Skip to main content
O que fazer em Cape Town - começando pelas montanhas

O que fazer em Cape Town – começando pelas montanhas!

Do mar à montanha, Cape Town é a cidade mais icônica da África do Sul. E não é à toa, a capital legislativa do país é um misto de todas as coisas boas do mundo num só lugar!

Localizada na província do Cabo Ocidental e conhecida como a “Cidade Mãe” ou “Mother City”, foi fundada pelos holandeses em 1652.

Segunda cidade mais populosa da África do Sul (Joanesburgo é a primeira), atualmente possui cerca de 4 milhões de habitantes.

Geralmente comparada ao Rio de Janeiro ou Sydney, a Cidade do Cabo, ganhou posição de destaque na lista dos turistas brasileiros, destino que vem ganhando espaço principalmente depois da Copa do Mundo de 2010.

E é fácil entender o motivo, pois Cape Town tem atrações para agradar “a gregos e troianos”: natureza exuberante, mar, montanhas, culinária espetacular, diversidade cultural, tudo envolvo por uma história de superação da luta da maioria “não-branca” contra uma minoria opressora, que se findou apenas em 1994 com a eleição de Nelson Mandela e o término do regime do Apartheid.

O difícil vai ser sair de lá sem pensar: “Ah… Como eu queria morar aqui”.

Como a lista de atrações na Cidade do Cabo não é pequena, hoje começo as dicas pelo alto, falando das montanhas mais queridinhas da Mother City. 

TABLE MOUNTAIN:

A Table Moutain, ou Montanha da Mesa, com seus 1084,6 metros de altitude, é considerada uma das sete maravilhas naturais do mundo moderno e patrimônio mundial da UNESCO.

A característica peculiar da montanha é o seu topo achatado, com um planalto 3 quilômetros de extensão, cercado por penhascos.

A Table Mountain integra os parques nacionais da África do Sul e é, sem dúvida, o cartão postal da Cidade do Cabo. Cartão esse que você terá o prazer de ver de diversos cantinhos da cidade.

O que fazer em Cape Town - Table Mountain
Table Mountain vista do Waterfront

Tem localização privilegida na cidade, tornando o acesso bem fácil (fomos de Uber, mas você pode ir também com o ônibus hop-on hop-off ou mesmo com o ônibus MyCiti).

O que fazer em Cape Town - onibus hop on hop off
Ônibus hop-on hop-off – City Sightseeing – Waterfront

Em resumo, a vista para a Table (para os íntimos) é linda desde a janelinha do avião!

A dica principal é: se você chegar em Cape Town e o tempo estiver aberto, então seu primeiro passeio deve ser subir a Table.

O Tempo em CT é muito instável (existem até a frase comum entre os capetonians: “4 estações em um mesmo dia”), e isso é a razão pela qual muitos turistas voltam para casa sem “subir na mesa”.

O excesso de vento (muito comum em CT) costuma ser motivo para fechar o teleférico. Na base há um painel indicando as condições de subida e descida da montanha.

Além disso, no site oficial você também encontra informações atualizadas sobre as condições climáticas e tempo de espera na fila, por exemplo.

Geralmente, quando a “toalha se põe, a mesa se fecha”, confuso? Então explico melhor:

A montanha recebe o nome de “Table Mountain” (Montanha da Mesa) em virtude de um fenômeno climático envolvendo correntes de ar frio, formando uma nuvem branca fininha que repousa sobra a montanha, como se fosse uma toalha branca.

Tivemos a oportunidade de presenciar o fenômeno algumas vezes.

O que fazer em Cape Town - Table Mountain2
Toalha de mesa se pondo sobre a montanha

Então não perca tempo: chegou em Cape Town e o dia está ensolarado, sem nuvens ou muito vento? Corra subir a montanha!

Aventureiros que somos, optamos pela trilha. Um trekking* de aproximadamente 2h, 2h30min, a depender do ritmo. Foi cansativo sim, não vou mentir, mas foi uma experiência fantástica que eu super recomendo.

*Você sabia que trekking é uma palavra de origem sul-africana que significa seguir um trilho ou o chamado percurso pedestre e fazê-lo a pé? Sendo assim, não vejo momento mais oportuno que este para aplicar o termo.

O que fazer em Cape Town - Table Mountain
Um trekking de 2h30min leva ao topo da montanha – Trilha Garganta de Platteklip – essa vista é maravilhosa

Fizemos a trilha mais “turística” (chamada de Garganta de Platteklip*), mas isso não significa que não existam outras. De qualquer forma, aconselho que você faça essa trilha tradicional também, pois assim evita a “fadiga” (já ouvi relatos de turistas que tiveram problemas com assalto quando seguiam rotas “alternativas”).

*Entre os desfiladeiros da montanha, está a “a garganta de Platteklip”, que permite um acesso mais fácil ao cume. Essa também foi a trilha utilizada pelo navegador português Antonio de Saldanha (que deu à montanha o nome de Table Mountain), na primeira escalada que se tem notícias, em 1503.

Vai fazer a trilha? Tênis, roupa apropriada, protetor solar, água e lanche são fundamentais, afinal são de 2 a 3h de caminhada em nível de dificuldade elevado. Outra dica: mesmo que o dia estiver quente, leve um casaco corta vento, pois geralmente venta bastante no topo, principalmente no final do dia, próximo ao por do sol.

A trilha tradicional é bem movimentada, então não tem erro: siga o fluxo rumo ao topo!

Uma das melhores partes da trilha – melhor vista e temperatura (o cânion e a sombra deixam o lugar bem fresquinho)

Caso ache que fazer uma escalada de 2h30 é “to much”, não tem problema não: só pegar o teleférico com base giratória (gira 360 graus para que todos no interior tenham vista completa de todos os ângulos no momento da subida/descida) que leva até o cume.

Como queríamos ter as duas experiências, fizemos a trilha para subir e depois pegamos o bondinho para descer (compramos o ingresso de volta lá no topo).

É possível comprar o ingresso direto na base da Table Mountain (e talvez enfrentar fila), ou pelo site oficial.

Além de não precisar enfrentar fila, outra vantagem do bilhete online, é que ele tem validade de 7 dias a partir da data escolhida, o que permite que o turista tenha mobilidade para alterar o dia diante de uma situação de mau tempo ou outro imprevisto.

No topo há um caminho sinalizado a ser percorrido e ao longo dele estão vários mirantes que fazer a alegria dos turistas.

A sensação de liberdade ao chegar no topo (e saber que venceu rsrs…)
O que fazer em Cape Town - Table Mountain
Aquela vista…
O que fazer em Cape Town - Table Mountain4
Lion´s Head ao fundo

Há também uma boa estrutura para os turistas, como lanchonete, loja de souvenir, banheiros e mesas para piquenique (vimos vários casais com vinho e lanchinhos).

Além da vista sensacional de toda cidade, foi de lá do topo que vimos o por do sol mais lindo de Cape Town.

O que fazer em Cape Town - Table Mountain
Aquele sunset que a gente nunca esquece

Era nosso aniversário de 3 anos de namoro e comemoramos desse jeitinho: escalando uma das 7 maravilhas da natureza e vendo um dos melhores sunsets das nossas vidas.

O que fazer em Cape Town - Table Mountain
Table Mountain – uma das 7 maravilhas da natureza

Informações úteis:

Site oficial: clique aqui.

Comprar ingresso: clique aqui.

Confira agora o vídeo que fizemos dessa nossa aventura:

Você já conhece o nosso canal no YouTube? Aproveite pra se inscrever clicando aqui!

LION´S HEAD:

Se a Table Mountain é o primeiro, a Lion´s Head é o segundo cartão postal de Cape Town.

A “Cabeça do Leão” também é vista de vários pontos diferentes da cidade, e a melhor vista que se tem da Lion´s é justamente do topo da Table.

Se para subir/descer a Table Mountain você tem opções de trilhas ou cabe car, no caso da Lion´s a história muda: pra ver Cape Town do topo dessa montanha, só fazendo trilha meu amigo!

O que fazer em Cape Town9
Mais um topo pra lista – Lion´s Head

A trilha é mais curta do que a que fizemos na Table, e o nível de dificuldade também é menor. Em aproximadamente 1h30min é possível chegar ao cume (num ritmo tranquilo).

Alguns pontos exigem uma pequena escalada, mas tudo é sinalizado e existem barras e correntes para auxiliar nessa tarefa.

O que fazer em Cape Town
O final é a parte mais difícil, pois fica mais íngreme

É uma trilha para turistas e realmente é sempre muito movimentada, principalmente no final do dia, quando as pessoas escalam para ver o por do sol na “Cabeça do Leão”.

Optamos por subir na parte da tarde e descer antes do sol se por. Caso sua intenção seja ver o sunset, leve lanterna ou use a do seu celular na volta, pois estará escuro.

O que fazer em Cape Town9
A subida… E uma pausa pra apreciar a vista!

A vista do topo é tão linda quanto da Table Mountain.

Do topo da Table, a melhor vista que se tem (opinião pessoal) é a Lion´s Head. Já do topo da Lion´s, a melhor vista é dos Doze Apóstolos.

O que fazer em Cape Town9
Montanha “Doze Apóstolos” vista do topo da Lion´s Head
O que fazer em Cape Town
Muito amor por essa foto! Doze Apóstolos ao fundo

Ao contrário da Table, o topo da Lion´s é pequeno e não há nada construído pelo homem lá em cima (loja, lanchonete, banheiro), é rústico e natural! Levamos um lanchinho e água (não esqueça de trazer todo seu lixo de volta).

Rústica que é, a Lion´s é um passeio totalmente free em Cape Town. Então não perca a oportunidade de fazê-lo.

O que fazer em Cape Town9
Ao fundo, no mar, é possível ver a Robben Island

Tivemos uma baita sorte, pois escalamos a Lion´s Head duas semanas antes de a polícia do SAN´s Park fechar a trilha que dá acesso a Wally´s Cave.

Para quem nunca ouviu falar, a Wally´s Cave é uma caverna com uma vista simplesmente maravilhosa para a Table Mountain. Impossível tirar uma foto feia ali.

O que fazer em Cape Town9
Wally´s Cave

O problema é que a trilha que leva à caverna (que não é sinalizada) estava sofrendo erosão e com riscos de desabamento.

Assim, por questões de segurança, a polícia proibiu o acesso a ela, sem previsões de reabertura. E aqueles que forem pegos infringindo a nova regra, será multado.

Meu plano inicial era escrever um post explicando exatamente como chegar na Wally´s, mas como agora se tornou “área proibida”, só nos resta torcer para que a vegetação da trilha se regenere, não haja mais riscos de desabamento e a caverna mais queridinha da Lion´s ainda possa ser visitada por muitos turistas.

O que fazer em Cape Town
Da Wally´s Cave se tem uma incrível vista da Table Mountain

Confira agora o vídeo “Escalando a Lion´s Head com o Mala de Viagem”:

(aproveita e se inscreva no nosso canal – YouTube.com/blogmaladeviagem – clicando aqui!).

SIGNAL HILL

Eis aqui a terceira montanha queridinha de Cape Town.

Já ouvi muita gente dizendo que de lá se tem o melhor por do sol da cidade…

#TableMountainTeam que sou, ainda prefiro o sunset da Table, mas tudo é uma questão de experiência, dia, momento, tempo, temperatura e condições climáticas, visto que visitamos a Signal em um dia meio nublado e ventania intensa (baita frio…).

O lugar é “take easy”, nada de trilhas por aqui: pegue um Uber (ou ônibus hop-on hop-off) e já estará lá. Da rotatória de acesso até a montanha são 3,5 km de estrada estreita e sinuosa.

Se você viu o por do sol na Signal, a vista que se tem da cidade no caminho de volta é linda, pois as luzes acessas contraste com o crespúsculo é mais uma cena da série: para ficar na memória!

A Signal Hill também está localizada na região central, pertinho da Lion’s Head e Table Mountain.

No morro tem até uma grande tela verde posicionada estrategicamente ali para os turistas apreciarem a vista.

E o lugar é super romântico mesmo. Leve seu vinho, seus morangos (compre no Food Lovers – lá eles vendem aqueles morangos gigantes de fondue por uma pechincha) e curta o momento.

O que fazer em Cape Town - Signal Hill
Por do sol na Signal Hill

Sua viagem não é romântica? Não tem problema, seja com amigos ou mesmo sozinho, a vista é mega fotogênica do mesmo jeito e é mais um passeio imperdível, free e inesquecível que Cape Town te proporciona.

Obs. Tanto a Table Mountain, como Lion´s Head e Signal Hill ficam próximo ao centro da cidade e localizados praticamente um de frente para o outro. Não tem erro, fácil, fácil de se localizar (mesmo porque, você verá as 3 icônicas montanhas de praticamente qualquer canto da cidade).

Infelizmente não fiz vídeo da Signal Hill. Estava ventando e muito frio… Confesso que até segurar a taça de vinho foi uma tarefa difícil!

DOZE APÓSTOLOS

Os Doze Apóstolos, ou Twelve Apostles, são uma formação rochosa da própria Table Mountain, como se fossem uma continuação de sua planície.

Uma belíssima formação a ser contemplada principalmente da praia de Camps Bay (se quiser vê-la do solo), ou do topo da Lion´s Head (para os “escaladores de montanhas”).

O que fazer em Cape Town
Doze Apóstolos – Camps Bay
O que fazer em Cape Town - Camps Bay e Doze Apóstolos
Parece uma pintura

Na verdade não são 12 picos, mas sim 17, que parecem abraçar o Oceano Atlântico.

O que fazer em Cape Town - Camps Bay e Doze Apóstolos2
A sintonia perfeita entre a montanha e o oceano

Camps Bay é a praia mais badalada da cidade. Lugar nobre e ponto certo de encontro da galera jovem e descolada. Se de um lado é agraciada pelo mar, do outro é protegia pela cadeia montanhosa mais fotogênica sob a luz solar.

Tivemos o prazer de passar um final de tarde em Camps Bay e, sinceramente? Eu não sabia o que era mais bonito: se o sol se pondo no mar ali na frente, ou os reflexos daquela luz nos Doze Apóstolos que reluziam tons de rosa em sintonia perfeita com o clima da cidade.

O que fazer em Cape Town - Camps Bay e Doze Apóstolos2
Por do sol em Camps Bay
O que fazer em Cape Town - Camps Bay e Doze Apóstolos
Camps Bay

E pra finalizar, o vídeo do nosso final de tarde em Camps Bay:

(aproveita e se inscreva no nosso canal – YouTube.com/blogmaladeviagem – clicando aqui!).

Gostou das dicas de hoje? Então fique ligado aqui no Blog Mala de Viagem, porque ainda tenho muita coisa pra te contar sobre nossa incrível viagem pra África do Sul!

 

Se você gosta do conteúdo do Blog Mala de Viagem, gostaria de te pedir uma ajuda: faça sua reserva de hospedagem pelo Booking.com através do banner aqui na lateral direita do blog. Você não pagará nada a mais por isso, contribuirá para que façamos mais viagens, e sem dúvida novos posts sempre aparecerão por aqui! Muito obrigada!

 

Post anterior – Radisson RED Cape Town: um hotel inspirado na arte, música e moda

Próximo post – Conhecendo a Região Vinícola do Cabo: Stellenbosh