DicasPassagens aéreas

10 dicas para um voo melhor e mais confortável! Aproveite seu tempo no ar

dicas para ter um voo melhor

Tem quem ame e quem odeie entrar num avião e passar horas ali dentro até chegar ao destino final. Independente de qual grupo você esteja, hoje vou compartilhar com você 10 dicas para um voo melhor e mais confortável. Você pode até não morrer de amores por viajar de avião, mas a partir de hoje a qualidade dos seus voos nunca mais será a mesma. Bora aprender como deixar essa parte da viagem mais gostosa?

1.Viaje com roupas e sapatos confortáveis

Parece óbvio, mas vejo muita gente viajando com roupas nada indicadas para voos (principalmente os voos longos). O ideal é escolher uma calça que não aperte e uma blusa confortável.

Mulheres: não viajem de salto, pois além do desconforto, os pés costumam inchar durante o voo e depois o sapato vai apertar horrores.

Além disso, os saltos (incluindo botas) possuem estrutura de metal em seu interior e isso faz com que os sinais do raio-x de segurança apitem. Vai ter que tirar os sapatos…

A exceção é o caso de mulheres que optam por viajar de bota cano alto em razão do volume que ela ocuparia na mala. Embora não seja o melhor sapato para embarcar, na escolha entre perder espaço na mala e tirar a bota sempre que passar no raio-x, às vezes eu ainda fico com a segunda.

A depender do tempo de voo você pode até abrir exceções, mas em se tratando de voos longos, procure sempre pensar primeiro no seu conforto.

Caso você precise chegar ao seu destino com roupa e/ou calçado determinado, considere leva-los na bagagem de mão e trocar assim que desembarcar.

2.Não esqueça de levar blusa de frio

As aeronaves são frias. E o ar é ligado em temperatura baixa por questões de segurança.

O ar condicionado tem fundamental importância na manutenção da temperatura ambiente, recirculação de ar até na pressurização da cabine.

A melhor solução é sempre ter uma blusa quentinha em mãos. Eu que sou muito friorenta, dou preferência às blusas com capuz, inclusive.

Outra opção é usar os cobertores do avião (voos internacionais) ou levar o seu próprio cobertor (mas depois você terá que carrega-lo durante toda a viagem).

3.Viaje o tempo todo com o cinto de segurança afivelado

Mesmo quando os avisos de atar os cintos estiverem desligados, a atitude mais prudente é mantê-los afivelados durante todo o voo (confortavelmente, ok? Não precisa fingir que é uma cinta de compressão).

Além do quesito “segurança”, com essa atitude você evita ser, durante seu momento de sono, eventualmente cutucado pela comissária de bordo pedindo que afivele os cintos.

Se você gosta de aproveitar as horas de voo para por seu sono em dia, então opte sempre pelos assentos da janela, assim ninguém precisará te acordar pedindo licença para levantar ou ir ao banheiro.

Leia também aqui no MV:

4.Entenda porque ocorre a turbulência e não sinta medo quando ela acontecer

melhor assento

Turbulências são comuns e fazem parte de todo e qualquer voo. O que muda é a intensidade.

Turbulências leves são aquelas que simplesmente balançam o copo de água que está na mesinha de refeição à sua frente. Turbulências severas podem machucar pessoas que não estejam com seus cintos de segurança afivelados.

A reação de uma aeronave à turbulência varia conforme a velocidade do vento, tamanho da aeronave, velocidade e altitude. O lado bom é que, por mais forte que seja uma turbulência, o avião não vai cair!

O chato da história é que turbulências não podem ser evitadas, pois é um fenômeno ligado ao ar, e o ar não pode ser visto, consequentemente, a turbulência também não. Hoje em dia, a melhor forma de “prever turbulências” é a comunicação entre os pilotos.

Para ajudar há também o radar meteorológico que captura gotículas de água ou gelo das nuvens, fornecendo aos pilotos a rota que deve ser evitada, principalmente quando tiver nuvens Cumulus Nimbus no caminho.

Embora desconfortável, turbulência não gera danos graves. Para se manter em segurança, mantenha o cinto afivelado.

Para minorar os efeitos de eventual turbulência, escolha um assento próximo das asas, onde está o centro gravidade do avião.

Para tirar todas suas dúvidas sobre turbulências e funcionamento das aeronaves, recomendo o blog Aviões e Músicas.

5.Leve máscara para dormir, protetor auricular e travesseiro para pescoço

Provavelmente você já não terá espaço suficiente (exceto se estiver viajando na classe executiva), então para que tornar seu sono pior pela claridade, barulho e dor no pescoço?

A máscara para dormir é excelente na hora que seu vizinho resolve acender a luz de leitura e você quer dormir… Ou quando o vizinho da frente resolve abrir a veneziana da janela num voo diurno.

O protetor auricular protege significativamente seu ouvido do barulho. Existem várias opções para comprar, e eu sempre opto pelos descartáveis.

O travesseiro de pescoço vai te ajudar a evitar aquele torcicolo terrível pós voo. O lado ruim é que se optar por levá-lo, vai ter que carregá-lo consigo durante toda a viagem. Mas acho que vale o esforço.

Caso entenda que o travesseiro irá ocupar muito espaço depois, então use os travesseiros do voo mesmo. Nesse caso, sugiro que leve um pequeno spray com sua essência preferida, pois dormir com um travesseiro cheiroso ajuda muito!

Eu comprei uma essência específica para travesseiro. Basta uma borrifada e pronto, cheirinho bom garantido!

Outra dica é acordar umas 2 horas mais cedo no dia do seu voo, assim a probabilidade de você conseguir dormir no avião será maior.

Por fim, evite voos diurnos se você pretender passar as horas dormindo.

6.Leia as instruções de segurança

Passaporte

Principalmente se você se encaixa no grupo daqueles que tem medo de voar, preste atenção na demonstração de segurança dos comissários de bordo e lei o cartão de segurança.

Confira onde estão as saídas de emergência e escolha assentos próximos a elas. Por cautela, deixe para tirar os sapatos acima de 10.000 pés de altitude e mantenha sempre seu cinto afivelado.

Mas Anna, porque você está falando tudo isso?

Segundo as estatísticas, a chance da sua aeronave se acidentar é de 1 em 9 milhões, mas se isso vier a ocorrer, seguindo os procedimentos corretos, a chance de sair vivo no caso de evacuação forçada, aumenta significativamente.

7.Assista filmes ou seu seriado preferido

Adoro aproveitar os voos longos para ver todos os filmes que queria ver e ainda não tinha visto.

Baixar no celular os episódios da sua série do momento também é uma boa opção.

O fato é que assim o voo vai passar mais rápido e provavelmente você nem vai ter tempo de sentir medo.

Não esqueça de levar seu fone, caso queira assistir algo ou ouvir músicas que estejam no seu celular.

8.Aproveite o tempo do voo para colocar a vida em ordem

Escrever um post novo para o blog, organizar a pasta de fotos da viagem, editar algumas fotos e vídeos, são exemplos de coisas que eu gosto de fazer quando estou entediada no voo.

Geralmente eu durmo muito durante o voo, então não me sobra tanto tempo assim, mas entre uma soneca e outro filme, escrever algo novo para o blog ou pelo menos organizar as pendências é um ótimo “passatempo”.

Você também pode aproveitar o voo para se organizar, fazer uma lista dos afazeres, estabelecer prioridades ou até mesmo terminar de fazer o roteiro da sua viagem… Se não tiver nada disso pra fazer, quem sabe uma revista de palavras-cruzadas ou um livro não seja uma boa opção?

9.Leve alguns snacks no voo

Embora haja refeições durante o voo, nada como ter seus próprios lanches né?

Nem sempre minha fome bate com a hora em que as refeições são servidas. E por essa razão adoro ter meus snacks em mãos.

Atente-se apenas ao tipo de alimentos que irá levar, pois há países que não permitem que o passageiro ingresse em seu território com alimentos perecíveis.

Leia também aqui no MV: 

10.Não deixe sua bagagem de mão fora do seu alcance e vigilância

Documentos, dinheiro, câmeras, celular… Provavelmente tudo de mais valioso e importante está na sua bagagem de mão, certo?

Não deixe ela sem supervisão e fora do seu alcance. Se você estiver viajando com mala de bordo + mochila/bolsa, coloque os itens de valor na bolsa e deixe ela nos seus pés (embaixo do assento à sua frente).

Assim você poderá relaxar durante o voo, sem se preocupar com a segurança (ou falta dela) dos seus bens de valor e documentos!

Um ótimo voo! Até a próxima.

Abraço,

Anna.

Anna
Anna
Escorpiana assumida, Defensora Pública em MS e wanderlust por natureza. Está sempre programando uma nova aventura e em busca de experiências, porque acredita que a melhor viagem é sempre a próxima!