AméricasColômbiaSan Andrés

San Andrés: um guia completo com dicas de onde comer na ilha caribenha

onde-comer-san-andres

Dando continuidade aos posts da série Guia Completo de San Andrés, hoje vou falar sobre uma coisa que eu amo: comida! Então vou compartilhar com você um pouco sobre os restaurantes que fomos em San Andrés, os pratos escolhidos e os preços.

Ficamos do dia 04 até o dia 11 de maio na ilha, então deu pra experimentar vários restaurantes, com opções diferentes e preços variados.

Você conseguirá ter uma base para calcular quanto precisa levar de dinheiro para alimentação quando estiver em San Andrés, considerando o seu estilo de viagem.

San Andrés tem muitas opções de restaurantes e uma ótima culinária. Se quiser conhecer a variedade da ilha, o ideal é não se hospedar num hotel all inclusive, pois isso vai acabar te limitando.

Mr. Panino

Esse foi o primeiro restaurante que fomos quando chegamos em San Andrés. Fomos no jantar, por volta das 19h.

Ele fica no centro e é meio escondidinho, mas com o TripAdvisor em mãos, foi fácil achar.

É um restaurante bem pequeno e com poucas mesas, mas como chegamos cedo, havia várias mesas disponíveis (na hora que terminamos já estava cheio).

Foi lá que provei pela primeira vez a famosa limonada de coco (feita com leite de coco)! Achei uma delícia – é uma bebida típica da região.

Eu pedi um salmão grelhado com salada e o Rodrigo pediu uma massa com frutos do mar. Pelo que percebi, o restaurante só vale a pena para quem curte massas, caso contrário desconsidere o lugar.

O prato de macarrão veio bem servido, assim como a lasanha do rapaz da mesa do lado (que eu fiquei de olho). Porém, o meu salmão não estava grande coisa não.

Em resumo: não é um restaurante que eu voltaria para comer peixe, mas se for pra pedir massa, então vale a opção.

Valor da conta: R$ 130,00.

Restaurante La Regatta

Fica no centro, próximo ao porto de onde saem os barquinhos para os passeios que levam os turistas às ilhas do Acuário e Johnny Cay.

San Andrés - La Regatta
Restaurante La Regata

É preciso fazer reserva, principalmente se você for ao restaurante no final de semana.

Fomos duas vezes: da primeira vez, que era final de semana, fizemos reserva (passamos lá na parte da manhã e reservamos para noite do mesmo dia), da segunda vez era meio de semana, chegamos sem reserva e tinha mesa disponível.

Tentamos ir uma terceira vez para almoçar, mas naquele dia estava fechado.

Esse é o restaurante mais “famosinho” da ilha de San Andrés, e mais romântico também, principalmente se você conseguir uma mesa no deck do lado de fora.

No primeiro dia, pedimos de entrada um tartar de atum, de prato principal um salmão com purê e molho de maracujá, e um atum selado que acompanhava salada. Para beber: água, limonada de coco e vinho. A sobremesa foi brownie com sorvete.

Valor da conta: em torno de R$ 300,00 (sem o vinho seria em torno de R$ 200,00).

No segundo dia, pedimos de entrada uma salada com camarões e lulas (estava muito boa), de prato principal eu pedi um pescado com frutos do mar, e o Rodrigo escolheu espaguete com frutos do mar. Não pedimos sobremesa e não tomamos vinho.

Valor da conta: mais ou menos uns R$ 160,00 (nesse dia não pedimos vinho nem sobremesa).

Salada com camarões e lulas – La Regatta

Adoramos o restaurante! Aprovado!

Restaurante da Ilhota Haynes Cay

A ilhota de Haynes Cay fica a poucos metros do Acuário e você chega até ela atravessando pela água mesmo.

O clima do lugar é perfeito e a vista é fora do normal! Talvez seja esse o motivo pelo qual talvez seja uma boa opção almoçar lá.

O maior problema é que o garçom esqueceu o nosso pedido e nossos pratos demoraram mais de 50 minutos. Se não fosse pela vista do local, teríamos desistido.

Lá comemos o prato tradicional e básico que vendem em San Andrés: arroz de coco (eu gostei) + pescado (estava bom) + banana frita (adoro banana frita, mas essa não tinha nada de gosto nada) + salada.

Não sei se a fome que estava apertando ou se foi o tal do prato simples e tradicional que deu certo, porque eu lembro de ter comido tudinho.

Valor da conta: cada um desses pratos custou em média uns R$ 40,00.

Restaurante em Haynes Cay

Eu pedi também uma bebida chamada “Coco Loko” (era pra ser uma mistura de suco de frutas com rum, servida no coco), mas veio uma coisa vermelha, com gosto de remédio, servida num copo de plástico… Muito ruim,

Se quiser provar o “Coco Loko”, experimente em outro lugar.

Em razão da demora, eu não voltaria… mas a vista é tão espetacular que me faria pensar duas vezes.

Haynes Cay

Café Café

Fica bem no início do calçadão (mas um pouquinho antes, não chega a estar dentro do calçadão), no centro.

É um restaurante/barzinho com cardápio variado: lanches, saladas, massas…

Eu pedi uma salada com frutos do mar e o Rodrigo uma lasanha. Tanto a salada quanto a lasanha estavam muito boas.

Para beber eu fui de limonada de coco e Rodrigo pediu cerveja.

O Café Café é uma opção de lugar barato, com comida gostosa. Não foi nosso preferido, mas voltaríamos! É uma ótima opção para aquele dia que você voltou cansado de algum passeio e quer algo rápido.

Valor da conta: R$ 80,00

Peru Wok

Esse foi o nosso restaurante preferido para almoçar (e o La Regatta para jantar) e também estivemos nele duas vezes.

O Peru Wok fica perto do Café Café, um pouco mais pra frente, do outro lado da rua.

Além da ótima comida, a vista também é sensacional.

Peru Wok

Pedimos um ceviche misto bem grandão, que custou uns R$ 80,00. Só isso já estaria de bom tamanho, mas como não sabíamos o tamanho, fizemos pedido também de uma lagosta (cerca de R$ 100,00).

Para beber: limonada de coco e cerveja.

Peru Wok

Da segunda vez que estivemos lá, eu pedi um ceviche (de tamanho normal) e Rodrigo pediu um pescado.

Novamente os pratos estavam ótimos. Nesse dia também provamos o pisco sour.

Valor das contas: de R$ 140,00 a 240,00 (dia que pedimos o ceviche grande e a lagosta).

Restaurante do Hotel Casa Blanca

O Hotel Casa Blanca fica super bem localizado e no calçadão da praia central. O restaurante do hotel tem vista para esse calçadão (é legal parar ali e olhar o movimento).

Pedi salmão e novamente me dei mal. Estava péssimo. Rodrigo comeu carne e estava conforme ele queria, mas o prato era apenas carne com legumes (porção pequena).

Sem maiores delongas: não valeu a pena.

Valor da conta: R$ 120,00.

Restaurante da Ilha de Johnny Cay

Não almoçamos no restaurante de Johnny Cay, mas o prato era semelhante àquele da ilha de Haynes Cay (arroz de coco, banana/patacóns, peixe… algo nesse estilo).

Eu vi que o pessoal que queria almoçar lá, já fez o pedido logo que chegou, pois o guia (a pessoa que acompanha o pessoal que veio no mesmo barco) explica como funciona a ilha e nesse momento já pergunta quem quer almoço.

Valor do prato: uns 35.000 COPs (em torno de uns R$ 45,00).

Consumimos apenas alguns drinques e deixamos para almoçar no Peru Wok na volta (escolha acertada).

Restaurante Punta Sur

Almoçamos no Punta Sur (que fica na parte sul da ilha) no dia que fizemos a volta à ilha e estávamos motorizados com nosso carrinho super fofo!

No dia da volta à ilha de “mula”

É um lugar muito bonito: o restaurante tem o formato de navio e fica de frente ao mar (em cima do mar, pra ser mais exata).

Restaurante Punta Sur

Ali também tem uma piscininha que você pode usar se consumir determinados pratos do cardápio (pratos mais caros como lagosta, que custava em torno de 80.000, 90.000 COPs).

Nesse dia pedimos um ceviche misto de entrada (estava gostosinho, mas o do Peru Wok era bem melhor), e de prato principal peixe com molho de gengibre + arroz de coco + banana (de novo achei que não tinha gosto de nada) + salada…

Como você pode notar, esse é o prato “tradicional da ilha” – simples, barato (se bem que nesse restaurante era um pouco mais caro) e gostoso (mas não crie grandes expectativas).

Punta Sur

Valor da conta: R$ 140,00

*esse restaurante não aceita cartão (pelo menos não aceitava quando fomos – maio/2017).

Eu gostei e voltaria. A vista é linda e o prato de pescado com arroz de coco estava gostoso.

Gourmet Shop

Fica perto do restaurante La Regatta, bem na frente de uma pracinha.

Lugar bem bacaninha, com cardápio variado. Pedimos salada (muito boa e bem servida) + sopa com frango no pão (eu gostei) + filé com purê e mais salada.

Valor da conta: R$ 140,00.

É uma boa opção também… voltaríamos no Gourmet Shop.

Cocoplum – Aqua Beach

Ótima opção para passar uma tarde na ilha de San Andrés. Funciona no estilo “day use” e fica em Rocky Cay.

Se você consumir mais do que 20.000 COPs você já pode usufruir da infraestrutura do local: cadeiras de praia, guarda-sol, mesas…

Gostei dos pratos: peixe, camarão, lula, salada, arroz de coco, batata frita. Tudo estava saboroso.

restaurantes aqua beach
Cocoplum – Aqua Beach

É um lugar legal para passar o dia, relaxar, nadar até a ilha de Rocky Cay (onde tem um navio submerso e é possível fazer snorkeling).

Também é bacana pra quem viaja com crianças, porque é um lugar bem tranquilo, menos movimentado que o centro e a praia do centro.

Valor da conta: R$ 170,00

Juan Valdez

Ponto de parada para aquele cafezinho esperto.

Valor da conta (café expresso, água): uns R$ 20,00, para o casal.

Outras opções em San Andrés

Agora segue uma listinha com outros restaurantes e barzinhos em San Andrés, que não provamos, mas que aparecem como bem cotados na opinião dos turistas:

Beer Station – faltou tempo… muita gente coloca ele como barzinho imperdível. Tem uma vista bem legal.

Donde Francesca na Playa de San Luis – passamos na frente, mas achei o lugar meio feio. Sei que talvez tenha julgado pela aparência e lá dentro seja diferente, mas acabou que não chamou a atenção, entende?

Capitão Mandy – tentamos ir, mas ficava em uma região fora da parte turística e também não era nada apresentável. Não sei se tem mais de um “Capitão Mandy” na ilha, mas o lugar que nos mostraram não agradou.

De qualquer forma, o restaurante aparece muito bem avaliado no TripAdvisor.

Miss Celia – fica perto do La Regatta também. Fomos até ele e olhamos o cardápio, que tinha aquele basicão. Acabamos mudando de ideia e fomos no Peru Wok (pela segunda vez).

El Rincon de Langosta – esse não chegamos a ver onde era, mas talvez seja uma boa opção.

Outras opções bem avaliadas no TripAdvisor: La Costilla de Juan, The Grog Rocky Cay San Andres, Seaweed,  Mahi-Mahi Restaurant.

Esse é o post de hoje pessoal! Espero que seja útil na sua programação para San Andrés.

Outros posts sobre San Andrés aqui no blog MV:

Sempre que você faz alguma reserva ou adquire algum produto/serviço utilizando um link aqui do blog, eu ganho uma pequena comissão do site. Você não paga nada a mais por isso e ainda me ajuda a manter o Mala de Viagem atualizado e sempre cheio de novidades!

Aluguel de carro

Rent Cars

Seguro Viagem

Seguros Promo

Passagens aéreas baratas

Passagens Promo

Passeios e ingressos

Get Your Guide

Chip Internacional

SimPremium

Anna
Anna
Escorpiana assumida, Defensora Pública em MS e wanderlust por natureza. Está sempre programando uma nova aventura e em busca de experiências, porque acredita que a melhor viagem é sempre a próxima!