Skip to main content

San Diego a Long Beach – Você precisa conhecer!

Nosso último final de semana em San Diego precisava ser memorável. A ideia foi alugar um carro com uma missão: conhecer o maior número de praias possíveis em dois dias no trajeto que liga San Diego até Long Beach.

No sábado, pegamos o carro já próximo a hora do almoço, então não tivemos muito tempo (escurece por volta das 16h45min aqui durante o outono/inverno) para visitar os lugares que gostaríamos. Para compensar isso, no domingo saímos bem cedinho pra conseguir concluir nosso roteiro com sucesso.

Confira agora o roteiro que fizemos e espero que ele te ajude quando estiver planejando sua viagem pra cá:

Tourmaline Beach:

A praia de Tourmaline Beach é uma subdivisão da Pacific Beach (falei sobre ela no segundo post sobre San Diego).

Essa parte da praia é ao norte, e é o ponto preferido dos surfistas. Foi nossa primeira parada no sábado e, logo quando paramos o carro, já vimos a movimentação dos surfistas por ali.

Windansea Beach:

Windansea está localizada em La Jolla (se quiser saber mais sobre La Jolla, clique aqui).

Também é uma praia indicada para o surf e fica, na minha opinião, em um dos bairros mais lindos de San Diego, que é La Jolla.

Passando por lá, vimos um presépio na beira do mar, decorado para o natal com uma guirlanda! É incrível como eles capricham nas decorações natalinas por aqui… Claro que tivemos que parar pra uma (na verdade muito mais do que uma…) foto!

Del Mar:

Chegamos em Del Mar por volta das 15h30min, e ao ver aquele lugar, uma coisa já ficou clara: era ali que veríamos o sunset daquele sábado gelado, porém ensolarado!

Del Mar é tão lindo quanto La Jolla (está localizado um pouco mais ao norte).

Depois de um clássico café no Starbucks, seguimos para o Seagrove Park, onde nos ajeitamos num charmoso banquinho para ver nosso romântico sunset.

O Seagrove é um parque com espaço para caminhar, fazer um piquenique ou dar uma volta com seu dog (aqui é muito comum esses parques próximos às praias, e todos são uma delícia para passar um tempo).

O mais bacana é a vista que se tem de lá: ele está mais alto do que a praia. Entre a praia e o parque passa uma linha de trem, então imagina a vista do lugar? Sem dúvida essa é uma das praias imperdíveis em San Diego.

Solana Beach:

Solana Beach foi a primeira praia do domingo. Acordamos cedo e partimos de onde paramos no sábado (nossa rota era sentido San Diego/Los Angeles). Adorei o lugar, a cidade é puro charme.

Estacionamos o carro em um parque público com acesso à praia e uma vista linda.

Mesmo com o friozinho que fazia pela manhã, vimos muitas pessoas praticando atividade física (fiquei até com vontade de morar ali e ter aquela rotina também). Definitivamente, aqui na Califórnia o pessoal é bem ativo e em todas as praias e parques tem gente se exercitando, ainda que o dia esteja gelado ou nublado.

Encinitas:

Tão linda quanto Solana, Encinitas também tem seu charme. Paramos em um estacionamento público e há uma escada que dá acesso à praia. Conforme você desce as escadas, a beleza do lugar vai ficando mais e mais evidente.

Também vimos muitos surfistas por lá e fizemos amizade com um americano simpático que estava fazendo seu exercício diário ali nas escadas (e tirou uma foto pra gente, oba!!!).

Oceanside:

Sou suspeita para falar de Oceanside porque adoro praias com piers, e em Oceanside tem um pier amazing!

A praia é extensa, com um amplo calçadão, galera na areia tomando um solzinho e muitos surfistas aventureiros nas águas geladas do Pacífico.

Passamos um bom tempo lá caminhando pela praia e pelo pier. Só faltou um tempo para “largatixar” na areia.

San Clemente:

Passamos rapidamente por San Onofre (pra ser sincera vi apenas uma usina nuclear lá e não me animei muito para procurar a praia) e seguimos para San Clemente.

Paramos na pontinha da praia (no comecinho dela, sentido sul-norte) e percebi que é legal visitá-la com tempo, pois há uma trilha que com vários pontos e parques interessantes pelo caminho.

Como o tempo estava apertado, não deu para percorrer a trilha, então nos contentamos com uma vista geral e com o trilho do trem que também passa por ali, como em Del Mar (esse trem que passa ali é de passageiros, que faz o percurso San Diego – LA. Deve ser uma forma bem interessante de viajar né?)

Dana Point:

Cidade bem pertinho de Laguna Beach, Dana Point é uma boa opção para ver o por do sol (mas que lugar por aqui não seria?)

Também é uma cidade super charmosa que merece ser incluída na sua lista. Nela, o acesso às praias é mais fácil do que em Laguna Beach (vou falar mais sobre Laguna na sequência).

Laguna Beach:

Laguna Beach é bem famosinha por aqui. A cidade é marcada por casas imponentes, o que dificulta o acesso à praia, pois a localização das casas (literalmente “pé na areia”), faz com que a praia pareça algo privado.

Em grande parte da parte costeira da cidade, o acesso à praia é bloqueado pelas casas, então é necessário encontrar o ponto específico para conseguir chegar na areia.

Em Laguna visitamos duas praias – Victoria Beach e Thousand Steps.

A primeira é marcada por esse estilo que eu disse: casas “pé na areia”e um ponto específico que você desce a pé para ter acesso à praia.

A segunda é bem interessante: também com entrada escondida, você desce uma escada (não com 1.000, mas com pouco mais de 200 degraus) antes de chegar à praia – essa é bacana e vale o esforço.

Um pouco mais pra frente (mais para o centro da cidade), há um parque público naquele estilo americano (que eu adoro): amplo espaço, gramado, acesso à praia liberado, bancos, gente caminhando, crianças brincando…

Newport Beach:

Newport é top top! E nossa escolha por lá foi a praia de Corona del Mar, que também lembra o estilo de La Jolla e Del Mar, em San Diego.

Vista incrível, praia com extensa faixa de areia, espaço para prática de esportes, mansões beira mar, um mirante sensacional…

Depois de tudo isso decidimos almoçar em um shopping de Newport – procurei por um Whole Foods no Google e ele ficava dentro desse Shopping, incrível por sinal (um dos meus lugares preferidos por aqui, confesso!).

Huntington Beach:

Quase não chegamos a tempo para o por do sol! Apressados e sem condições para escolher muito, paramos em um ponto onde o acesso à praia não era pago (quando você chega em Huntington Beach – sentido San Diego/LA – vai ver à esquerda um Park, mas tem que pagar 15 dólares por carro para ingressar lá!).

Sorte que deu tempo de achar um cantinho para apreciar o sunset (um “free sunset“, claro).

O sunset em Huntington Beach é peculiar, pois na frente da praia está a ilha de Catalina (dá pra pegar um ferry para visitá-la e dizem ser muito bonita).

Long Beach:

O plano inicial era ver o sunset em Long Beach, mas demoramos além da conta no almoço (o atraso foi pra achar vaga para estacionar na verdade), então fomos até Long Beach já durante à noite apenas para dar uma volta pela cidade.

Uma opção de passeio em Long Beach é visitar o navio Queen Mary, lá atracado. Esse navio data de 1937 e foi aposentado depois de fazer mais de mil travessias EUA-Europa. Além do tour pelo navio, o local também funciona como hotel.

Outro lugar para visitar em Long Beach é o Aquário do Pacífico, que possui mais de 500 espécies marinhas.

Concluído nosso percurso, em 1h30min chegamos em casa (percurso Long Beach-San Diego = 1h30min). Long Beach fica há aproximadamente 30min de Los Angeles (então quase chegamos lá).

Essa é nossa última semana de intercâmbio aqui em San Diego, e depois vamos seguir viagem para San Francisco (de avião) e, na sequência descer a costa oeste (de carro) até LA. Não perca os próximos post, vou continuar contando toda nossa aventura aqui pra você!

Abraço!

Anna.

  • Anna

    olá