DicasPassagens aéreas

Stopover: compre 1 passagem, conheça mais de um destino!

stopover

O stopover é uma maneira eficiente de economizar na hora de comprar de passagens aéreas, pois com essa estratégia, com uma só passagem você consegue conhecer mais de um destino.

Se você quer se tornar um viajante profissional, precisa dominar as técnicas e regras do stopover. E é isso que vou ensinar hoje.

Fazendo um stopover você consegue conhecer dois ou mais destinos pelo preço de um. Além disso, é uma ótima opção para “cortar” viagens longas no meio, descendo na cidade de conexão, conhecendo novos lugares e descansando para seguir viagem dias depois.

Assim, o stopover nada mais é do que uma conexão demorada… Na verdade, tecnicamente falando, até 24 horas de espera, trata-se de conexão, após esse período (2, 3, 4, 5… dias) já se fala em stopover.

Vantagens do stopover:

  • Compra uma passagem de ida e volta e conhece mais de um destino.
  • Divide viagens longas parando na conexão por alguns dias.
  • Não paga a mais por isso ou paga apenas um pouco a mais por isso (taxas).
  • O stop over pode ser em cidade do mesmo país do destino final ou até mesmo em países diferentes.
  • Em regra, é melhor, mais vantajoso e mais barato do que comprar “side trips” – que é quando você compra os trechos separados (exemplo: SP – Miami, Miami – NY, NY – SP à sendo que você poderia fazer Miami em stopover).

Regras do stopover:

  • A companhia área precisa permitir/ter a opção de stopover.
  • Seu voo precisa ter conexão.
  • O stopover precisa ser na cidade de conexão (Hub da companhia aérea).

Alguns exemplos de companhias que permitem stopover:

Atenção: não são as únicas opções (há mais companhias que dispõe a opção de stopover, e outros destinos além dos sugeridos aqui).

  • AirFrance sempre faz conexão em Paris, então seja qual for seu destino final, voando com a AirFrance você pode fazer stopover em Paris.
  • American Airlines faz conexão em Miami, NY, Los Angeles e Dallas, então você pode fazer stopover nessas cidades.
  • United faz conexão em NY, Washington, Chicago e Houston.
  • British Airways faz conexão em Londres.
  • Alitália faz conexão em Roma.
  • Delta faz conexão em Atlanta, NY e Detroit.
  • AirCanada faz conexão em Toronto.
  • Copa faz conexão na Cidade do Panamá.
  • Ibéria faz conexão em Madrid.
  • LATAM faz conexão em Santiago, Lima, Bogotá, Assunção e Ciudad del Leste (a depender do destino final).
  • KLM faz conexão em Amsterdã.
  • TAP faz conexão em Lisboa e Porto.
  • Swiss faz conexão em Zurique.
  • South African Airways faz conexão em Joanesburgo.
  • Emirates faz conexão em Dubai.
  • Aeroméxico faz conexão na Cidade do México.
  • Aerolíneas Argentinas faz conexão em Buenos Aires.
  • Lufthansa faz conexão em Munique e Frankfurt.
  • Avianca faz conexão em Bogotá.
  • Qatar Airways faz conexão em Doha.
  • JapanAirlines faz conexão emTokio e Osaka.

Como encontrar essas passagens com opção de stopover?

A opção mais cômoda e fácil é esperar por promoções que incluam stopover. Os sites Passagens Imperdíveis e Melhores Destinos são excelentes pra isso.

Esses sites listam as passagens em promoção, fazem uma busca de datas, destinos, incluindo voos com stopover. As datas são simulações, mas isso não significam que sejam as únicas datas promocionais.

Como se trata de promoções, o ideal é comprar assim que você encontrar, pois tendem a acabar rápido.

Passagem promocional e com stopover é uma grande economia. Só pra exemplificar, em março/2018 fui para Paris, fazendo stopover em NY e paguei R$ 2.200,00 (ida e volta com taxas inclusas) por tudo isso. Era uma passagem promocional (pois geralmente uma passagem para NY ou Paris custa mais do que R$ 2.200,00) com opção de stopover (AmericanAirlines).

Mas se não for caso de aguardar uma promoção que inclua stopover, então você mesmo pode fazer suas pesquisas através de simulações em sites agregadores (Skyscanner, Google Fligths, Momondo, Kayak, Ita Matrix, ViajaNet…).

É importante ter uma noção dos HUBS das companhias aéreas, pois ali provavelmente serão os destinos de stopover permitidos (mas podem não ser os únicos, principalmente em razão das alianças aéreas, que permitem mais opções).

*Faça download da lista dos Hubs das principais companhias aéreas – HUBS

Agora vou te ensinar a pesquisar:

Primeiro você abre um site agregador para fazer a primeira busca. Esse site agregador pode ser o Skyscanner, Google Flights, Kayak, Momondo, ViajaNet, Ita Matrix… Aquele que você tiver afinidade. Eu gosto de pesquisar inicialmente no Skyscanner ou no Google Flights.

O Ita Matriz, embora mais complicadinho de mexer, é bom porque já te dá as especificações da passagem encontrada, dizendo se aquela tarifa/passagem permite ou não stopover.

Nessa primeira fase da busca, você coloca o destino de origem e o destino final, sem se importar com a conexão ainda.

Feita a busca, anote o resultado.

Minha pesquisa:

  • SP – Cidade do Cabo
  • IDA: 03/11/18
  • VOLTA: 19/11/18
  • SouthAfrica
  • Conexão em Joanesburgo
  • Valor: R$ 2.832,00

Deixe essa aba aberta e abra uma nova aba, pesquisando na opção “várias cidades” ou “múltiplos destinos” ou algo parecido (cada site agregador coloca de uma forma).

Coloque as mesmas datas de partida e chegada, e acrescente uma data para voar entre a cidade da conexão e o destino final.

Na minha simulação coloquei:

  • SP – Joanesburgo: 03/11
  • Joanesburgo – Cape Town: 07/11
  • Cape Town – SP: 19/11

O mesmo voo que tinha achado anteriormente, agora com stopover pelo mesmo valor praticamente: R$ 2.861,00.

 

O legal é que consegui localizar um novo voo, ainda mais barato e com stopover em Joanesburgo:

 

Esse voo será operado pela Latam em conjunto com a British Airways (operado pela Kulula, que é uma low cost da África do Sul).­­

Ou seja: com uma simples simulação, descobri que é possível conhecer Joanesburgo e Cape Town comprando um único voo e que, nesse caso, a opção com stopover saiu ainda mais barata (R$ 2.685).

Essa combinação entre companhias diferentes operando o mesmo voo, se da em razão das alianças aéreas existentes.

Latam e British Airways fazem parte da mesma aliança: OneWorld.

Pesquisa feita e decidido o voo, você deve fazer a mesma busca, com os mesmos dados, diretamente no site da companhia aérea, para comparar se o valor que você encontrou no site agregador está melhor ou não.

Se no site da companhia estiver mais barato, compre lá. Mas se no site agregador estiver melhor, então pronto! Achou sua passagem.

Depois que você entende a lógica do stopover, fica fácil! Basta não ter preguiça de fazer várias pesquisas e simulações.

Atenção: sempre faça suas pesquisas utilizando a aba anônima do seu computador, pois assim você evita que o site te marque com cookies, entendendo que aquilo é relevante pra você (leia-se: “que você precisa desesperadamente comprar aquela passagem”), deixando de mostrar os melhores preços.

Dicas bônus

  • Quando você faz um stopover, você retira sua bagagem na cidade conexão.
  • No embarque para o destino final, você fará novo check-in e despachará a bagagem.
  • O ideal é fazer a opção pelo stopover no momento da compra. Mas é possível fazer posteriormente, pagando uma taxa geralmente.
  • Se o valor do stopover não estiver valendo à pena, então considere comprar na modalidade “side trip” – trechos separados. Exemplo: SP Joanesburgo com a LATAM ou South Africa (ida e volta), e outro trecho interno de Joanesburgo para Cidade do Cabo com uma empresa local (pode ser até com uma low cost). Nesse caso você precisa ficar atento às regras de despacho de bagagem, pois low costs cobram à parte.

Boa sorte na busca pela passagem ideal!

Anna
Anna
Escorpiana assumida, Defensora Pública em MS e wanderlust por natureza. Está sempre programando uma nova aventura e em busca de experiências, porque acredita que a melhor viagem é sempre a próxima!