Skip to main content

V&A Waterfront Cape Town: a atração mais visitada na África do Sul

Tenho tanta coisa legal para contar sobre nossa viagem para a África do Sul, que às vezes que quero fazer um post novo a cada dia. Mas como as 24h diárias ainda não estão sendo suficiente pra minha rotina, vamos por partes. E pra dar sequência ao nosso “guia completo de Cape Town”, hoje o tema é: V&A Waterfront e tudo o que lá encontramos!

V&A Waterfront é um complexo turístico sensacional em Cape Town e é a atração mais visitada na África do Sul (pois é, errou quem pensou que fosse a Table Mountain ou o Kruger Park). Passamos por lá várias vezes e não consegui enjoar nem um pouco daquele lugar, pois as opções de coisas para fazer parecem infinitas.

O que fazer em Cape Town - Table Mountain2
V&A Waterfront – Cape Town

O nome do local é uma homenagem à rainha Victoria e seu filho Alfred.

Está localizado junto à zona portuária da Cidade do Cabo, reunindo hotéis (os mais bem conceituados de luxuosos de Cape Town), condomínios residenciais, prédios e comércios, restaurantes e cafés, shopping com mais de 450 lojas, comércio de artesanatos, museus (incluindo Museu do Diamante e o recém-inaugurado em set/2017, o museu de arte contemporânea, Zeitz MOCAA), aquário, roda gigante e outras opções de entretenimento.

Waterfront fica na zona portuária
O Waterfront fica na zona portuária da cidade

É até difícil pontuar tudo o que você encontrará no Waterfront, mas acho que deu pra ter uma ideia de como é o lugar, né?

Além de tudo isso, é de lá que parte o ferry que leva os turistas até o museu Robben Island (ilha onde Nelson Mandela ficou preso por 18 anos), é um dos pontos de onde partem os ônibus Citysightseeing – hop-on hop-off, bem como passeios de barco e até helicóptero.

Lojinha onde vende os tickets para o ônibus Hop-on Hop-off
Lojinha onde vende os tickets para o ônibus Hop-on Hop-off – Waterfront. Com esse ônus turístico você consegue conhecer os principais pontos turísticos da cidade. É uma ótima opção para quem tem poucos dias para visitar tudo.

Já vi gente comparando o Waterfront ao Fisherman’s Wharf, em San Francisco. Mas o Fisherman’s não é tão completo quanto o Waterfront, embora os dois tenham características semelhantes (mas eu sou total #waterfrontteam).

Uma das entradas do Waterfront

HOTÉIS NO WATERFRONT:

Se você está procurando uma boa localização para se hospedar em Cape Town, os hotéis do Waterfront são os melhores nesse quesito. Inclusive aqui no blog já fiz um post completo mostrando o recém inaugurado Radisson Red.

Coladinho ao Waterfront também está o todo poderoso One & Only (onde tivemos o prazer de jantar um dia) e o charmoso Cape Grace, hotéis de alto padrão que aparecem na lista dos melhores da cidade.

Outras opções de hotéis no Waterfront:

  • Protea Hotel by Marriott Cape Town Waterfront Breakwater Lodge
  • The Commodore Hotel
  • The Portswood V&A Waterfront
  • Queen Victoria Hotel
  • Victoria & Alfred Hotel
  • Radisson Blu Hotel Waterfront
  • The Silo Hotel
  • City Lodge

Neste link (clique aqui) você pode conferir a lista completa dos hotéis, e muitos deles você encontra no Booking.com:

Se você gosta do conteúdo do Blog Mala de Viagem, gostaria de te pedir uma ajuda: faça sua reserva de hospedagem pelo Booking.com através do banner aqui na lateral direita do blog. Você não pagará nada a mais por isso, contribuirá para que façamos mais viagens, e sem dúvida novos posts sempre aparecerão por aqui! Muito obrigada!

RESTAURANTES NO WATERFRONT:

Além de hotéis excelentes, no V&A Waterfront você encontra muitas opções de restaurantes (são mais de 80). Queria eu ter tido a oportunidade de conhecer todos (e voltar rolando, né?…).

Experimentamos o Harbor, especializado em frutos do mar (tem fama, mas confesso que achei meio fraquinho o cardápio e os pratos também), o Vovo Teló, que tem um cardápio variado, com opções de café da manhã, lanches e refeições (e é um restaurante/café/bar barato), e o asiático Willoughby & Co (adorei ele! fica dentro do shopping Victoria Wharf).

Entradinha no Harbor
Entradinha no Harbor (não me encantou. Talvez eu não tenha feito as escolhas certas. De qualquer forma, eu não tenho vontade voltar nele)
Vovo Telo
Vovo Telo
Mugg & Bean
Mugg & Bean (meu preferido para café da manhã)

Ali também tem opções de restaurantes especializados em carnes, massas e comida típica.

O difícil é se decidir. A maioria tem vista privilegiada para o mar, Table Mountain ou para a The Cape Wheel.

Ótimas opções de cafés você acha lá também. Destaque para o Mugg & Bean, que visitamos várias vezes.

Mugg & Bean

Outro ponto de parada obrigatório é o V&A Food Market, um complexo que se assemelha aos nossos tradicionais “mercadões”, porém num estilo mais sofisticado. São mais de 40 “barraquinhas” de comida (estilo “comida de rua”).

Food Market

V&A Food Market fica ao lado da Praça Nobel e conta com música ao vivo, cerveja artesanal e comida variada.

Opções de doces, salgados, refeições, wraps, pizzas, pães, comidas regionais, sucos naturais e smoothies, azeites, chocolates artesanais, as famosas samosas… Não deixe de conferir. Almoçamos lá pelo menos umas 5 vezes (durante as 3 semanas que estivemos estudando inglês na Cidade do Cabo).

Esse wrap era meu preferido

Abre diariamente (mas fecha cedo) –  de novembro até abril das 10h00 até às 20h00, de maio a outubro das 10h00 até às 18h00.

Praça Nobel – Albert Luthuli, Desmond Tutu, Nelson Mandela e Frederik de Klerk lutaram pelo fim do Apartheid e foram homenageados com a Nobel Square
Do lado do Food Market, está o grande galpão amarelo Watershed. O foco do local é o artesanato local. Tem coisas lindas!
Watershed – parte externa

Entre uma lojinha e outra, estão os cafezinhos charmosos. Foi ali, no quiosque de chá da entrada, que adquiri meu novo vício por chás e infusões.

Watershed – parte interna

SHOPPING VICTORIA WHARF:

Se você quer fazer compras, eis aqui um bom local para isso: o shopping Victoria Wharf.

São mais de 450 lojas, incluindo desde supermercado até lojas de diamantes (muitas por sinal)… Como meu bolso ainda não suporta o baque, fiquei só observado rsrs…

Quanto aos preços, não vi muita diferença em relação aos nossos. Porém, meu foco não foi compras nessa viagem, então não parei para procurar e fazer pesquisa de preços.

Mas se sua intenção é comprar joias e vinhos, então vale à pena fazer isso mesmo no turístico Victoria Wharf.

Além da variedade de lojas (incluindo lojas de grife, departamento e com produtos locais), o shopping ainda conta com muitos cafés e restaurantes, tanto na praça de alimentação como espalhados pelos corredores (sugiro o Willoughby & Co).

Também é um bom local para fazer câmbio.

Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 21h.

CAPE WHEEL:

Quer ter uma vista de cima de todo o Waterfront? Então umas voltinhas na roda-gigante Cape Wheel é o programa certo pra você.

Fizemos esse passeio logo no nosso primeiro dia em Cape Town (compramos os ingressos na hora mesmo) e tiramos fotos lindíssimas lá de cima.

Valores: adultos – R130, crianças (4 – 17 years) – R60, maiores de 60 anos – R60

E de fato a vista é incrível. Vale à pena o passeio… Sem contar que é muito mais barato do que a roda-gigante de Las Vegas , por exemplo (lá a gente só observou do lado de fora mesmo…).

*1 real = 4 rands (aproximadamente).

Horários de funcionamento: segunda-feira: 4pm – 10:30pm. De terça a domingo: 10am – 10:30pm

TWO OCEANS AQUARIUM:

Era uma terça-feira, e o dia tinha amanhecido nublado e chuvoso. Resolvemos ir ao Waterfront para conhecer o Two Oceans Aquarium.

Não coloquei muitas expectativas no passeio, pois não sou muito fã de aquário. Mas esse surpreendeu. Melhor aquário que já visitei (mas eu não visito muitos aquários, então a opinião aqui no assunto não é de uma expert, ok?).

São mais de 3 mil espécies dos oceanos Atlântico e Índico (daí o nome: Aquário de Dois Oceanos).

Two Oceans Aquarium. Arraia mais fofa!

Peixes de diversas espécies, tartarugas, tubarões, cavalos-marinho, pinguins, arraias… São alguns exemplos de animais que você encontra no aquário.

Olha o tamanho dessa turtle!
Tem tubarões também!
Um aquário todinho de Nemos

Caso você se interesse, em horários específicos tem uma exibição dos pinguins, quando as aves são alimentadas.

Pinguins no Two Oceans Aquarium

Horário de funcionamento: diariamente, das 9h30 às 18h.

Valores: comprando pela internet (site oficial) você garante 10% de desconto.

Ticket Office price Online price (10% discount)
Adults R165 R149
Children 14 to 17 R120 R108
Children 4 to 13 R80 R72
Children under 4 Free Free
South African pensioners* R120 R108
South African students* R120 R108

ROBBEN ISLAND MUSEUM:

Também é no Waterfront que você pega o ferry para a Robben Island.

É um passeio disputado. Aconselho que compre o seu ingresso com antecedência (no próprio Mandela Gateway, ou pela internet).

São 3 horários de tours diários: 9h, 11h e 13h.

Valor: R340 para adultos e R190 para crianças (menores de 18 anos).

O Museu da Prisão da Ilha Robben tem status de Patrimônio Mundial da Humanidade e é um Patrimônio Nacional Sul-Africano.

A prisão onde Nelson Mandela esteve preso por 18 anos, hoje funciona como museu e em um tour de aproximadamente 3h, você terá a oportunidade de conhecer um pouco sobre o lugar que hoje até assume fundamental importância na luta pela democracia.

O tour tem início no Mandela Gateway, na V&A Waterfront e depois de uma viagem de meia-hora, 40min, chega-se na ilha.

O tour é guiado e os guias são ex-prisioneiros políticos.

Primeiro é feita uma volta de 45 minutos de ônibus ao redor da ilha, com relatos sobre sua história como sanatório, base militar e colônia de leprosos.

Depois vem a parte das visitas às celas.

Tour guiado por um ex-prisioneiro político – Robben Island
Uma das celas da Ilha Robben

O tour finaliza com visita externa à cela de Mandela.

Cela de Nelson Mandela

Embora o lugar carregue um sentimento de tristeza e sofrimento, não é assim que os sul-africanos querem que você se sinta ao voltar pra casa, pois ali nasceu a emocionante história da luta sul-africana por democracia e igualdade.

Ali líderes se organizaram para por fim ao regime da segregação racial, então não é apenas uma antiga prisão, mas sim um lugar para homenagear todos aqueles que ali estiveram e lutaram por essa causa tão justa.

Robben Island – hoje um museu dedicado a homenagear aqueles que lutaram com todas as forças pelo fim do apartheid e instauração da democracia

Robben Island era uma “universidade” informal, onde os prisioneiros, que seriam a próxima geração de líderes políticos na África do Sul, passavam muitas horas estudando e discutindo como acabar com o regime da segregação.

Isolados, líderes como Mandela, Walter Sisulu, Govan Mbeki e Ahmed Kathrada, mostraram ser super-heróis, lutando arduamente pela esperança de uma nova África do Sul.

FOTOS DA TABLE MOUNTAIN:

 

A Table Mountain, que já foi tema de post aqui no blog (confira aqui), foi eleita uma das Sete Maravilhas da Natureza (única localizada na África).

E é do Waterfront que você garante uma vista incrível dessa maravilha!

Cartão postal!

Toda hora que eu passava ali, garantia uma foto nova… (só faltou troca a pose).

"Cartão postal" Table Mountain no Waterfront
“Cartão postal” Table Mountain no Waterfront

Como se não bastasse todas essas atrações e opções, o Waterfront ainda é premiado com muitos artistas, entre músicos, dançarinos, atores, estátuas humanas… Impossível não parar para apreciar e se encantar com a cultura sul-africana.

E eu já me candidatei pra fazer parte do show!

Espero que tenham gostado e não percam os próximos posts sobre a África do Sul, porque ainda tem muitas dicas legais vindo por aí!

Se você gosta do conteúdo do Blog Mala de Viagem, gostaria de te pedir uma ajuda: faça sua reserva de hospedagem pelo Booking.com através do banner aqui na lateral direita do blog. Você não pagará nada a mais por isso, contribuirá para que façamos mais viagens, e sem dúvida novos posts sempre aparecerão por aqui! Muito obrigada!

 

Post anterior – Conhecendo a Região Vinícola do Cabo: Stellenbosh

Próximo post – E, com vocês, a Joia dos Incas: Peru