Skip to main content

As praias que você deve conhecer em Cape Town

Sobre a cosmopolita Cape Town, já falamos de montanhas e trilhas, do queridinho Waterfront, alguns passeiosrestaurantes e até dica hotel já foi assunto aqui no blog. Então nada mais justo do que dedicar o post de hoje às belas praias que você não pode deixar de conhecer na Cidade do Cabo.

Como se não bastasse ser uma cidade repleta de atrações incríveis, a Cidade do Cabo ainda é banhada por dois oceanos: o Atlântico e o Índico, o que a deixa ainda mais peculiar.

Hoje apresento a vocês as praias (e bairros) que conhecemos durante nossa viagem, bem como as características principais de cada uma delas:

Camps Bay

Acho justo começar por ela, pois Camps Bay é a praia mais famosa de Cape Town.

O bairro de Camps Bay é um bairro de alto padrão, atraindo muitas celebridades.

Não bastasse isso, conta com um calçadão agitado, bares, restaurantes, baladas e muita diversão.

A praia tem faixa de areia extensa, mar agitado e água gelada. Embora entrar no mar estivesse fora de cogitação durante nossa viagem em setembro/outubro, foi lá naquela praia que tivemos o prazer de apreciar um dos mais belos sunsets da Cidade do Cabo.

 

 

Lindo, não?

Outra grande atração que faz Camps Bay ser tão queridinha, é a vista oposta ao mar: se de um lado o oceano lhe presenteia com tamanha beleza, do outro estão as montanhas conhecidas como “Doze Apóstolos”.

 

Falei sobre os Doze Apóstolos no post sobre as montanhas de Cape Town, que você pode conferir clicando aqui.

Estivemos em Camps Bay duas vezes:

  • A primeira vez foi numa tarde de domingo (quando foram tiradas essas fotos);
  • A segunda vez foi durante nosso passeio de sidecar, clicando aquique você pode ver .

Na nossa primeira ida a Camps Bay, fomos de Uber, uma boa opção para se locomover em Cape Town, embora também seja possível e fácil chegar lá de ônibus mesmo.

Além da bela praia, como eu disse, existem muitas opções de bares, restaurantes, cafés na orla. Escolhemos um local chamado “Mantra Cafe”, que tem uma bela vista, sem dúvida!

Recomendo o Mantra Cafe por alguns motivos: bela vista, cardápio variado, pratos bem servidos e bom preços.

A ideia era comer algo leve para compensar a comilança do almoço, mas os pratos vieram tão bem servidos, que nosso plano foi “por água abaixo”.

Obs. se sua intenção for ver o por do sol em um dos bares/restaurantes da orla de Camps Bay, chegue bem cedo, ou melhor: faça reserva com antecedência!

Optamos por ver o por do sol na praia e depois ir comer, então não tivemos problemas com necessidade de reserva prévia (mas também não conseguimos a melhor mesa do lugar).

Clifton Beach

Se Camps Bay é um bairro nobre, espere até saber mais sobre Clifton Beach: a St Tropez de Cape Town.

Clifton se trata de um conjunto de 4 praias que já figurou no Top 10 do Discovery Travel Channel e da Forbes.

O metro quadrado é caríssimo (do tipo valores que não vale à pena nem mencionar aqui) e as casas por la sequer têm estacionamento.

Como disse nosso guia no dia do passeio de Sidecar: “se você não tem pelo menos 1 Ferrari, esquece, porque não terá dinheiro pra uma casa por aqui.”

Definitivamente, o conjunto de praias cercado por rochedos que protegem o local dos ventos fortes, parece atrair a atenção de celebridades do mundo todo. A propósito, uma observação interessante sobre Cape Town: sem dúvida é o lugar que mais vi Ferrari por metro quadrado até hoje…

Sea Point

O lindo bairro de Sea Point fica bem próximo ao Waterfront e com um pouco de disposição da até para ir caminhando (dá até para passar pelo estádio de futebol onde ocorreram jogos da Copa do Mundo de 2010, que fica em Green Point – bairro que antecede Sea Point).

O que chama a atenção na praia de Sea Point é a sua infra-estrutura:

  • Tem um belo calçadão, excelente para corridas e caminhadas (você vê muitos capetonians fazendo isso por lá);
  • Conta com piscina pública (que funciona durante o verão);
  • Tem uma orla cheia de hotéis.

Fomos em um dia durante a semana. Já era final da tarde, então aproveitamos para caminhar pelo calçadão da praia, até o farol.

Por ali encontramos um bom lugar para apreciar o sol se ponto (qualquer lugar é bom na verdade…).

 

 

Queria ter voltado em Sea Point mais vezes, pois é um bairro muito completo e cheio de opções de ótimos restaurantes. Achei que ele tem mais a ver comigo do que Camps Bay.

Também é uma boa opção de lugar para se hospedar. Tem ótimos hotéis com vista para o mar.

Além da bela praia, a vista oposta é nada mais nada menos que a linda Lion´s Head.

 

Sea Point é um bairro grande (bem maior que Camps Bay). Se eu fosse escolher um lugar para morar em Cape Town, provavelmente seria ali.

Todavia, embora a praia e o por do sol em Sea Point sejam belíssimos, não é muito indicada para banho em razão da quantidade de pedras, ausência de faixa de areia e mar mais agitado.

Se sua “praia” é correr, então pronto: achou seu lugar! O calçadão entre Green Point e Sea Point é perfeito pra isso.

No caminho dá até pra fazer pausa para foto na escultura do óculos gigante, já viu ela por aí?

Claro que tiramos não só uma, mas várias fotos, né?

E assim como essa, existem várias outras esculturas bonitas espalhadas pela orla!

E finalizamos nossa tarde com essa bela imagem:

Quando escureceu fomos jantar em um restaurante chamado La Boheme Bistro, ali mesmo, umas 3 quadras pra dentro.

Inclusive, agora me lembrei o dia: era uma segunda-feira… Eu inclusive brinquei com Rodrigo dizendo que queria morar na Cidade do Cabo para poder comer bem e tomar vinho até na segunda!

Os restaurantes Engruna Eatery e Bouchon Bistro são dos mesmos donos. O Bouchon Bistro é bem famosinho em Cape Town, mas não deu tempo de conhecê-lo (isso porque ficamos 3 semanas na cidade…).

Muizenberg

Alô surfistas de plantão! Essa é pra vocês!

…Mas também é a praia de quem curte um lugar diferente para uma boa foto.

E, com vocês: Muizenberg, a famosa praia das “casinhas coloridas”.

Considerando que a gente não surfa e que em razão da temperatura, nossa intenção não era entrar na água, confesso que fomos até lá em razão das casinhas mesmo!

Nesse dia, estávamos de carro, sendo que antes já tínhamos visitado Boulders Beach pela manhã e o Cabo da Boa Esperança (que serão assunto pra um próximo post), e ainda seguiríamos viagem até Franschhoek, onde passaríamos o final de semana (que também será assunto de post por aqui).

O dia estava como um dia típico em Cape Town: 4 estações do ano se manifestando num único dia!

Já tinha feito sol, depois chovido, feito mais sol e bastante calor, chuviscado e agora o tempo fechava novamente.

Bem na hora que chegamos em Muizenberg o tempo fechou e a chuva ameaçou cair, veja pela foto:

Não quisemos arriscar: tiramos nossas fotos (leia-se: “eu fiz minhas acrobacias ginásticas”) e seguimos viagem.

As “casinhas coloridas” recebem o nome de “bathing houses” e são elas que deixam a praia icônica.

A praia de Muizenberg tem uma extensa faixa de areia, ondas boas para o surf e tubarões! É, você não leu errado não.

Mas isso é não é motivo para tanta preocupação, nem para deixar de visitar Muizenberg.

Muizenberg é banhada pela False Bay, onde são encontrados tubarões brancos fofinhos (ou não tão fofinhos assim), mas isso só acontece às vezes.

Para segurança, a praia está sob vigilância de uma organização chamada “Shark Spotters” – observadores que trabalham das 8 às 18h.

Se algum risco for notado, uma sirene é tocada, a bandeira branca levantada e a água deve ser evacuada. É assim que funciona.

 

Bandeira verde: boas condições de visibilidade da água e sem sinal de tubarões.

Bandeira preta: condições ruins de observação da água e sem sinal aparente de tubarões.

Bandeira vermelha: tubarão avistado nas últimas 2h ou risco alto de haver tubarões.

Bandeira branca: tubarão à vista – sirene toca – deixe a água imediatamente.

Uau… Acho que vou ficar só na areia mesmo hein…

 

Galerinha, ainda quero contar pra vocês sobre a linda Boulders Beach, mas como ela é uma praia que combina perfeitamente com o Cabo da Boa Esperança (fica no caminho), vou contar tudinho em outro post, inclusive dando sugestão de roteiro.

Abraço da Anna,

E até a próxima!

 

Se você gosta do conteúdo do Blog Mala de Viagem, gostaria de te pedir uma ajuda: faça sua reserva de hospedagem pelo Booking.com através do banner aqui na lateral direita do blog. Você não pagará nada a mais por isso, contribuirá para que façamos mais viagens, e sem dúvida novos posts sempre aparecerão por aqui! Muito obrigada!

 

Post anterior – Comer bem em Cape Town: restaurante The Test Kitchen

Próximo post – The Alchymist: Experimente um pouco do verão Europeu em pleno Ceará