Skip to main content

Cidade do Cabo: o que fazer – Bo-Kaap, Kirstenbosch e Constantia

Sim caros amigos, enfim chegamos ao nosso último post sobre o que fazer na Cidade do Cabo. Já exploramos montanhas, visitamos belas praias, conhecemos o Waterfront e tudo que ele oferece, e também desfrutamos da magnífica culinária local. Hoje para fechar com chave de ouro as dicas de turismo em Cape Town, apresento a vocês o bairro de Bo-Kaap, o jardim botânico Kirstenboch e a região vinícola de Constantia.

Cidade do Cabo – inclua no roteiro:

Bo-Kaap: o bairro malaio da Cidade do Cabo

Situado entre o centro da Cidade do Cabo, o Waterfront e a Signal Hill, você encontra Bo-Kaap, um dos seus bairros mais antigos.

Em Bo-Kaap (“Acima do Cabo”) há casas do século XVIII, acredite se quiser!

Historicamente, o bairro foi ocupado inicialmente por escravos malaios. Em seguida chegaram os escravos trazidos da índia, e então os imigrantes muçulmanos. Uma miscigenação cultural e racial que só a África Do Sul te proporciona.

A história está estampada no Museu de Bo-Kaap, localizado na 71 Wale Street, Bo-Kaap, com funcionamento de segunda a sábado, das 10h às 17h, e ingresso de entrada com valor inferir a dois dólares.

Não visitamos o museu, porque o que nos cativou desde o início naquele amistoso lugar, foram as charmosas casinhas coloridas (a Chiappini St é o ponto de referência – rua onde se concentram a maioria das casas fofinhas).

o que fazer na Cidade do Cabo: Bo-Kaap o que fazer na Cidade do Cabo: Bo-Kaap

o que fazer na Cidade do Cabo: Bo-Kaap
O que fazer na Cidade do Cabo: bairro malaio de Bo-Kaap

Ah, vá preparado para subir ladeiras, tá? O bairro fica na subida da Signal Hill e vai exigir um pouquinho de esforço, mas nada de mais.

A história das cores é interessante: as casas começaram a ser pintadas, cada uma de uma cor (sempre muito vibrantes), ao fim do regime do apartheid, em 1994, representando a diversidade cultural e racial ali presente.

O passeio pelo bairro de Bo-Kaap não leva mais do que 1h.

Se você quer economizar com hospedagem sem ficar longe do centro, a região oferece opções que se adequam melhor ao bolso.

o que fazer na Cidade do Cabo: Bo-Kaap o que fazer na Cidade do Cabo: Bo-Kaap

o que fazer na Cidade do Cabo: Bo-Kaap o que fazer na Cidade do Cabo: Bo-Kaap

o que fazer na Cidade do Cabo: Bo-Kaap
Passeio de cerca de 1 hora por Bo-Kaap

Kirstenboch: o jardim botânico da Cidade do Cabo

A visita ao jardim botânico Kirstenboch pode ser combinada com a visita à região vinícola de Constantia, pois ambos ficam afastados do centro da Cidade do Cabo, e são próximos um do outro.

O Jardim Botânico de Kirstenbosch fica a 13 quilômetros do centro. Do V&A Waterfront até lá, são cerca de 40min.

Optamos por utilizar Uber, mas o ônibus de turismo City Sightseeing, que tem uma linha que passa por lá (tanto lá como em Constantia).

Outra opção bacana é ir de carro (se você optar por alugar um), pois o jardim botânico dispõe de amplo estacionamento. O problema é que, nesse caso, não indico fazer Constantia no mesmo dia, pois você não vai querer perder os winetastings por estar dirigindo, vai?

*Uma sugestão, se estiver de carro, é fazer esse passeio ao jardim botânico no dia que estiver voltando do Cabo da Boa Esperança.

Kirstenbosh foi fundado em 1913, recebendo a fama de ser um dos mais belos jardins botânicos de todo o mundo.

São 36 hectares e mais de sete mil variedades de plantas nativas, algumas inclusive ameaçadas de extinção.

Destaque para as proteas (você vai ouvir muito esse nome na África do Sul, pode apostar), éricas, restionáceas e bulbos.

Para se ter uma básica noção do tamanho do lugar, Kirstenbosh, localizado aos pés da Table Mountain, possui várias opções de trilhas (inclusive que levam até a uma cachoeira), rota para mountain bike, excursões em carrinho de golf.

No site oficial você confere todas as opções e atrações que o Kirstenboch te oferece.

Fazia muito sol e calor no dia que visitamos o Kirstenboch (um dos únicos dias realmente quentes da viagem), então não conseguimos ter tanta disposição para percorrê-lo. Acho que deixamos muita coisa bonita pra trás.

Lembro que eu estava com uma calça jeans (a mesma usada em toda a viagem) pra lá de apertada (bem diferente de como estava quando embarquei ao país, com 3 kg a menos), que nem  deixava eu me mexer direito; e quanto mais eu tentava me movimentar, mais ela me lembrava que calça apertada, quilos extras e sol quente, estão longe de ser uma boa combinação.

O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh
Pareço plena… Mas sentar de “indiozinho” com calça apertada não estava nada fácil

Embora não tenha percorrido o jardim botânico como eu gostaria (com roupa de ginástica confortável, boné e uma garrafa de 1 litro de água na mão), o fato é que o “ponto alto” do passeio, na minha opinião, é a linda passarela Centenary Tree Canopy Walkway, com seus 130 metros de comprimento e 12 metros de altura, possibilita ao turista “passar por cima das árvores”.

O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh
O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh – Centenary Tree Canopy Walkway

Eu não entendo nada de botânica, gosto de apreciar uma bela paisagem cheia de flores, mas também não sou a pessoa mais paciente para isso… Entretanto, tenho que admitir que a beleza do lugar e a variedade de flores, realmente me encantou. E tem mais: fomos na primavera!

O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh

O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh

O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh
Como não se encantar por um lugar assim – Kirstenbosh, um dos mais lindos jardins botânicos do mundo

Do lado de uma das entradas do jardim, há uma estuda chamada Conservatory, com plantas de toda a África do Sul. Achei a parte aberta, à luz do sol mais bonita. A estufa não me atraiu muito não, embora também seja bonita.

Outra boa opção para fazer no jardim botânico, é um bom piquenique. Fiquei com muita vontade, mas o Rodrigo disse que eu só pensava em comer… Fiquei #chateada sem meu piquenique.

O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh
O que fazer na Cidade do Cabo: um piquenique no Kirstenbosh

Ps. Aliás, eu nunca fiz um legítimo piquenique na vida! Acho que na próxima viagem vou programar um. Quem tem sugestão de lugares legais para essa atividade?

Vi vários grupos de amigos sentados embaixo das árvores, jogando conversa fora e curtindo o visual. Mais uma vez me veio a ideia: quando eu parar de trabalhar quero morar aqui!

Lembrei também da minha época de escola, quando minhas amigas e eu saímos da aula e íamos passar a tarde na Catedral, lá em Maringá. Nostalgia pura!

Em relação à infraestrutura, lá você encontra um restaurante, um café e uma lojinha de souvenir, próximos à entrada.

No verão há vários shows no Kirstenbosh, como não fomos nessa época, não estava acontecendo nada (até onde eu sei), mas se você visitar Cape Town no verão e se interessar por este programa, pesquise sobre o Kirstenbosch Summer Sunset Concerts.

O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh

O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh
O jardim botânico é uma ótima opção de passeio na Cidade do Cabo se seu roteiro não for tão reduzido

Numa viagem muito curtinha, eu deixaria o Kirstenbosh como opção para o final. O jardim botânico é lindíssimo e merece sua visita, mas caso não tenha muito tempo na cidade, há outras atrações clássicas que devem ser priorizadas.

Mas se conseguir uma manhã livre, não deixe de conhecê-lo.

O que fazer na Cidade do Cabo: Kirstenbosh
Kirstenbosh – valores da entrada no jardim botânico

Informações sobre o Kirstenbosch:

  • Endereço: Table Mountain National Park, Rhodes Dr, Newlands, Cape Town, 7735.
  • Ingressos: Adultos – R65 (veja na foto acima).
  • É possível a compra de ingressos pela internet. Fomos em uma segunda-feira, estava tranquilo e sem filas.
  • Horário de Funcionamento: setembro a março – 8h – 19h. Abril a agosto – 8h – 18h.

Constantia: região das vinícolas na Cidade do Cabo

A região vinícola de Constantia fica afastada do centro da Cidade do Cabo (assim como o jardim botânico), mas é uma ótima opção para quem está com a programação mais apertadinha (sem tempo para visitar Stellenbosh e Franschhoek), e ainda assim quer visitar vinícolas e fazer um tour enogastronômico.

Há várias vinícolas na região, e é em Constantia que está a primeira vinícola da África do Sul: a Groot Constantia, fundada no século XVII.

o que fazer na cidade do cabo: groot constantia o que fazer na cidade do cabo: groot constantia

O que fazer na Cidade do Cabo: Constantia
O que fazer na Cidade do Cabo: Constantia

Fomos de Uber, mas também é possível fazer uso do ônibus de turismo City Sightseeing (que passa nos pontos turísticos principais da cidade, e uma de suas rotas inclui a Groot Constantia).

Groot Constantia é absolutamente turística (como a Concha y Toro, no Chile), mas merece ser visitada, pois apresenta uma estrutura fantástica – lugar bom para beber e passear.

O que fazer na Cidade do Cabo: Constantia O que fazer na Cidade do Cabo: Constantia

O que fazer na Cidade do Cabo: Constantia O que fazer na Cidade do Cabo: Constantia

o que fazer na cidade do cabo: groot constantia o que fazer na cidade do cabo: groot constantia

Foi lá que fizemos degustação de vinho com chocolate, além de um cellar tour.

O legal é que você paga pela degustação e ganha a taça!

O que fazer na Cidade do Cabo: Constantia
Vinhos pareados com chocolates? Ganhou meu coração!
O que fazer na Cidade do Cabo: Constantia
Cellar Tour na Groot Constantia

Foi lá que também compramos nosso primeiro vinho de sobremesa. Não somos muito fãs, mas o que experimentamos ao final da degustação (não estava incluído, foi uma cortesia), era muito gostoso – pergunte pelo vinho de sobremesa premiado, que eles te apresentarão o tal do vinho do Napoleão (estamos esperando uma ocasião especial para abri-lo).

O legal é que você paga pela degustação e ganha a taça!
Nosso vinho de sobremesa ali no fundo, na caixinha de madeira!

Além da degustação, a vinícola tem restaurantes, museu e tour pela adega.

Compre seu tour com antecedência pelo site oficial da Groot Constantia ou pelo Webtickets (nós usamos o Webtickets e retiramos o ingresso no supermercado Pick n Pay) .

Porém, se for almoçar por ali, recomendo outro lugar bem mais interessante: La Colombe (um dos melhores restaurantes da África do Sul).

Fomos no La Colombe em Franschhoek (o restaurante tem uma filial em Constantia e outra em Franschhoek) e ficamos apaixonados pela comida. O preço é mais alto, mas vale muito à pena.

Outros restaurantes recomendados na região são: Foxcroft, The Greenhouse e o The Conservatory (fica no hotel The Cellars Hohenort).

Uma vinícola bem recomendada na região é a Eagles Nest in Constantia Winelands (muito bonita e não tão turística como a Groot).

Informações sobre a Groot Constantia:

  • Endereço: 2 Groot Constantia Road – Constantia, Cape Town.
  • Horário da degustação: diariamente, das 9h às 18h. Fechado na Sexta-feira Santa e no Natal.
  • Valores em setembro/2017: degustação de 5 vinhos + taça – R75 (R$ 18,00); 5 vinhos + 5 chocolate em harmonização + taça – R120 (R$ 28,00) – pagando um pouquinho mais, é possível fazer um tour pela vinícola, que acontece de hora em hora (até às 16h).
o que fazer na Cidade do Cabo - vinícola Groot Constantia
E a primavera também chegou na vinícola Groot Constantia

Gostou das dicas e hoje e quer saber mais sobre o que fazer, onde comer e se hospedar na Cidade do Cabo?

Então confira os posts que já foram publicados aqui no Blog Mala de Viagem:

Comer bem em Cape Town: restaurante The Test Kitchen

O requinte do Reuben´s Restaurant no One&Only Cape Town

V&A Waterfront Cape Town: a atração mais visitada na África do Sul

O que fazer em Cape Town – começando pelas montanhas!

Sidecar: passeio encantador e jeito diferente de conhecer Cape Town

Um mergulho na história: Cabo da Boa Esperança e Boulder´s Beach

As praias que você deve conhecer em Cape Town

Radisson RED Cape Town: hotel inspirado na arte, música e moda

Comer bem em Cape Town: restaurante The Pot Luck Club

 

Se você gosta do conteúdo do Blog Mala de Viagem, gostaria de te pedir uma ajuda: faça sua reserva de hospedagem pelo Booking.com através do banner aqui na lateral direita do blog. Você não pagará nada a mais por isso, contribuirá para que façamos mais viagens, e sem dúvida novos posts sempre aparecerão por aqui! Muito obrigada!

 

Post anterior – Onde se hospedar em Franschhoek: Lavender Farm Guest House

Próximo post – Natal Luz: tudo o que você precisa saber para aproveitar o melhor de Gramado