BrasilBrotasHospedagemSão Paulo

Roteiro de final de semana em Brotas – Ecoturismo em São Paulo

Adoro cidades que me proporcionam contato com a natureza, esportes de aventura, relaxamento em meio a cachoeiras exuberantes e as mais lindas fotos do Instagram! E isso Brotas, no interior de São Paulo, facilmente faz por você. Quer saber como? Vem comigo que te explico tudinho como foi passar um final de semana por lá, curtindo uma das cidades mais adoráveis do estado de São Paulo.

Brotas (260 quilômetros da capital SP), a cidade do cantor Daniel (praticamente tudo lá é dele ou da família), é uma cidade perfeita para os amantes da natureza. Um destino cheio de parques de cachoeiras, rios para prática de rafting e muitas atividades aquáticas, incluindo tirolesas com muita adrenalina e esportes de aventura.

No início de outubro, fomos convidados a participar de uma viagem com outros blogs de viagem (press trip) para divulgar a cidade de Brotas – SP.

Junto com o Blog Mala de Viagem, embarcaram nessa press trip:

Como chegar em Brotas?

Chegar até Brotas foi simples: um voo até Campinas e depois mais 170 quilômetros de carro (alugamos no aeroporto de Viracopos) e pronto! Também é possível chegar por Congonhas (250 quilômetros) ou Guarulhos (270 quilômetros).

A estrada é uma típica estrada paulista, toda duplicada e bem conservada (calma que Mato Grosso do Sul ainda chega lá).

Prepare-se apenas para a consequência: 4 pedágios nada baratos. Mas ok, melhor uma estrada com pedágio e bem cuidada, do que um pneu furado.

Há, porém, uma opção de estrada sem pedágios: Campinas – Americana – Santa Barbara – Piracicaba – São Pedro – Brotas.

Onde se hospedar em Brotas?

Ao chegar na hospedagem escolhida, bem no centro de Brotas, uma agradável surpresa: o Hotel Pousada Natural de Brotas reunia todas as qualidades e características que eu tenho como prioridade quando faço uma viagem de ecoturismo.

Quarto confortável e espaçoso com cama queen size, frigobar, TV LED 32″, cabideiro, apoio para mala, ar condicionado Split e Wi-Fi. No banheiro destaque para o secador profissional Taiff.

Além dos apartamentos de categoria standard (como o que fiquei), existem os apartamentos de categoria deluxe, que oferece SPA, varanda com rede ou sacada e decoração diferenciada.

O SPA (acesso gratuito aos hóspedes dos apartamentos deluxe) possui hidromassagem, sauna, cascata e cromoterapia (deve ser agendado com antecedência e comporta até 10 pessoas por horário).

Para uma viagem em casal, é possível contratar o kit lua de mel (R$ 249,00), que oferece decoração romântica, cama forrada com pétalas de flores do campo, espumante (com ou sem álcool), frutas frescas da estação, chocolates e kit com perfumaria exclusiva.

O café da manhã, servido das 8 às 10 horas, é repleto de opções de pães, bolos, doces, quitutes, iogurtes, frios… No meu caso, que prefiro manter minha rotina de alimentação saudável inclusive nas viagens, também me senti muito bem atendida: variedade de frutas, sucos naturais (incluindo suco detox), pão integral, queijo branco e ovo.

Portanto, seja qual for sua preferência durante uma viagem (fit ou fat), na Pousada Natural Brotas você encontrará um café da manhã farto e variado.

Sobre o ambiente, novamente trago mais elogios! A Pousada Natural é aconchegante e marcou pontos no seu objetivo: fazer com que o hóspede se sinta em casa!

Além das plantas que rodeiam a recepção e piscina, sofás, redes, cadeiras de balanço estão presentes por toda parte, sendo que cada cantinho é especial e aconchegante.

E não para por aí: que tal um banho na piscina quentinha para relaxar um pouco depois que voltar de um passeio?

A piscina é climatizada, tem hidromassagem (para até 12 pessoas) e cascata. Rodeando a piscina estão as mesinhas com guarda-sol, cadeiras e espreguiçadeiras.

Ao lado da piscina tem ainda uma churrasqueira (com cozinha completa) que pode ser utilizada pelos hóspedes. Mais uma vantagem que a pousada oferece, principalmente para quem viaja em grupos de amigos ou com a família! Para as crianças, nessa mesma área da piscina, tem um parquinho.

A pousada também conta com um salão de jogos como videogame, tênis de mesa, bilhar, pebolim, tamancobol e baralho. A parte de lazer é bem completa, então vale à pena reservar um tempinho entre os passeios para curtir o hotel.

Para fechar com chave de ouro, destaco a preocupação da pousada com a sustentabilidade: faz a separação de lixo, utiliza lâmpadas de led e possui crédito de carbono.

E por tais razões, juntamente com o atendimento de qualidade que recebemos no local, é que indico a Pousada Natural de Brotas como uma ótima opção para sua hospedagem em Brotas.

Os seus passeios em Brotas também podem ser reservados diretamente pela Pousada e com transporte free para as principais atividades.

Se estiver de carro, poderá estacionar no estacionamento próprio da pousada, sem custo adicional.

Para quem quer levar o animal de estimação, mais uma boa notícia: o hotel é pet friendly.

Hotel Pousada Natural de Brotas:

  • Site oficial: https://hotelnatural.com.br/hotel-natural/
  • Contato: (11) 96936-0000 Whatsapp, (14) 3653-8081, (14) 3653-4403
  • Email: hi@hotelnatural.com.br

Onde comer em Brotas

Se a ideia for comer um hambúrguer gourmet, indico o Riff Burguer and Bar, que, inclusive, tem até opções veganas e está muito bem avaliado no TripAdvisor, vulgo “Mestre dos Magos”.

Minha segunda sugestão é o Brotas Bar, o primeiro restaurante temático de Brotas!

O Brotas Bar foi construído em um antigo casarão da cidade, preservando a estrutura e detalhes da construção original, como os pisos hidráulicos.

A decoração dos vários ambientes que compõem o restaurante, mescla rústico e moderno, numa composição que te faz querer ficar mais.

Um dos ambientes é uma homenagem ao esporte mais famoso de Brotas: o rafting, inclusive com um salão todo dedicado a contar um pouco sobre a história do esporte na cidade, os títulos nacionais e internacionais que são motivo de tanto orgulho para todos os cidadãos de Brotas.

Se o ambiente agrada, a comida não fica nem um pouco atrás: cardápio variado, opções de entradas, petiscos, lanches, pratos principais e sobremesas… Peixe, carne, massa, risoto (…) e destaque para a picanha na chapa, carro chefe da casa (o salmão também estava delicioso).

Passeios em Brotas

Durante o meu final de semana em Brotas, conhecida como capital do turismo de aventura, tive a oportunidade de fazer três passeios: Hotel Fazenda Areia que Canta, Recanto das Cachoeiras e rafting!

Todos eles são indicados para toda a família e mais variadas idades. Até mesmo o rafting pode ser feito por crianças a partir de determinada idade (a título de exemplo: uma criança de cinco anos estava no meu bote e adorou o passeio).

Hotel Fazenda Areia que Canta

O grande atrativo do Hotel Fazenda Areia que Canta é a nascente Areia que Canta Brotas, com sua água cristalina e de tonalidade esverdeada. Lembra em muito os fervedouros do Jalapão – TO (mas sem a parte de “não afundar”).

Leia também aqui no MV:

Sabendo já da fama da nascente, a visita ao hotel fazenda foi um dos pontos altos da viagem, pois eu já tinha visto fotos e ouvido falar muito sobre o lugar (até minha irmã já havia ido pra lá com uma excursão da escola) e estava doida para conhecer.

Para quem visita o Hotel Fazenda Areia que Canta, são duas opções: hospedar-se no hotel ou adquirir o day-use. Caso opte por se hospedar no hotel, poderá desfrutar do sistema all inclusive e simplesmente curtir os atrativos, sem precisar se preocupar com mais nada.

Não nos hospedamos no hotel, mas fizemos o day-use e aproveitamos a estrutra do hotel fazenda por uma tarde inteira.

O hotel remete de verdade à estrutura de uma fazenda: é rodeado de mata, tem rios, cachoeiras, nascente, lago, horta, animais e gastronomia típica de fazenda, obviamente! Uma delícia.

Chegamos próximo a hora do almoço, então depois de experimentar a tirolesa sobre o lago, fomos direto para o restaurante. Nossa, tinha muita comida boa!

O day-use e Circuito Areia que Canta da acesso às seguintes atividades:

  • Pesca esportiva.
  • Visita a horta.
  • Museu Casa da Fazenda (que conta família proprietária e da fazenda onde foi construído o hotel).
  • Passeio auto guiados para conhecer e interagir com os animais da fazenda.
  • Visita à nascente Areia que Canta.
  • Trilha do rio Tamanduá.
  • Banho de rio, prainha e cachoeiras (tudo isso dentro do hotel).

Na recepção cada visitante recebe um saquinho com ração para alimentar os animais da fazenda. Fiquei apaixonada por esses babies bodes e achei fofo eles vindo comer a ração na mão.

E a melhor parte do passeio ainda estava por vir: a flutuação na nascente Areia que Canta!

Na nascente a água brota do chão em meio a uma areia muito branca, feita de finíssimos grãos de quartzo, que reproduzem som de cuíca quando friccionados.

Então, se até agora você estava perguntando qual o motivo do nome da nascente e do hotel fazenda, agora já sabe! Sim, a areia da nascente realmente “canta”! Basta friccionar os grãos de areia e de imediato será surpreendido pelo som que é produzido: eis mais uma atração que chama a atenção dos visitantes.

É permitido entrar na nascente, mas desde que seja feito uso de colete salva-vidas, pois é necessário preservar o ecossistema, não podendo o visitante pisar no solo.

Há muita preocupação e cuidado com o meio ambiente, tanto que a flutuação é monitorada, com tempo marcado e somente pode entrar três pessoas por vez.

Ao contrário dos fervedouros do Jalapão, a temperatura da água aqui é bem mais fria… Mas isso só nos primeiros segundos, pois logo em seguida você já fica entretido(a) com a beleza do lugar, tonalidade e limpidez da água, e acaba esquecendo do frio!

Depois da flutuação na nascente foi hora de continuar a trilha até as corredeiras do Rio Tamanduá, que se trata de um lajeado de pedra por onde corre o rio que corta a fazenda, formando pequenas quedas e “bacias” para hidromassagem natural. Mais oportunidades para mergulhar e fazer uma massagem natural com a força da água.

O passeio é acompanhado por monitores da fazenda e tem duração entre 2 horas e meia a 3 horas.

Também é necessário uso de tênis ou sapatilha de mergulho fechada, em razão da caminhada de 2 quilômetros no total e para o mergulho no Rio Tamanduá.

Valores do day-use:

  • Visita guiada (Circuito Areia que Canta): R$ 55,00 por pessoa (durante a semana na baixa temporada), R$ 70,00 aos sábados e domingos (baixa temporada) e R$ 90,00 nos feriados, férias e alta temporada. Crianças até cinco anos são cortesia e entre seis e onze anos têm 50% de desconto.
  • Restaurante da Fazenda (almoço no estilo buffet): finais de semana R$ 70,00 (baixa temporada); férias, feriados e alta temporada R$ 90,00. Crianças até 5 anos não pagam. Desconto de 50% para crianças de 6 a 11 anos.
  • Tirolesa sobre o lago: R$ 10,oo – travessia de 300 metros a 12 metros de altura.

Recanto das Cachoeiras

O Recanto das Cachoeiras (localizado a 18 quilômetros do centro de Brotas) é um ecoparque com trilha auto-guiada e atividades para passar o dia todo, principalmente em breve, já que a piscina de borda infinita com vista para as montanhas está quase pronta!

Na entrada você já se depara com um mapa explicativo, onde há descrições do parque e atrações oferecidas:

  • Salão panorâmico para jogos, leitura, relaxamento e descanso.
  • Restaurante orgânico: vegetais, carnes, frangos e ovos são produzidos dentro do parque.
  • Piscina cênica e solarium: a piscina está em fase final de construção e, quando finalizada, terá vista para toda a paisagem das “cuestas” de Brotas.
  • Trilhas estruturadas no meio da mata: as trilhas são calçadas, sombreadas e com corrimão.
  • Atividades de aventura como arvorismo, tirolesa, rapel e quadriciclo.
  • Duas cachoeiras para banho.
  • Quatro mirantes panorâmicos.
  • Playground para crianças.
  • Redários.
  • Cavalgadas.
  • Trilha da Pedra Branca (trilha realizada mediante agendamento prévio e com acompanhamento de guia em razão de passar pela mata fechada até chegar em uma piscina natural).

O mirante principal do Recanto das Cachoeiras é um espetáculo à parte. Fiquei só imaginando quando a piscina de borda infinita estiver pronta, logo ali do lado… Um vinho, um piquenique no gramado, e aposto que ninguém vai querer sair de lá!

A Trilha Mata D’entro ( (1.200 metros no total) que leva até as duas cachoeiras do atrativo é muito tranquila, de intensidade leve e com acesso facilitado em razão de ser pavimentada e com corrimão durante todo o percurso.

A primeira cachoeira é a Roseira, que tem como característica principal a vista para o vale e a para uma grande ponte suspensa, ótima para fotos!

A cachoeira Roseira possui 55 metros de altura e é formada pelos córregos Tijuco Preto e Roseira.

A próxima cachoeira é a Santo Antonio, formada pelo córrego da Roseira, possui 20 metros de altura e é cenário de muitos casamentos!

O mais legal da cachoeira Santo Antonio é a passarela construída embaixo da queda, sendo possível passar de um lado para outro. Você literalmente fica embaixo da cachoeira.

Nosso passeio no Recanto das Cachoeiras foi de apenas uma manhã (em razão do tempo limitado por ser uma viagem de final de semana), mas recomendo passar mais tempo para aproveitar com mais calma as cachoeiras e os mirantes, bem como as atividades extras.

Valor do day-use:

No day-use, que custa R$ 70,00 por pessoa, não está incluso almoço, nem as atividades extras como tirolesa, arvorismo, cavalgada, quadriciclo, que devem ser agendadas na recepção e a um custo adicional conforme a atividade desejada.

O day-use inclui acesso ao parque, mirantes, cachoeiras e piscina.

Rafting

O Rafting é a atividade de aventura mais procuradas de Brotas, pois é conhecido como o mais emocionante Rafting do Brasil.

A fama do esporte não é à toa: a equipe profissional da cidade já conquistou vários troféus em campeonatos internacionais.

E se vale a dica: eis aqui uma atividade que você não pode deixar de fazer quando visitar Brotas. E nem me venha com a desculpa de que não vai fazer porque tem medo, viu? Para você se tranquilizar, já adianto que tinha uma criança de cinco anos no mesmo bote que eu (olha aí nas fotos a prova).

Fizemos o rafting com a Território Selvagem Canoar, uma empresa muito renomada em Brotas, principalmente pela atenção que tem com a segurança dos clientes, além do profissionalismo e experiência da equipe.

Inclusive, a Território Selvagem Canoar foi a primeira empresa de Brotas a ter o Certificação Internacional ISO21101 ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) NBR 15.331 – Sistema de Gestão de Segurança, comprovando ser referência na cidade.

Não bastasse a eficiência do serviço, no horário marcado, o ônibus da agência passou nos buscar no hotel e, desde o início foi diversão na certa! Que pessoal animado… Foram contando piadas e fazendo brincadeiras durante todo o trajeto até chegar no rio Jacaré Pepira (que possui 10 quilômetros de extensão), onde é feito o rafting.

Antes do rafting começar, a equipe passa as instruções, divide os grupos, entrega os coletes, capacetes, remos, e pede para que todos façam um alongamento, afinal, remar exige esforço físico! Treino de braço foi concluído com sucesso naquele dia!

E antes de ir para o rio, um treinamento prático, no bote que comporta até sete pessoas, é feito no lago, com ensinamentos básicos que serão de fundamental importância na hora que “for para valer”.

Eu nunca tinha feito rafting e adorei a experiência. Seguindo as instruções consegui fazer tudo conforme manda o figurino, sem grandes dificuldades, além de me sentir em total segurança durante toda a atividade.

No final chegamos todos um pouco cansados (não disse que remar exige esforço?), mas a experiência foi digna de: “quero repetir”.

Por a viagem ter sido em período de poucas chuvas (início de outubro), o rio estava com o nível abaixo do normal, sendo que em alguns pontos, era possível sentir o solo com o remo. O problema é que com o rio tão baixo, às vezes o bote não passa, ficando preso nas pedras. Quando isso acontecia, o grupo seguia os comandos do instrutor e rapidamente tudo era resolvido.

Quando estava quase acabando o passeio, o instrutor liberou o grupo para nadar um pouco no rio, numa parte onde a correnteza é mais fraca e não há decidas ou pedras que possam colocar a segurança em risco.

Todo o trajeto é fotografado pela Território Selvagem Canoar e as fotos são vendidas aos clientes que tenham interesse. Adorei as fotos e recomendo a compra, pois o fotógrafo consegue os melhores ângulos e momentos (por outro lado, as fotos que tentei tirar com a GoPro ficaram péssimas e todas com água na lente – sério! não salvou nenhuma).

No final do passeio a equipe serviu água, suco e cachaça com mel aos aventureiros. Claro que fui direto na cachaça com mel, pois estava completamente molhada e fazia frio (tinha acabado de chover um pouquinho e o tempo estava meio fechado)… E o que pode ser melhor para esquentar numa situação como essa senão uma pinguinha com mel? Não deu outra!

No rafting é necessário usar tênis ou sapato fechado (a exemplo das sapatilhas de mergulho) e ir preparado para se molhar, mesmo porque é comum as brincadeiras entre os botes, onde o objetivo é molhar os ocupantes do bote vizinho com o uso dos remos… Todo mundo sai encharcado, e essa é uma das partes mais legais da brincadeira!

Se quiser se trocar após passeio, leve uma troca de roupa, caso contrário, uma toalha já ajuda.

Para que o rafting possa ser realizado, existem os seguintes limites conforme o nível do rio:

  • Nível do Rio: 0,3 a 1,00m = Altura mínima: 1,20m
  • Nível do Rio: 1,00 a 1,50m = Altura mínima: 1,40m
  • Nível do Rio: 1,50 a 1,90m = Altura mínima: 1,40m (e saber nadar)
  • Nível do Rio: 1,90 a 2,50m = Transferido para o intermediário
  • Peso máximo = 150 kg

Valor: 

  • R$ 116,00 por pessoa.
Contato da Território Selvagem Canoar:
Tel: (14) 3653-3248
Whatsapp: (14) 99109-0362

Obs. Outro passeio muito conhecido em Brotas é o Ecoparque Cassorova. Infelizmente eu ainda não tive a oportunidade de conhecer, mas a Dani chegou um dia antes em Brotas, conheceu o parque e registrou tudo no Blog Na Mochila da Ninja.

A viagem foi um sucesso graças aos organizadores: Vitor, da Pousada Natural de Brotas e o casal Mari e Paulo do blog Trip A Doiss. Registro aqui meu sincero agradecimento!

O MV esteve em Brotas em uma Press Trip, a convite do Hotel Pousada Natural de Brotas e dos atrativos indicados nesse post. Todavia, sempre descrevo minhas experiências tenho como parâmetro a excelência do serviço prestado, a satisfação com as instalações, gastronomia e atividades oferecidas a todos os clientes. Compartilho apenas conteúdos que acredito ser de extrema relevância para os leitores, sendo minha opinião totalmente livre e desvinculada de qualquer contraprestação.

Compartilhe esse artigo no Pinterest:

Anna
Anna
Escorpiana assumida, Defensora Pública em MS e wanderlust por natureza. Está sempre programando uma nova aventura e em busca de experiências, porque acredita que a melhor viagem é sempre a próxima!