Skip to main content

Conhecendo a Região Vinícola do Cabo: Stellenbosh

Que a África do Sul é um dos países mais surpreendentes (se não o mais) que já visitei, não é mais novidade (não consigo poupar elogios pra aquele lugar). Mas o que eu quero te mostrar com o post de hoje é que se, assim como eu, você não dispensa um bom vinho, acompanhado de uma culinária sofisticada e tão linda quanto deliciosa, então seja bem-vindo a Stellenbosh, a capital da arte na Região Vinícola do Cabo.

Stellenbosh pode até ser conhecida como “cidade capital da arte na África do Sul” (em razão de suas inúmeras galerias de arte), mas o que me atraiu àquela cidade foi mesmo suas vinícolas e vinhos em abundância.

Os vales de Stellenbosch, Franschoek e Paarl forma a Região Vinícola do Cabo. São as famosas Winelands.

Localizada na Província do Cabo Ocidental, está a cerca de 50 km da Cidade do Cabo (pela rodovia N2). Muito fácil de se localizar e as estradas são ótimas. Pegamos apenas um trecho de congestionamento no final da tarde (entre 17 e 18h), que atrasou um pouco nossa chegada.

Geralmente se recomenda pelo menos um final de semana nas Winelands. Porém, como nossa viagem foi longa (em virtude das 3 semanas de curso de inglês que fizemos em Cape Town), tivemos dois finais de semana inteiros para visitar a região das vinícolas. Assim, no primeiro fomos para Stellenbosh e no segundo para Franschhoek.

Se foi suficiente? Olha, deu para visitar várias vinícolas e restaurantes maravilhosos, mas confesso que eu só sairia mesmo satisfeita se tivesse tempo para conhecer tudo. E não estou brincando quando digo isso, pois ficamos realmente apaixonados pela região.

Outros destinos que me perdoem (e isso inclui até mesmo o Napa Valley, na Califórnia, que visitamos em 2016), mas as melhores vinícolas do mundo, pra mim, são as Vinícolas do Cabo.

Vinícolas premiadíssimas, vinhos excelentes e acompanhados dos melhores pratos que meus olhos e estômago já viram. Aliás, os pratos não são apenas lindos e deliciosos, são também feitos com ingredientes frescos/da estação, muitas vezes com produtos colhidos na própria horta da vinícola.

Tudo isso por um preço que não se encontra em nenhum outro lugar do mundo… Ou em algum outro lugar você já comprou uma garrafa de um bom vinho por R$ 30,00? (e olha que estou jogando alto, pois é possível encontrar até por menos).

Pois bem. Considerações iniciais feitas, escolhemos a cidade de Stellenbosch como primeiro destino na Região Vinícola do Cabo.

A cidade de Stellenbosch:

Fundada pelos holandeses, Stellenbosh é a segunda colônia europeia mais antiga da África do Sul (Cape Town é a primeira) e atualmente tem mais de 150 mil habitantes.

Cidade universitária e mundialmente conhecida por suas inúmeras vinícolas e produção de vinhos de altíssima qualidade.

São mais de 150 vinícolas (mas já vi alguns dizendo que são mais de 200) – nessa hora que eu penso: “imagina que maravilha seria se eu morasse em Cape Town? Poderia ir todo final de semana para região das vinícolas, conhecer um lugar novo, apreciar um bom vinho e relaxar olhando aquelas montanhas e vales que cercam o lugar…” – OK Anna, agora acorda… Só me resta contar os dias pra repetir a viagem, porque essa eu faço questão.

Melhor época para visitar a Região Vinícola do Cabo:

Durante todo o ano. Depende do clima que você prefere.

De junho até agosto faz bastante frio.

Fomos no final de setembro, início de outubro e ainda fazia frio. Porém, disseram que as condições climáticas esse ano (2017) estavam atípicas, pois geralmente outubro já começa a esquentar.

Embora frio, pegamos dias bonitos, com sol. Perfeito para degustar vinhos (e mais vinhos…).

A partir de novembro (até março) é quando se tem temperaturas mais elevadas (clima que permite um programa bem diferente: fazer picnic nas vinícolas).

Como ir a Stellenbosh:

Carro é a melhor opção.

Alugamos na Hertz, em Cape Town. Não precisa de Carteira de Habilitação Internacional. Eles nos pediram apenas CNH e passaporte.

A estrada é ótima, bem sinalizada e com a ajuda do Waze tudo fica ainda mais simples.

Atenção apenas com a mão inglesa. Fui a motorista da rodada e me acostumei rápido, mas atenção redobrada sempre, ok?.

Caso queira fazer muitas degustações nas vinícolas, é possível usar Uber também (não para ir até Stellenbosh, mas para ir de uma vinícola a outra).

Onde se hospedar em Stellenbosh:

Ficamos hospedados (por duas noites) no Protea Hotel by Marriott Stellenbosh e pagamos R$ 320,00 pela diária.

O hotel é bom e bem localizado. Tem estacionamento grátis, quarto confortável e bom café da manhã (bastante opções, incluindo omeletes feito na hora).

Stellenbosh - Protea Marriott
Café da manhã no Protea Hotel by Marriott Stellenbosh

Em que pesem tais características, hoje eu optaria por me hospedar alguma Guest House, ao invés de ficar em um hotel tradicional

Em Franschhoek, ficamos em uma chamada “Lavender Farm Guest House”  e adoramos (R$ 255,00 a diária). Conto melhor sobre ela quando escrever o post de Franschhoek.

Acontece que o hotel Marriott, embora confortável, não era tão aconchegante como o que ficamos em Franschhoek, e como a região das vinícolas é toda charmosa, se fosse hoje, eu daria preferência para esse estilo de hospedagem (uma Guest House aconchegante).

Mas atenção: não é toda e qualquer Guest House que é legal. Tem umas bem fraquinhas! Tem que procurar uma que se encaixe no seu gosto.

Com um orçamento mais folgado, indico o famoso e imponente Delaire Graff Estate, onde tivemos a oportunidade de almoçar (porque nosso orçamento só deu pra almoçar mesmo rsrs…).

Outras opções de hospedagem em Stellenbosh:

Vinícolas imperdíveis em Stellenbosh:

Aqui acho que vale a regra do: quanto mais, melhor!

Você não precisa pagar nada para entrar nas vinícolas e, inclusive, alguns wine tasting são grátis, se você comprar um vinho na vinícola depois.

De qualquer forma, os wine tasting são baratinhos, geralmente custam menos de R$ 20,00 para degustação de 5 ou 6 vinhos diferentes.

Os preços variam conforme a vinícola, inclusive tem algumas que cobram o equivalente a uns R$ 12,00.

Você também encontra opções de degustação de vinhos com azeite, vinhos com queijo, chocolate… Um sonho.

Outras têm até opção de picnic. Mas esse programa deve ser reservado com antecedência pelo site da vinícola e são mais comuns durante o verão.

O horário de funcionamento varia de vinícola para vinícola, conforme o dia e conforme a época do ano. Importante dar uma conferida no site de cada uma antes, montando seu roteiro conforme o horário de funcionamento de cada uma (por ex. algumas abrem bem cedo, mesmo no domingo, outras fecham aos domingos).

Enfim, vou listar algumas vinícolas que valem à pena figurar na sua lista e colocar algumas observações sobre cada uma delas:

JORDAN: além da qualidade dos vinhos, a beleza do lugar chama atenção. Um lindo jardim, lago, vista para as montanhas…

A Jordan também tem opções de café da manhã e restaurante.

Jordan - Stellenbosh
Jordan – Stellenbosh
Jordan - Stellenbosh
Jordan – Stellenbosh
Wine tasting na Jordan - Stellenbosh
Wine tasting na Jordan – Stellenbosh
Wine tasting na Jordan - Stellenbosh
A vista – Jordan – Stellenbosh
Ótima opção para seu café da manhã
Ótima opção para um café da manhã – Jordan – Stellenbosh
A Jordan foi nossa primeira vinícola pela manhã - 9h30
A Jordan foi nossa primeira vinícola pela manhã – 9h30

TOKARA: o salão onde é feito o wine tasting é muito bonito e aconchegante, com um vidro imenso e vista para o vale e montanhas. Além dos vinhos, também degustamos azeitonas. A Tokara também oferece degustação de azeites.

Tokara - Stellenbosh
Tokara – Stellenbosh
Tokara - Stellenbosh
Tokara – Stellenbosh – há várias obras de arte espalhadas pela vinícola

O que me chamou atenção foi o espaço para casamentos. Inclusive teria um naquele dia. Lindo né?

Procurando um lugar especial para sua cerimônia de casamento? #ficaadica
Wine tasting room - Tokara
Wine tasting room – Tokara
Tokara - Stellenbosh
Tokara – Stellenbosh

DELAIRE GRAFF: fica praticamente na frente da Tokara. A Delaire foi o local escolhido para nosso almoço no sábado (no Delaire Graff Restaurant). Ambiente lindo e sofisticado, comida deliciosa e vista… Tem que ir para conferir pessoalmente. Precisa reservar com antecedência (reservations@delaire.co.za ou no próprio site – www.delaire.co.za).

Delaire - linda desde a entrada
Delaire – linda desde a entrada
Lunch with view...
Lunch with view…
Menu - Delaire - Stellenbosh
“pré entrada” – aiiii aqueles pãezinhos – Delaire – Stellenbosh
Entrada da Anna - Delaire - Stellenbosh
Salmão – entrada da Anna – Delaire – Stellenbosh
Entrada do Rodrigo - Delaire - Stellenbosh
Steak tartar – entrada do Rodrigo – Delaire – Stellenbosh
Avestruz - prato principal
Avestruz – prato principal
Hora de adoçar ainda mais a vida!
Hora de adoçar ainda mais a vida!

Além de vinícola, a Delaire Graff também é uma opção de hospedagem em Stellenbosh, contanto com lodges de luxo, inclusive com piscina privativa.

Nosso melhor almoço em Stellenbosh
Nosso melhor almoço em Stellenbosh

ASARA: passamos na Asara para uma degustação rápida no domingo de manhã (não são muitas que abrem domingo de manhã). O wine tasting é feito em uma sala fechada. Acho que perderam a oportunidade de criar um ambiente melhor para as degustações, já que a vinícola tem uma bela vista.

A Asara também tem opção de hospedagem, que por sinal é muito bem avaliada.

Wine tasting - Asara - Stellenbosh
Wine tasting – Asara – Stellenbosh

WATERFORD: além da harmonização de vinhos com chocolate, essa vinícola é famosa por fazer um tour chamado “wine safari”. É necessário reservar com antecedência.

Não fizemos reserva para o wine safari, então apenas passamos por ela para fazer uma visita rápida. É linda e vale à pena fazer reserva para não perder a oportunidade (como nós).

KANONKOP: ganhou há pouco tempo o prêmio de melhor vinho Pinotage do mundo. Trouxemos um pra casa.

Kanonkop - Stellenbosh
Kanonkop – Stellenbosh
Pinotage premiado - Kanonkop - Stellenbosh
O Pinotage premiado – Kanonkop – Stellenbosh
Wine tasting - Kanonkop - Stellenbosh
Wine tasting – Kanonkop – Stellenbosh

UITKYK: fica ao lado da KANONKOP. Também oferecem “Chocolate Experience” e picnics (mediante reserva).

Uitkyk
Uitkyk
Stellenbosh
Uitkyk – Stellenbosh

KLEINE ZALZE: essa vinícola já ganhou o prêmio de melhor Sauvignon Blanc. Fica perto do hotel que estávamos hospedados e tem uma lista vista. A degustação é feita na parte externa e também é possível fazer wine tasting harmonizado com queijos.

Stellenbosh
A linda vista da Kleine Zalze – Stellenbosh
Kleine Zalze e seu premiado
Kleine Zalze e seu premiado Sauvignon Blanc

ERNIE ELS: a mais cool, sem dúvida. Ponto de encontro da galera jovem e bonita da região. Pertence ao famoso jogador de golf sul-africano, o próprio Ernie Els, que já foi o número 1 do mundo. Vista sensacional, vinhos incríveis… Um daqueles lugares que você vai quer voltar.

A tal da vista...
A tal da vista…
Lugar perfeito para passar a tarde com os amigos
Lugar perfeito para passar a tarde com os amigos
Se quiser arriscar umas tacadas
Se quiser arriscar umas tacadas, na Ernie Els é possível

CLOS MALVERNE: uma da vinícolas incluída no roteiro na última hora (era domingo de manhã). Eu amei o Pinotage Le Café (The Coffee Edition). Rodrigo também provou alguns espumantes deliciosos.

Na Clos Malverne tem degustação de vinhos pareados com sorvete, mas apenas durante os dias da semana.

Aquela degustação que não estava nos planos, mas surpreendeu
Aquela degustação que não estava nos planos, mas surpreendeu – Clos Malverne – Stellenbosh
Até chazinho teve
Até chazinho teve
Motorista da rodada!
Motorista da rodada!
Levei minha parte pra tomar depois rsrs...
Levei minha parte pra tomar depois rsrs…

Outras vinícolas que não fomos, e também são bem recomendadas:

  • RUST EN VREDE
  • ZORGVLIET
  • MURATIE
  • ANURA
  • WARWICK WINE ESTATE: essa é uma das vinícolas onde é possível reservar/comprar uma cesta de piquenique para acompanhar a degustação.
  • SPIER (vinhos, wine tasting, restaurante, picnics, hotel)
  • LANZERAC
  • OVERGAAUW

Obs.1. Aconselho que você faça as reservas de restaurantes e vinícolas (as que exigem reserva) com antecedência. Fiz todas as nossas reservas ainda no Brasil.

Obs.2. É absolutamente normal que no meio do caminho você encontre uma vinícola que não está no seu roteiro, mas chamou a atenção.

Não tenha medo de incluí-la ainda que de “supetão”, pois esse é um passeio para ser curtido sem pressa, sem programação rígida… Afinal, a maioria das vinícolas não exige reserva prévia para o wine tasting, bastando que você chegue lá e diga que quer fazer uma degustação.

Procure um mapa da cidade e das vinícolas no seu hotel ou qualquer lugar por onde passar. O mapa ajuda bastante na hora de programar a ordem das vinícolas a visitar, permitindo que você otimize seu roteiro, pois algumas vinícolas são longe uma das outras.

Um mapa desse ajuda bastante na hora de organizar a ordem das vinícolas a visitar – Stellenbosh

Obs.3. Todas as vinícolas têm wi-fi.

Obs.4. Algumas vinícolas com opção de picnic (reservar com antecedência):

Algumas vinícolas com opção de picnic em Stellenbosh
Algumas vinícolas com opção de picnic em Stellenbosh

Vale à pena comprar garrafas de vinhos nas vinícolas?

Ponto positivo: várias vinícolas não cobram a degustação se você comprar uma garrafa de vinho deles.

Ponto negativo: o trabalho que terá levando os vinhos de um lado para o outro durante a sua viagem.

Em lojas na cidade, supermercados ou mesmo no free shop (onde você já compra sem incidência de imposto), você irá encontrar as mesmas opções de vinhos e pelo mesmo preço.

Restaurantes – onde comer em Stellenbosh:

A Mercedes-Benz lançou em 1998 a premiação “Eat Out Restaurant Awards”, que acontece todo ano, no mês de novembro, elegendo os 10 melhores restaurantes da África do Sul (chef do ano, restaurante do ano e prêmio de excelência em serviço).

Esses prêmios reconhecem os restaurantes favoritos dos leitores (os vencedores são determinados pela maior classificação média de estrelas, votação realizada pelo público, durante um ano, através do site eatout.co.za).

Dos 10 melhores restaurantes da África do Sul, eleitos pela Eat Out, 2 estão na região de Stellenbosh: The Restaurant at Waterkloof (em Somerset West) e Ouverture Restaurant (em Stellenbosch).

Tivemos o prazer de conferir!

WATERKLOOF WINES: (The Restaurant at Waterkloof) reservei esse restaurante sem me dar conta que ele ficava longe (Sir Lowry´s Pass Village Road, Somerset West). Aí me arrependi… Depois, quando cheguei e experimentei a comida do local, achei que valeu à pena e me “des-arrependi”, principalmente pelo lugar maravilhosos em que ele está localizado.

Atualmente ocupa a terceira posição na lista dos melhores restaurantes da África do Sul pela Eat Out.

O restaurante fica dentro da vinícola Waterkloof e no topo de uma montanha com vista pra os vinhedos.

A Waterkloof uma vinícola “bio” (agricultura biodinâmica), preocupada com o meio ambiente.

O restaurante é sofisticado e trabalha com opção de menus de 3 ou 5 “courses” e também menu degustação. Ficamos com a opção reduzida nesse dia. Mas acredito que a melhor experiência seja o degustação (tasting menu).

Restaurant Stellenbosh
The Restaurant at Waterkloof – Stellenbosh
The Restaurant at Waterkloof - Stellenbosh
Entradinhas – The Restaurant at Waterkloof – Stellenbosh
The Restaurant at Waterkloof - Stellenbosh
Prato principal: o restaurante é especializado em peixes – The Restaurant at Waterkloof – Stellenbosh
O cardápio muda conforme os ingredientes de cada estação
O cardápio muda conforme os ingredientes de cada estação
A vista
A vista… The Restaurant at Waterkloof – Stellenbosh
Sem dúvida o The Restaurant at Waterkloof em Stellenbosh, foi o restaurante mais bonito que fomos na África do Sul

OVERTURE: (Hidden Valley Wine Estate, Annandale Road, Stellenbosch, Western Cape) aparece na 6ª posição na lista dos melhores restaurantes da África do Sul pela Eat Out.

O atendimento foi muito bom e o menu degustação é daqueles “não acaba nunca” (gulosos que somos, pedimos o menu completo).

Embora tenha ouvido falar muito bem desse restaurante, não surpreendeu (a expectativa foi muito alta, confesso). Mas a experiência foi prejudicada por dois motivos: estávamos muito cansados (depois de um dia intenso de muitas degustações) e o tempo de espera entre um prato e outro era muito grande.

Menu degustação - Overture - Stellenbosh
Menu degustação – Overture – Stellenbosh
Overture - Stellenbosh
Menu degustação – Overture – Stellenbosh
Menu degustação - Overture - Stellenbosh
Menu degustação – Overture – Stellenbosh
Menu degustação - Overture - Stellenbosh
Menu degustação – Overture – Stellenbosh
Menu degustação - Overture - Stellenbosh
Menu degustação – Overture – Stellenbosh
Menu degustação – Overture – Stellenbosh
Menu degustação – Overture – Stellenbosh
Menu degustação - Overture - Stellenbosh
Menu degustação – Overture – Stellenbosh
Menu degustação - Overture - Stellenbosh
Menu degustação – Overture – Stellenbosh

Sim, confesso: nunca vi tanta comida na minha frente como nesse tasting menu do Overture!

THE BIG EASY: restaurante localizado na região central de Stellenbosh. Uma boa opção quando você quer fugir um pouco dos “tasting menu” (sério, eu nunca imaginei que iria dizer isso, mas chega uma hora que você de MENOS comida).

Comida sofisticada, saborosa e fresca, como na maioria dos restaurantes sul-africanos dessa categoria.

Não fizemos reserva, mas chegamos muito cedo (18h), então foi fácil conseguir mesa. O recomendado é fazer reserva.

Big Easy - Stellenbosh
Big Easy – Stellenbosh
Big Easy - Stellenbosh
Big Easy – Stellenbosh
Big Easy - Stellenbosh
Big Easy – Stellenbosh
Big Easy – Stellenbosh

DELLAIRE GRAFF RESTAURANT: perfeito para almoço. Vista linda e comida sensacional. Todas as fotos dos pratos coloquei neste post quando falei das vinícolas que visitamos.

Outras opções de restaurantes recomendados:

  • Rust en Vrede
  • Terroir (localizado na vinícola Kleine Zalze Wine Estate)
  • Tokara
  • Moyo (na vinícola Spier)
  • The Restaurant at Clos Malverne
  • Helena´s
  • The Jordan Restaurant
  • Indochine (outro restaurante da Dellaire Graff)
  • Mont Marie Restaurant
  • The Table

Todas essas recordações e fotos de comida fez meu estômago roncar… Porém, como nem tudo são flores, vou voltar pra minha dieta low carb aqui, porque a conta da balança ficou grande depois dessa viagem enogastronômica dos sonhos.

Deixo aqui o vídeo do nosso fim de semana em Stellenbosh e já aproveito para pedir que você se inscreva no nosso canal – YouTube.com/blogmaladeviagem:

Fique ligado(a) nos próximos posts. Ainda tenho muita coisa sobre a Região Vinícola do Cabo pra contar, e Franschhoek é a minha queridinha S2!

Até a próxima.

Abraço,

Anna.

 

Se você gosta do conteúdo do Blog Mala de Viagem, gostaria de te pedir uma ajuda: faça sua reserva de hospedagem pelo Booking.com através do banner aqui na lateral direita do blog. Você não pagará nada a mais por isso, contribuirá para que façamos mais viagens, e sem dúvida novos posts sempre aparecerão por aqui! Muito obrigada!

 

Post anterior – O que fazer em Cape Town – começando pelas montanhas!

Próximo post – V&A Waterfront Cape Town: a atração mais visitada na África do Sul