Skip to main content

Chapada Diamantina/BA – Parte1

Em junho de 2016, escolhemos um destino nacional para nossas férias: a Chapada Diamantina, na Bahia. O Parque Nacional da Chapada Diamantina é ideal para quem ama interação com a natureza e quer aproveitar as férias para fugir um pouco do agito das grandes cidades.


juri-cg Faça o download do roteiro completo da Chapada Diamantina.


Para chegar ao destino escolhido, pegamos um voo da Azul, e é preciso ficar atento em relação aos voos, pois há dias específicos da semana para conseguir desembarcar em Lençóis-BA.

Dessa vez, optamos por contratar uma agência de turismo local (Volta ao Parque Ecoturismo) para nos acompanhar no roteiro escolhido. Tudo saiu conforme o combinado e o pessoal da agência foi muito atencioso durante toda nossa trip! O Rafa foi o nosso guia, responsável por nos aproximar da cultura local com suas “aulas” de história e nos deixar ansiosos pela próxima oportunidade para conhecer mais um pouco da Chapada.

A Chapada Diamantina é realmente muito grande! Desista da ideia de conhecer tudo de uma só vez, a menos que você tenha meses para isso. Como tínhamos pouco mais de uma semana, optamos por um passeio completo (dentro do possível), que nos desse uma ideia ampla do que é a Chapada. O roteiro se chama “Volta ao Parque Inesquecível”, com duração de 8 dias e 7 noites, passando por várias cidades e proporcionando uma visão geral das belezas desse paraíso.

Então vamos lá! Vou te passar qual foi nosso roteiro e contar as peculiaridades de cada maravilha que conhecemos durante nossa trip.

Roteiro – Volta ao Parque – 8 dias/7noites:

1º dia: desembarcamos na cidade de Lençóis já próximo a hora do almoço. Nosso receptivo foi feito pela agência Volta ao Parque, e o Rafa (nosso guia) já estava nos aguardando no aeroporto.

Após uns 20 minutos de estrada, chegamos à nossa pousada (Pousada Pouso da Trilha – valor: R$ 165,00 por noite – categoria B – Junho/2016) para o check-in. A pousada escolhida nos ofereceu um bom custo-benefício, era simples, porém muito agradável, bem localizada, limpa e tinha um bom café da manhã. A internet também funcionava a contento!

Após nos acomodarmos, saímos para almoçar em um dos restaurantes da cidade, a escolha do dia foi um restaurante no estilo Self Service chamado O Bode. Lençóis é uma cidade pequena, mas com boa estrutura para receber turistas, então não se preocupe com alimentação, pois certamente achará restaurantes que te agradam por lá! No jantar a cidade funciona a todo vapor, mas no almoço as opções reduzem bastante, já que a maioria dos turistas está nos passeios durante o dia, voltando para Lençóis apenas no final do dia.

Por volta das 14h, partimos para nosso primeiro passeio, em um lindo lugar chamado: Ribeirão do Meio (fica na própria cidade de Lençóis – cerca de 3,5 Km do centro de Lençóis). Fomos de carro até o início da trilha e após caminharmos por aproximadamente 30/40 minutos (a trilha é tranquila, plana e com sombra em sua maior parte), chegamos ao famoso Escorrega do Ribeirão do Meio, no Rio Ribeirão (afluente do Rio São José). No local, há uma corredeira sobre lajes de arenitos e conglomerados lisos e escorregadios que formam um verdadeiro tobogã natural, que deságua num belíssimo poço de águas muito convidativas, onde passamos nossa tarde!

Ribeirão do Meio
Ribeirão do Meio

De volta a Lençóis, aproveitamos a noite e o movimento da cidade. E deixo aqui uma dica de uma lugar super agradável para comer: Café do Mato Cafeteria e Creperia. Os crepes de lá são bom demais!!! Também vendem café gourmet no local, uma boa opção de “souvenir” (nessa região da Bahia eles cultivam o café da melhor qualidade do Brasil, mas tudo destinado à exportação).

2º dia: pela manhã fomos conhecer a Serra das Paridas, um sítio arqueológico que se tornou ponto turístico há pouco tempo na Chapada Diamantina. No sítio há mais de mil pinturas rupestres, todas feiras nos grandes blocos rochosos, impossível não se imaginar vivendo como os homens pré-históricos (rsrs), é uma viagem no tempo mesmo!

Serra das Paridas
Pinturas rupestres da Serra das Paridas

Depois seguimos para a linda Cachoeira dos Mosquitos (trilha de nível leve, com duração aproximada de 20 minutos), imponente com os seus 60 metros de altura e pura beleza. O nome da cachoeira é devido aos pequenos diamantes encontrados na região, mas infelizmente não tivemos a sorte de encontrar nenhum por lá!

Cachoeira dos Mosquitos
Cachoeira dos Mosquitos

Nosso terceiro destino do dia foi o grandioso Poço do Diabo. Não há consenso acerca de como surgiu o nome do local, mas uma das versões diz que seria em razão da tonalidade de suas águas de tom avermelhado. Para chegar até lá, fizemos mais uma pequena trilha sobre as pedras e com algumas subidas, e a recompensa foi uma cachoeira tão linda quanto a primeira e um poço imenso para dar bons mergulhos. Não se assuste com a água aparentemente gelada do poço, porque depois do primeiro mergulho, tudo vira festa.

Poço do Diabo
Poço do Diabo
Cachoeira do Poço do Diabo
Cachoeira do Poço do Diabo

O pôr-do-sol foi no cartão postal mais conhecido da Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio, de onde se tem uma vista dos platôs que caracterizam a Chapada. Aqui foram mais uns 15/20 minutos de subida até o topo do morro.

Morro do Pai Inácio
Pôr do sol no Morro do Pai Inácio

Após tantas aventuras, retornamos a Lençóis para curtir um pouco de sua noite agradável e movimentada.

3º dia: Foi dia de visitar a Gruta Lapa Doce, a Fazenda Pratinha e a Gruta Azul. A Lapa Doce tem imensos salões e formações calcárias. A gruta é imensa e muito escura, então os turistas que a visitam recebem seus equipamentos (capacete e lanterna) antes de iniciar a exploração! Uma experiência fantástica.

Entrada da Gruta Lapa Doce
Saída da Gruta Lapa Doce

Depois de explorar a caverna, partimos rumo à Pratinha. Se você já viu por aí fotos da Chapada Diamantina, com certeza muitas das fotografias mais lindas foram tiradas nesse lugar. Uma água tão tão clarinha, que dá vontade de entrar e não sair mais. No local também é possível fazer flutuação com snorkel (que em sua maior parte é dentro de uma caverna, então você mergulha com uma lanterna), tirolesa, caiaque e SUP. Ah, lá também tem um estúdio fotográfico submerso, muito bacana para quem adora uma fotografia diferente! Esses atrativos são pagos à parte e cada um tem um preço diferente.

Pratinha vista de cima
Pratinha vista de cima
Pratinha (gruta onde tem início a flutuação)
Pratinha (gruta onde tem início a flutuação)
Pratinha e sua água cristalina
Pratinha e sua água cristalina

Ao lado (dentro da mesma fazenda) está a Gruta Azul, uma nascente de água cristalina muito bonita. Quando o feixe de luz solar entra pela caverna e incide na água, o azul reflete de forma tão intensa, que parece que colocaram corante na água!

Gruta Azul com feixe de luz solar incidindo sobre a água e dando esse efeito lindo
Gruta Azul com feixe de luz solar incidindo sobre a água e dando esse efeito lindo

Nossa pernoite mais uma vez foi em Lençóis, então aproveitamos para conhecer o restaurante Lampião Culinária Nordestina e aproveitar mais um pouquinho da noite na charmosa cidade que se preparava para a festa de São João que se iniciaria na próxima semana.


juri-cg Faça o download do roteiro completo da Chapada Diamantina.


  • Anna

    t

  • Jaqueline Caixeta

    Fui no carnaval de 2016 (época de chuva) e não consegui conhecer alguns lugares.. a pratinha estava super barrenta 🙁 sinal de que devo voltar né rsrs
    ler seu post só me deu mais saudade..

    • blogmaladeviagem

      Ah Jaque, que pena, porque a Pratinha foi o lugar com água mais cristalina que eu já vi! volta sim, tem muita coisa linda pra ver na Chapada!

  • Paulo Venoso Costa

    Sempre que vejo esse lugar tenho que vontade de ir no dia seguinte, a cor da água dessa “Pratinha” é surreal pelas fotos já da vontade de pular, mas essas águas parecem ser bem geladas, como disse “depois do primeiro mergulho, tudo vira festa”, só precisa da coragem para o primeiro mergulho ahahah

    • blogmaladeviagem

      Paulo, é incrível! e eu decidi assim também! comecei a ver algumas fotos e não aguentei, pensei: caraca, preciso ir nesse lugar agora. A água é gelada sim, mas depois a gente nem lembra mais disso. Obrigada pela visita!

  • Liany Garves

    Meu namorado já conhece a Chapada e sempre fala coisas incríveis desse lugar! Morro de vontade de conhecer!! Ainda vou pra aí com certeza, só pelas fotos e pelos seus relatos tenho ainda mais certeza de que quero ir pra aí o quanto antes.

    • blogmaladeviagem

      Isso mesmo Liany, já coloca na agenda de viagens!!! beijos

  • Manuela

    Sou doida pra conhecer a Chapada!!! As fotos são maravilhosas e só vejo gente falando bem de lá!! Uma das muitas belezas que esse nosso Brasil tem!

    • blogmaladeviagem

      Verdade Manu, o Brasil é um arraso em belezas naturais!

  • Julia Salce

    Noooossa, quanta foto linda! Essa com o por do sol e a outra na Cachoeira dos Mosquitos estão sensacionais! É um destino lindo para relaxar e curtir a natureza. Ainda não conheco. beijao

    • blogmaladeviagem

      É uma viagem revigorante Ju! Eu amei demais! beijos

  • Lorena Brito

    Anna, quanta foto maravilhosa, amei! Quero conhecer esse lugar!!!! Muita beleza natural, amo muito isso! A flutuação na Pratinha deve ser SENSACIONAL!!!

    • blogmaladeviagem

      Que bom que gostou Lorena! fico feliz! e muito obrigada por acompanhar o Blog! beijos

  • Aninha Lima

    Eu simplesmente amo roteiros e o seu ficou ótimo!!! tenho vontade de tirar um mês inteiro para explorar a Bahia como um todo e talvez falte tempo, ne? Rs com certeza uma parte boa do tempo seria dedicada a Chapada e Suas dicas estão na lista. vou baixar agora o seu guia

    • blogmaladeviagem

      Aninha, ta aí uma coisa que eu tb to doida pra fazer: uma viagem completa pela Bahia, pq tem uma infinidade de lugares lindos que estou querendo conhecer há tempos!

  • Que demais o roteiro de vocês!! Sou apaixonada por viagens e destinos assim!
    E essa gruta então…que paraíso!!
    Já vou baixar esse roteiro e deixar na manga para uma trip por lá!

    • blogmaladeviagem

      Que bom que gostou Pri! isso mesmo, assim que tiver oportunidade: rumo à Chapada Diamantina.

  • Marlise Vidal

    Taí um dos passeios que tenho muita vontade de fazer mas ainda não consegui. Já conheci a Chapada dos Guimarães que também é linda mas ainda falta esta aí e a dos Veadeiros. Mas uma hora eu vou!!

    • blogmaladeviagem

      Pois é, também estou querendo conhecer as outras Chapadas! todas devem ser encantadoras!

  • Alexandre Nunes

    Gente, e essa agua cristalina… Lendo o post vi que no mínimo uma semana completa né? O período do carnaval é uma boa época? Valeu pelo post, vou ficar de olho nos próximos

    • blogmaladeviagem

      Isso mesmo Alexandre, com uma semana você consegue montar um roteiro bem legal sim! é uma boa época sim. Janeiro que é uma época mais difícil por causa do período de seca. Abraço e obrigada pela visita!

  • Livia Melo

    Que roteiro massa o de vocês!! Sou doida pra conhecer a Chapada Diamantina, e achei super interessante a forma que vocês fizeram! E essa água cristalina?! Amei!

    • blogmaladeviagem

      Coisa mais linda né Livia? A Chapada Diamantina vale muito à pena! lugares fantásticos!

  • Diana Figueiredo

    Que maravilhoso esse lugar” Tô doida pra conhecer e já vou salvar as dicas aqui! Muito legal o roteiro.. bjs

    • blogmaladeviagem

      Di, que bom que gostou! agradeço a visita ao blog, continue nos acompanhando para ficar por dentro das novidades. Beijos

  • Maria Carolina Diego

    Anna, eu fui a Chapada em agosto de 2016 e pretendo voltar logo. Achei o lugar encantador! Com uma energia surpreendente. Concordo com o que você falou, tem muita coisa pra fazer e seria necessário um mês no mínimo!

    • blogmaladeviagem

      Verdade Maria, a Chapada é um encanto, assim como toda a Bahia né? ooo estado abençoado! beijos

  • Thais Paranhos

    Nossa!!Como eu quero conhecer este lugar,ler esse post só aumentou minha vontade. Parabéns pela clareza do texto. Top demais .Bjks

    • blogmaladeviagem

      Thais querida, muito obrigada! beijos

  • Juliana Noronha

    Anna, amei amei amei demais o seu post. Chapada Diamantina é um dos lugares que mais tenho vontade de conhecer no Brasil! ♥ Roteiro completinho!
    Estou ansiosa pela segunda parte!!

    • blogmaladeviagem

      Que legal Ju! Chapada foi uma viagem decidida meio que de repente e surpreendeu muito! obrigada por acompanhar! beijos