AméricasCiudad del EsteParaguai

Ciudad del Este: dicas de compras no Paraguai – tríplice fronteira

Compras em Ciudad del Este

Ciudad del Este continua sendo o destino mais buscado por brasileiros quando o assunto é: compras no Paraguai. Embora mais movimentada do que Salto del Guairá e Pedro Juan Caballero, é em Ciudad del Este que está a concentração maior de turistas, que aproveitam a viagem pela tríplice fronteira para fazer algumas compras e encontrar produtos a preços melhores do que no Brasil.

Confira também aqui no blog MV:

Já estive por várias vezes nas três cidades mencionadas (Salto del Guairá, Pedro Juan Caballero e Ciudad del Este) e, embora atualmente minha preferida seja Pedro Juan, é em Ciudad del Este que você encontrará a maior oferta de produtos e, geralmente, preços um pouco melhores.

A vantagem de Pedro Juan Caballero é que é a única cidade de Compras no Paraguai que faz fronteira seca com o Brasil (Ponta Porã/MS). De um lado Brasil, do outro Paraguai, sem fronteira definida, sem ponte, sem rio… Só uma avenida e uma linha imaginária fazem a divisão.

Porém, eu não sairia de outro estado apenas para vir fazer compras em Pedro Juan Caballero (exceto se esse outro estado fizer divisa com MS). Distante por distante, eu daria preferência para Ciudad del Este, pois lá dá pra aproveitar a viagem e fazer turismo na região da fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina.

Confira também aqui no blog MV:

Salto del Guairá era a cidade paraguaia por mim mais frequentada quando eu morava em Maringá (PR), pois a distância até lá (300 quilômetros) é menor do que até Foz do Iguaçu e Ciudad del Este (430 quilômetro).

Ciudad del Este, além de ser a cidade paraguaia que oferece maior variedade de produtos, tem a vantagem de estar próximo a Foz do Iguaçu, um dos destinos nacionais mais visitados por brasileiros e estrangeiros, haja vista ser um destino três em um, já que na mesma viagem você pode passear por Foz (Brasil), Ciudad del Este (Paraguai) e Puerto Iguazú (Argentina).

Assim, incluir um dia para compras em Ciudad del Este é uma boa sugestão para quem está na região da tríplice fronteira a turismo.

Como chegar em Ciudad del Este?

A Ponte da Amizade é a ponte que divide Foz do Iguaçu de Ciudad del Este, Brasil do Paraguai.

No dia 21 de dezembro de 2018 (data que, inclusive, eu estava em Foz do Iguaçu a passeio), o presidente paraguaio Marito Benitez e o presidente do Brasil Michel Temer, assinaram documento autorizando a construção de mais uma ponte ligando os países.

A obra será bancada pela Usina de Itaipu, com promessa de finalização em em três anos.

Enquanto a ponte nova não fica pronta, vamos nos ater somente à famosa e caótica Ponte da Amizade.

Para ir de Foz até Ciudad del Este é bem simples, desde que você tenha um pouco de paciência, pois a Ponte de Amizade é sempre muito cheia e o trânsito na região caótico.

No Portal da Cidade de Foz do Iguaçu, é possível acompanhar o movimento da ponte em tempo real.

Foz do Iguaçu faz divisa com Argentina (Puerto Iguazú) e Paraguai (Ciudad del Este), sendo todos países do Mercosul, o que facilita o trânsito de pessoas. Em regra não há fiscalização de quem entra no Paraguai, mas quem sai pode ser parado (por amostragem) na aduana da receita federal brasileira.

Sendo assim, importante estar com seu documento pessoal (RG com data de expedição inferior há 10 ano e em bom estado de conservação ou passaporte) e respeitar limite pessoal para compras fora do país, a chamada “cota”, que é de US$ 300,00 (trezentos dólares dos Estados Unidos da América) ou o equivalente em outra moeda, quando o viajante ingressar no país por via terrestre, fluvial ou lacustre.

Em épocas de feriados (principalmente final de ano), o movimento e a fiscalização aumentam e comprar além da cota permitida (e sem declarar), pode lhe causar sérios problemas, inclusive incorrer na prática do crime de descaminho, previsto no artigo 334 do Código Penal, a saber:

Art.334.  Iludir, no todo ou em parte, o pagamento de direito ou imposto devido pela entrada, pela saída ou pelo consumo de mercadoria. Pena – reclusão, de 1 (um) a 4 (quatro) anos.

Ciudad del Este
Ciudad del Este
Confira também aqui no blog MV:

Se estiver com seu próprio carro, eu sempre indico para ir com ele e estacionar dentro de algum shopping, após atravessar a fronteira. Tem que diga que é arriscado, perigoso, etc.

Não vou negar que tem sim os seus riscos, mas se você atravessar a ponte, passar pela aduana e seguir direto para o estacionamento de algum shopping, esse suposto risco diminui.

E, da mesma forma, atravessar a ponte à pé ou de taxi, também pode ter seus riscos. Enfim, 100% seguros não estamos em lugar algum, então opte pela opção que mais se adequar às suas necessidades.

A última vez que estive em Ciudad del Este com carro próprio, foi no feriado da Semana Santa de 2017. Parei o carro no estacionamento do Shopping Paris, fiz minhas compras tranquilamente, coloquei tudo no carro e vim embora.

Entretanto, na minha última visita (em dezembro de 2018), estava com carro alugado, e nenhuma locadora brasileira permite que você ingresse com o veículo no Paraguai.

Considerando que a opção de entrar com o carro alugado não estava na lista, acabei estacionando o carro antes da ponte e depois segui caminhando. Não recomendo essa experiência e vou explicar o motivo:

Primeiro que para estacionar o carro do lado brasileiro, paga-se caro (se for um estacionamento fechado/coberto) ou deixa o carro estacionado na rua (mediante pagamento de R$ 20,00, em média), com risco de eventual dano. Como eu estava com carro alugado, preferi não deixar o carro na rua e paguei caro por um estacionamento coberto.

*Pode ser que haja lugares melhores para estacionar o carro, mas infelizmente não encontrei.

Segundo que atravessar a Ponte da Amizade à pé não é uma experiência agradável em razão do movimento. Na volta, quando estiver com as compras, fica ainda pior.

Assim, não sendo possível ir com seu carro, acredito que taxi seja a segunda melhor opção, mesmo porque o dinheiro que gastei com estacionamento, poderia ter sido utilizado para pagar o taxi.

Há também opções de transfer e empresas que fazer esse tipo de turismo. Não vou indicar nenhuma porque nunca fui ao Paraguai dessa forma, mas fica aí mais uma sugestão.

Além do conforto maior, a vantagem de estar com seu carro em Ciudad del Este é a possibilidade de guardar suas compras no porta malas, ao invés de precisar carregá-las o dia todo.

Claro que a depender dos seus interesses, talvez uma mochila já seja o suficiente para guardar as sacolas, não havendo tanta necessidade de estar com carro. Todavia, se busca comprar coisas como eletrônicos maiores, ar condicionado, utensílios domésticos… estar a pé será um problema.

Nessa última vez (quando fui sem carro), acabei não comprando praticamente nada, pois não tinha onde guardar. Levei uma mochila, mas nela só coube coisas pequenas como perfume, maquiagem, roupa e uma ou outra bugiganga.

Shopping China
Shopping China

Onde comprar em Ciudad del Este

Eis o assunto mais importante do post! Ir até Ciudad del Este e não saber onde é seguro para comprar, é melhor nem ir!

Eu digo isso porque embora já tenha melhorado, ainda há muita fraude no Paraguai: perigo de comprar produtos que não funcionam, falsificados ou até mesmo chegar em casa e ver que ao invés de um eletrônico, comprou um tijolo! Tem que ficar atento.

Nunca de atenção a pessoas que querem te parar na rua oferecendo lugar para você estacionar o carro, oferecendo produtos ou com ofertas aparentemente irresistíveis. Também não entre numa loja porque alguém te chamou para entrar. Escolha onde comprar sem nenhuma influência de terceiros, geralmente mau intencionados.

Mesmo com o dólar nas alturas, sempre há promoções nas lojas do PY, então possivelmente você encontrará produtos que valem a pena comparado ao preço no Brasil.

Além disso, da última vez que fui, o dólar estava “congelado” a um valor menor do que a cotação atual nas casas de câmbio. Efetuei o pagamento em real para garantir a melhor cotação.

Quanto a qual moeda usar, você pode optar por pagar em dólar ou real, depende do que está valendo mais a pena no dia da compra e loja escolhida.

Lojas confiáveis:

Mega Shopping Importados – Av. Dr. Luis Maria Argaña, esq. Monseñor Rodriguez, Ciudad del Este.

Casa Nissei – Adrian Jara esquina Regimiento Piribebuy Shopping Hijazi Ciudad del Este, Cd. del Este 7000.

La Petisquera – Avda. Monseñor Rodriguez 810, – Centro – Ciudad del Este.

Madrid Center – Avenida San Blas – Galeria San Blas – Ciudade del Este.

Monalisa – Av. Monseñor Rodríguez y Carlos Antonio López, 654 – Ciudad del Este.

Shopping Paris – Av Doctor Luis Maria Argaña, Ciudad del Este.

O Shopping Paris tem um estilo tradicional, lembra os shoppings brasileiros (mas com lojas de todo o tipo). No último andar tem uma boa praça de alimentação (almocei lá das duas últimas vezes que fui).

O Shopping tem grande variedade de lojas, incluindo principalmente cosméticos, decoração e coisas para casa. Já comprei bastante coisas para casa nas lojas de lá.

Shopping China – fica dentro do Shopping Paris (3º andar).

No Shopping China você encontra um pouco de tudo. É um bom lugar para ir se quiser comprar com conforto, segurança e praticidade (mesmo que talvez pague um pouquinho mais caro por isso). Não é tão grande quanto o de Pedro Juan, mas ainda assim tem bastante coisa.

Agora segue a lista do que você encontra por lá:

  • Setor bebê: roupas, calçados, brinquedos, carrinhos, berços.
  • Setor criança: roupas, calçados, brinquedos, material escolar.
  • Setor casa: eletrodomésticos, utensílios domésticos em geral, decoração.
  • Setor de cosméticos: perfumes, maquiagem, cosméticos em geral.
  • Setor suplementos: suplementos para malhação, suplementos alimentares e alguns medicamentos.
  • Roupas e calçados de diversas marcas importadas.
  • Setor esportivo: trajes e apetrechos para diversos esportes (obs. para neve não tem).
  • Setor de eletrônicos completo e com marcas variadas.
  • Setor multi-coisas: tudo aquilo que você não precisava (ou realmente precisava), até lembrar que existe.
  • Setor bebidas: diversas opções de bebidas alcoólicas.
  • Setor comida: enlatados importados, chocolates, biscoitos, temperos, chás, azeites e tudo mais que não é perecível.
  • Têm ainda os setores de relógios, óculos de sol, bolsas femininas e masculinas, malas, etc.

SAX – Av. San Blas, esquina com Regimiento Sauce – Logo após a aduana Paraguaia.

A SAX é enorme, sendo a opção para quem busca por produtos de luxo e marcas de grife. Não é uma loja barata, então não vá lá procurando promoções, mas sim coisas específicas – tem até um andar reservado para vestidos de noiva!

SAX
SAX

O último andar da SAX é reservada aos restaurantes (almocei lá da antepenúltima vez que fui a Ciudad del Este).

Deixei o link de acesso ao site de cada uma delas para que você possa conferir o que cada uma vende e o estilo do lugar.

Prefira não comprar eletrônicos e produtos de marca em lojas desconhecidas ou não recomendadas, pois o risco de comprar produtos falsificados é alto.

Pesquise antes de comprar, pois sempre há diferença de valores. Geralmente as lojas que mencionei cobrem o melhor preço. Barganhar pode lhe garantir uma boa economia no final do dia.

Para mais informações sobre onde comprar e os valores, indico o site Compras no Paraguai (confira aqui), que separa os produtos por categorias, facilitando a experiência de quem busca algo específico, mostrando em qual loja encontrar e onde fica a loja.

Dicas gerais para não cair em fria:

– Se estiver de carro, dirija com muita atenção porque o trânsito é bagunçado e desorganizado; o segredo é “ir na maciota” e não se incomodar com o povo buzinando sem parar. Mantenha sempre os faróis acessos, pois é lei (mesmo durante o dia).

– Não deixe nada dentro do interior do carro quando estacionar (coloque suas compras sempre no porta-malas).

– Já programe com antecedência as lojas e shoppings que deseja ir.  Quanto mais focado você estiver na hora de definir suas compras, melhor! Lá tem um universo de coisas. O dia passa como se tivesse passado uma hora apenas.

– Ciudad del Este evoluiu muito nos últimos 10 anos. Existem vários shoppings com ótima estrutura, praça de alimentação de qualidade, estacionamento próprio… As lojas de rua continuam aquela mesma “muvuca” de sempre, mas os shoppings… quanta diferença! Atenção redobrada se for caminhar pelas lojas das ruas.

– Cuidado com suas sacolas. Muitas pessoas compram malas de rodinhas para guardar as compras, o que também é uma boa opção.

– Faça a conversão para saber se o preço do produto vale mesmo a pena.

– É possível pagar em dólar ou em real. Da última vez que fui (dezembro/2018) o dólar estava congelado (cotação melhor do que nas casas de câmbio), então efetuei minhas compras pagando em real.

– Se for comprar eletrônicos, peça para o produto ser testado e confira várias vezes se está comprando um produto original. Opte sempre por lojas tradicionais e que já recebeu alguma referência.

– Sempre confira a embalagem, se o produto está certo, se não faltam peça e guarde as garantias.

– Leve seu RG (com data de expedição inferior a 10 anos) ou passaporte. Em algumas lojas (a exemplo do Shopping China) pedem o RG no momento do pagamento.

– No dia das compras, use sapato confortável, porque você vai andar muito (principalmente se você for igual eu, que quer ver tudo e tudo, como se o dia não fosse ter fim).

– Sim, mesmo com o dólar na estratosfera, ainda tem muita coisa que vale a pena por lá. Claro que dessa última vez (mesmo sendo próximo ao natal) não tinha tanta gente fazendo compras, mas as lojas não podem deixar de vender, então nessas épocas costumam fazer boas promoções (e não esqueça de pechinchar, claro).

– Vale a pena trocar as compras nos EUA pelas compras no PY? Em se tratando de eletrônicos em geral, perfumes, óculos de sol, cosméticos (exceto maquiagem) e bugigangas, a resposta é SIM. Em se tratando de roupas, calçados, bolsas e maquiagem, a resposta é NÃO.

– E a cota? U$ 300,00 é o valor da cota para via terrestre.

shopping china
Shopping China

Pedro Juan Caballero (Ponta Porã/MS), Salto del Guairá (Guaíra/PR) ou Ciudad del Este (Foz/PR)?

  • Se for para passear: Ciudad del Este, pois a região da tríplice fronteira é cheia de atrativos e muito turística.
  • Se for apenas para comprar: Salto del Guairá ou Pedro Juan Caballero, dependendo de qual for mais perto pra você.
  • Se for considerar o acesso: Pedro Juan Caballero, pois a fronteira é “seca”.
  • Se for considerar preços e variedade: Ciudad del Este.
  • Se for considerar o menos movimentado: Pedro Juan Caballero.
  • Meu preferido hoje em dia: Pedro Juan, mas já foi os outros quando eu morava no Paraná.
  • O mais fácil de se localizar: Pedro Juan Caballero (é o menor também). Salto del Guará já foi pequeno, mas cresceu muito nos últimos anos.
  • O mais complicadinho de chegar: Ciudad del Este (sempre tem bastante movimento na Ponte da Amizade e a fiscalização aduaneira é mais intensa).
Você gosta das minhas dicas? Então aproveita e segue também o @maladeviagem no Instagram, assim você poderá acompanhar todas as minhas viagens em tempo real!
Já se inscreveu no nosso canal? Se ainda não, aproveita para se inscrever agora: Blog Mala de Viagem no Youtube.
Agora o Mala de Viagem também está no TripAdvisor, com todas avaliações de cada experiência da viagem – aproveita e me segue lá também!

Salve esse post no Pinterest:

Se assim como eu você também ama o universo das viagens e quer aprender como viajar mais, gastando muito menos, quero te convidar para conhecer o Projeto Viaje o Dobro Gastando a Metade. No vídeo de abertura, além de entender como o projeto funciona, você terá acesso imediato a várias dicas de economia para por em prática já na sua próxima viagem!
Anna
Anna
Escorpiana assumida, Defensora Pública em MS e wanderlust por natureza. Está sempre programando uma nova aventura e em busca de experiências, porque acredita que a melhor viagem é sempre a próxima!