a Riviera Maya.

praias em Playa del Carmen
As belas praias da Riviera Maya

Quinta Avenida

A 5ª Avenida é a principal via de Playa del Carmen, exclusiva para o trânsito de pedestres. Ela fica paralela ao mar, entre 1 e 4 quarteirões da praia dependendo do ponto desejado.

Lá se concentra o comércio da cidade e estabelecimentos como lojas, restaurantes, agências que fazem passeios pela região, casas de câmbio, lojas de aluguel de carro, shoppings, farmárcias, pequenos mercados e o que mais você precisar durante sua viagem.

Passear pela via é uma das atrações de Playa del Carmen, mas se você não gosta de lugares muito movimentados, evite-a durante a noite. Para pegar a 5ª Avenida com menos movimento, o ideal é sair cedo do hotel para jantar, antes de escurecer.

Durante o dia as pessoas estão nas praias ou fazendo passeios, então a 5ª Avenida, mas quando anoitece, todo mundo já retornou e vai para lá caminhar, jantar ou pegar uma balada.

Se você gosta lugares animados, na 5ª Avenida há vários bares com música alta e festas. Na Calle 12 Norte, principalmente onde ela cruza a Quinta, estão concentradas as casas noturnas Coco Bongo, Palazzo e Mandala (famosas em Cancún e também com filiais em Playa).

Ao final da Calle 12 estão o Coco Maya e a Blue Parrot, localizados à beira-mar, que funcionam como beach clubs durante o dia e night clubs durante a noite.

Perto de uma das extremidades da avenida está o Parque Fundadores, que é uma praça situada na beira da praia, entre a Quinta Avenida e o mar. Provavelmente você já viu fotos do Portal Maya, que é um cartão postal de Playa del Carmen e fica nessa praça.

Na praça Parque Fundadores também está a Capilla de Nuestra Señora del Carmen, uma pequena e charmosa capela branca que fica virada para a 5ª Avenida.

Playa del Carmen e Cozumel
Portal Maya na primeira foto

Ainda na praça Parque Fundadores você poderá assistir os Voladores de Papantla, uma apresentação cultural que representa uma tradição pré-hispânica e acontece várias vezes ao dia. Ao final o turista deixa sua contribuição voluntária.

Para compras, além das lojas que são encontradas ao longo da avenida, há dois shoppings: o Paseo del Carmen e o Quinta Alegria.

O Paseo del Carmen é um shopping a céu aberto, localizado no início da 5ª Avenida, perto do Terminal Marítimo, onde saem os ferrys para Cozumel. O Quinta Alegria é um shopping mais novo e fica no meio da avenida (mais centralizado).

Playa del Carmen
Shopping Quinta Alegria na primeira foto

Parques

Os parques mais famosos da região fazem parte do grupo do Xcaret e têm um pé na Flórida e outro no ecoturismo e belezas naturais do México.

Para quem curte atividades que envolvem emoção, adrenalina, integração com a natureza e cultura, visitar pelo menos um dos parques do grupo é uma atividade imperdível.

Os três principais parques do grupo são: o Xcaret, o Xplor e o Xel-há.

O Xcaret é o parque de maior destaque, com atrações para toda a família e show cultural à noite. O Xplor é um parque com atividades para quem gosta de adrenalina, incluindo um circuito de tirolesas bem altas. O Xel-há fica mais próximo da cidade de Tulum e, dentre outras atividades, é um parque para quem gosta de nadar e fazer snorkeling.

A quantidade de atrações variadas e a infraestrutura dos parques, faz com que eles sejam recomendados para todas as idades.

Outros parques da região: Xenses, Xoximilco e Ventura Parque (Wet’n Wild).

Leitor do blog MV tem 20% na aquisição do chip de celular SimPremium ao utilizar o cupom “maladeviagem”. Clique aqui para pedir o seu!

Espetáculo La Joya do Cirque du Soleil

La Joya é o espetáculo permanente do Cirque du Soleil na Riviera Maya, que fica na rodovia que liga Playa del Carmen a Cancún.

O espaço foi construído especialmente para o show, que envolve performances artísticas e um jantar (opcional). A duração é de 80 minutos de show e 1h20min para o jantar, que é opcional.

O enredo do espetáculo La Joya envolve a história de um alquimista e sua neta, que ao longo da apresentação descobrem os segredos da vida.

Se você já teve a oportunidade de assistir um espetáculo do Cirque du Soleil em algum outro lugar, sabe como é uma atração incrível e vale a pena. Se você nunca viu nenhum espetáculo assim, fica aqui a sugestão para assistir o La Joya quando estiver em Playa del Carmen.

Ruínas maias de Tulum

As ruínas maias localizadas no sítio arqueológico de Tulum (70 km de Playa del Carmen) são consideradas uma das mais conhecidas e famosas ruínas da Riviera Maya. Além da fama, esse é o único sítio arqueológico em frente ao mar do Caribe (Playa Paraiso).

Onde hoje estão as ruínas, era uma cidade fortificada beira mar no período do Império Maia. Sua principal ruína se chama Castillo que, com 3 pisos e 12 metros de altura, era utilizada para sacrifícios em oferenda aos deuses.

O que mais chama atenção é sua localização: percebe-se que a cidade portuária foi construída em cima de uma falésia, em posição estratégica, bem em frente ao mar. Cogita-se que o sítio arqueológico de Tulum foi uma das últimas cidades maias construídas, no ano 1.000 D.C., quando outras cidades como Chichén Itzá, Uxmal e Palenque, já tinham sido abandonadas.

Recomendo que a visitação seja feita com acompanhamento de um guia, pois assim você poderá compreender um pouco mais da história do local. Outra dica é levar água, protetor solar, óculos de sol e boné ou chapéu, pois costuma fazer bastante calor por lá e não há sombras (o passeio é todo debaixo do sol quente).

Após visitar as ruínas você pode curtir um pouco a praia da região, que tem acesso liberado ao público, diferente das praias da zona hoteleira de Tulum, cujo acesso se dá através dos hotéis e clubes de praia. A praia pública mais próxima das ruínas é a Playa Santa Fe.

ruinas maias de tulum
Ruínas de Tulum

Chichen Itzá

O Chichen Itzá fica a 182 quilômetros de distância de Playa del Carmen, em direção ao centro do país.

Chichen foi um dos principais centros urbanos, políticos e econômicos da civilização maia. A cidade foi fundada no século 4 a.C., abandonada no século 7 d.C., reconstruída no século 10 d.C e entrou em decadência no século 13 d.C.

A Pirâmide ou Templo de Kukulcán, também chamada de El Castillo Chichen Itzá (30 metros de altura), foi eleita uma das 7 maravilhas do mundo moderno, portando, um passeio imperdível para quem visita a Riviera Maya. A pirâmide que revela os conhecimentos maia, incluindo leis matemáticas, astronomia e dotes arquitetônicos. Não é permitido subir ou entrar na pirâmide.

O sítio arqueológico está muito bem preservado e recebe turistas do mundo inteiro, dada sua importância e relevância. Durante os equinócios de outono e primavera (20/03 a 22/09) a pirâmide projeta sombra da luz solar em forma da Serpente de Kukulcán, a Serpente Emplumada.

É comum combinar a ida ao Chichen com uma passadinha por Valladolid, uma cidade colonial localizada a 40 quilômetros do sítio arqueológico, com cenotes nas redondezas (como o cenote Zaci e o cenote Suytun).

Distâncias até Chichén Itzá: 

  • Valladolid – 45 km,
  • Tulum – 152 km,
  • Mérida – 152 km,
  • Playa del Carmen – 181 km,
  • Cancún – 220 km.

*Artesanatos: Chichén Itzá é um bom lugar para comprar artesanatos. Há uma infinidade de barraquinhas e os preços são atrativos (ainda assim vale a pena pechinchar).

Chichen Itzá
Chichen Itzá

Cobá

Cobá aparece como o terceiro sítio arqueológico da região e fica a 109 km de distância de Playa del Carmen.

Cobá começou a ser construída em meados dos anos 500 e é possível subir na pirâmide (em Chichén não é permitido).

Apesar dos dois primeiros serem os mais famosos, Cobá também é um dos destaques e o diferencial no passeio é que o turista pode conhecer essas ruínas de bicicleta.

Visitar as ruínas por conta ou com excursão? A vantagem de ir por conta é a liberdade para ir na melhor hora (fora das horas de pico) e fazer o roteiro conforme seu gosto. Por outro lado, visitar ruínas sem explicação de um guia deixa o passeio bastante falho, pois elas são extremamente necessárias para entender a história do lugar. O ideal então, se você for por conta, é contratar um guia na hora. Geralmente esse serviço é oferecido na entrada das ruínas.

A excursão consiste em um tour de bate-volta no mesmo dia. A vantagem é a comodidade do deslocamento e o guia, que já está incluso. Porém, o turista que opta por fechar uma excursão, pega os lugares sempre lotados. Normalmente os ônibus saem pela manhã, passam de hotel em hotel pegando os turistas, fazem uma parada numa loja de artesanato com preços pouco atrativos, seguindo para o almoço. Na parte da tarde acontece a visita às ruínas (com tempo limitado) e depois p grupo é levado a um cenote.

A opção alternativa é contratar um passeio privativo com uma agência. O custo será mais alto, porém a qualidade do tour será muito melhor.

Cenotes

A palavra cenote deriva da palavra, de origem maya, “dzonot”, que quer dizer buraco no chão ou poço. Durante o Império Maia, tinham duas finalidades: abastecimento de água ou local para cultos religiosos, rituais e sacrifícios – os maias acreditavam que os cenotes eram a passagem para o outro mundo.

Para ler mais sobre os cenotes da Península de Yucatán, recomendo a leitura do post sobre Tulum, pois lá sugeri vários cenotes da região, que podem ser visitados a partir de Playa del Carmen também.

Um cenote que não constou no post sobre Tulum, mas que agora acho importante indicar é o Cenote Chaak Tun, que fica localizado a apenas 6 km de distância da 5ª Avenida.

Não viaje sem seguro! No site Seguros Promo você pode fazer uma comparação detalhada e fácil dos preços dos seguros ofertados, analisando qual tem o melhor custo benefício para a sua viagem. Contrate AQUI o seu seguro viagem com desconto, utilizando o cupom MALADEVIAGEM5.

Bate-volta a Cozumel

Cozumel é uma das principais ilhas do Caribe mexicano, localizada a cerca de 20 km de Playa del Carmen.

Embora Cozumel tenha até mesmo o seu próprio aeroporto, a maioria dos turistas opta por visitá-la num bate-volta a partir de Playa del Carmen, pois de lá saí o ferry boat com destino à ilha.

Há vários horários de saída de ferry durante o dia, então se você perder um, dentro de 30 minutos ou 1 hora já terá o próximo.

O ponto de saída e chegada do ferry fica ao lado do shopping Paseo del Carmen, no comecinho da 5ª Avenida. O trajeto de ferry dura 30 minutos e a passagem pode ser comprada na hora.

A depender das condições do mar, o barco pode balançar mais ou menos. Se você costuma sentir enjoo, tome um remédio antes e sente no meio do barco.

Cozumel também costuma ser uma parada frequente dos cruzeiros caribenhos, então em épocas
“normais” é um destino com bastante movimento.

Ao contrário do que muitos pensam, Cozumel não é uma ilha tão pequena, não sendo possível percorrê-la inteiramente a pé. Por isso algumas pessoas optam por alugar um carro ou mesmo uma moto para explorar melhor o local e fazer o circuito de volta à ilha, que tem 70 km.

Se alugar um meio de locomoção não está nos seus planos, você pode se valer do serviço de táxi para conhecer pontos específicos da ilha, com destaque para os seus beach clubs, que proporcionam mais conforto para quem quer curtir um dia relaxante à beira mar.

Cozumel
Cozumel é um ótimo lugar para mergulho!

A ilha de Cozumel é mundialmente conhecida como um dos melhores pontos para mergulho do planeta, visto que lá está a segunda maior barreira de corais do mundo.

Seja um mergulho com cilindro ou mesmo um snorkeling, essa atividade não pode faltar no seu roteiro por lá. Os passeios de barco levam o turista até os pontos para fazer mergulho ou snorkeling. O mais conhecido deles é o El Cielo.

Você pode comprar seu mergulho nas agências de turismo de Playa del Carmen ou mesmo no desembarque em Cozumel (logo na chegada você verá as barraquinhas vendendo os passeios).

Playa del Carmen e Cozumel
Quiosques de venda de passeios em Cozumel na primeira foto

A segunda foto acima mostra um mapa de Cancún e da Riviera Maya em um período de infestação de sargaço no Caribe mexicano. Observe que toda a parte da ilha de Cozumel fica virada para o continente, não sofre a infestação das algas, pois essa área fica protegida.

Então, para quem viaja para Quintana Roo e se depara com muito sargaço (as bolinhas vermelhas representam a intensidade máxima), passar um ou mais dias em Cozumel é uma boa alternativa para curtir belas praias.

Além das praias e mergulho, você poderá passear por San Miguel de Cozumel que é o “centrinho da ilha”, onde há lojas (incluindo muitas joalherias), bares, restaurantes, shopping e o terminal de ferry-boat (onde você desembarca quando vem de Playa).

Beach clubs em Cozumel

Indo do centro (San Miguel de Cozumel) em direção ao sul de Cozumel, você vai encontrar as praias com mais estrutura:

  • Sunset Beach Club: área ideal para a prática de snorkeling (não há faixa de areia).
  • The Money Bar: área ideal para a prática de snorkeling (não há faixa de areia).
  • Playa Uvas Beach Club: oferece opção all inclusive, open bar ou um ticket para snorkeling.
  • Chankanaab Beach Adventure Park: parque com praia, recifes de corais, mergulho e snorkel, lagoa e tirolesa. É um dos que apresenta mais opções de atividades.
  • Playa Corona Beach Club e Skyreef Beach Bar: beach clubs simples, mas com possibilidade de fazer snorkeling.
  • Paradise, San Francisco e Carlos’ n Charlie’s: todos eles ficam na Playa San Francisco, onde os recifes de corais estão mais distante da orla, embora ainda seja possível ir nadando até lá para fazer snorkeling. A praia tem faixa de areia suficiente para curtir uma tarde relaxante e os beach clubs possuem boa estrutura, incluindo esportes e brinquedos aquáticos. Nesse mesmo estilo tem ainda os beach clubs Playa Mia Grand Beach & Water Park e Mr. Sancho’s.
  • Nachi Cocom Beach Club e Alberto’s Beach Bar: opções para turistas que querem um lugar mais tranquilo. O Nachi Cocom aceita no até 100 clientes por dia e funciona no sistema all-inclusive. O Alberto’s é mais simples, tem apenas um bar/restaurante e cadeiras na praia (fui nele, mas não voltaria, pois não tem nada do que eu relatei).
  • Punta Sur Eco Beach Park: trata-se do parque mais extenso da ilha, situado no extremo sul. Paga-se entrada e as atrações do parque incluem o Farol Celarain, uma lagoa com crocodilos e torre de observação, Museo de La Navegación, El Caracol (pequena ruína maia) e o um beach club.
Cozumel
Cozumel (Alberto’s Beach Bar)

Ao contrário das praias do sul, o lado leste da ilha apresenta praias com ondas mais fortes (mar aberto) e um clima mais selvagem. É legal passar conhecer se você estiver de carro ou moto. Não há urbanização no litoral leste, apenas as praias e alguns bares e restaurantes pelo caminho. Em período de sargaço, essa região da ilha também pode ficar infestada pelas algas (veja a foto acima – parte com bolinhas vermelhas).

Se não for época de sargaço e você tiver como se locomover, vale a pena conhecer a Playa Chen Rio (costa leste), pois as pedras criam um barreira natural e ali se formam piscininhas naturais.

O lado norte da ilha já não pertence mais ao circuito de volta à ilha (percurso de 70 km), mas uma ilha se destaca na área: a Isla La Pasion (precisa contratar um tour, pois o acesso é via barco).

Confira todos os destaques da viagem ao México no IG @maladeviagem.

Leitor do blog MV tem 20% na aquisição do chip de celular SimPremium ao utilizar o cupom “maladeviagem”. Clique aqui para pedir o seu!

Sempre que você faz sua reserva ou adquire um produto/serviço através de um link do MV, o blog recebe uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ajuda a manter o Mala de Viagem sempre atualizado!

Hospedagem

Booking.com

Aluguel de carro

Rent Cars

Seguro Viagem

Seguros Promo

Passagens aéreas

Passagens Promo

Passeios e ingressos

Get Your Guide

Chip Internacional

SimPremium

Autor

Wanderlust por natureza, no meu tempo livre estou sempre programando uma nova aventura ou experiência, pois acredito que a melhor viagem é sempre a que está por vir!

Escreva um comentário