Skip to main content

Praias e Passeios imperdíveis em San Diego – Parte2

Dando continuidade aos lugares que não podem ficar de fora da sua lista quando visitar San Diego, selecionamos mais praias, lindos sunsets e bairros que merecem sua visita.

Ter a oportunidade de morar por um mês em uma cidade linda como San Diego tem sido realmente incrível. E sua beleza se revela em cada pedacinho, tudo é novidade, tudo é um agrado aos olhos, o que faz com que o simples trajeto do Uber ou uma caminhada pela rua, seja algo muito prazeroso (adoro ir observando o caminho, principalmente quando o sol já se foi e as luzes iluminam toda a cidade).

Então vamos dar continuidade aos lugares mais incríveis de San Diego, começando com as praias mais queridinhas dos jovens por aqui.

Mission Beach e Pacific Beach:

Tiramos um dia para conhecer Mission Beach e Pacific Beach – uma praia é vizinha da outra.

Trata-se de uma região com vida noturna agitada e muito frequentada por jovens. Ambas as praias possuem um calçadão mega agradável, sendo comum a prática de esportes por ali (patins, bicicleta, skate…). Mesmo agora com a temperatura mais baixa (dezembro), muita gente procura o calçadão para correr e caminhar com o dog também.

A praia de Mission Beach fica perto da área do Sea World San Diego, e é lá que está o Belmont Park, um parque de diversões praticamente beira mar, famoso por sua antiga montanha russa de madeira. Você não paga nada para entrar no Belmont Park (pagará apenas pelo ingresso da atração, caso queira ir em algum brinquedo – mas a maioria dos brinquedos são mais para as crianças mesmo).

Ao lado do Belmont Park está a Wave House, um lugar super badalado com vista para o mar (boa dica para ver o sunset), com música bacana e gente bonita. A Wave House é mais do que um bar, pois lá você encontra uma espécie de piscina com ondas artificiais (tem horários específicos de funcionamento). Nos domingos de verão o local é ponto de encontro certo, pois é a melhor balada do domingo em San Diego. 

Após conhecer o Belmont e a Wave House, seguimos caminhando pelo calçadão de Mission Beach, de onde apreciamos mais um típico sunset californiano (pena que as nuvens atrapalharam um pouco o espetáculo nesse dia).

Seguimos nosso tour e chegamos em Pacific Beach. Assim como Mission, Pacific possui um boardwalk imenso (são quase 5km de Ocean Front Walk).

Já era noite e deu para ter uma ideia de como é a vida noturna em Pacific Beach: bares e restaurantes com música animada, agito e muitos jovens.

Outro lugar bonito em PB é o Crystal Pier, onde está um hotel horizontal – são várias casinhas, uma ao lado da outra, todas com vista para o mar.

Na praia de Pacific Beach também há um parque chamado Mission Bay Park, ideal para relaxar num fim de tarde.

Point Loma e Cabrillo National Monument:

Point Loma é uma península montanhosa (localizada há mais ou menos 15km do centro San Diego), sendo que do seu lado oeste está o  Oceano Pacífico, e ao seu lado leste, a Baía de San Diego Bay.

Chegando no Parque Nacional, você vai se deparar com um cemitério militar que vale à pena uma paradinha para, pelo menos, apreciar a vista. São centenas de túmulos branquinhos (todos de militares) virados para baía de San Diego.

A vista que se tem do Cabrillo National Monument está no meu “top five San Diego”, que fazem os 5 dólares por pessoa (para ingressar no parque) ser um bom investimento. De lá se tem uma visão ampla da Baía de San Diego, graças à sua considerável elevação.

Juan Rodriguez Cabrillo foi o primeiro Espanhol a pisar no que hoje é a costa oeste norte-americana no século XVI. E o primeiro lugar que sua expedição chegou foi justamente em Point Loma, onde hoje é o Parque Nacional e está localizado o Cabrillo National Monument.

O parque, além da linda vista (Baía de San Diego de um lado e praia de Point Loma do outro), abriga o monumento em homenagem a Cabrillo e o Old Point Loma Lighthouse (farol de Point Loma), construído no século XIX para orientar as embarcações que chegavam na baía de San Diego.

Chegamos no parque mais ou menos 1h antes de fechar. No início ficamos chateados, achando que não teríamos tempo suficiente, mas acabou dando pra conferir (rapidamente) tudo: a vista da baía e da cidade, a vista para o Pacífico, o monumento em homenagem a Cabrillo e o farol (só não deu tempo de fazer a trilha que tem dentro do parque chamada de “Tidepool”, pela qual você caminha até as pedras na beira do mar).

Gostei do lugar porque além da linda vista, lá você também tem a oportunidade de conhecer um pouco da história de San Diego.

A praia na região de Point Loma é semelhante a Sunset Cliffs (listado na primeira parte do post), pois marcada por falésias e muito frequentada pelos amantes do surf.

Old Town:

Old Town é o bairro mais antigo de San Diego e fica relativamente próximo ao centro da cidade (de Uber foi bem rapidinho e custou cerca de 5 dólares).

San Diego é o berço da Califórnia (primeira cidade) e mescla a cultura Mexicana e Americana de uma maneira única, o que se vê claramente em Old Town, que possuí construções históricas muito bem preservadas (século XIX).

O bairro tem um charme próprio e remete à cultura hispânica (lembra também o cenário de um filme de velho oeste). Além de passear e comer em um dos vários restaurantes mexicanos, é uma boa oportunidade para conhecer um pouco mais sobre a história e fundação da cidade de San Diego em seus museus.

Vimos também muitas lojinhas de artesanato, doces, cafeterias e pessoas vestidas a caráter. Não deixe de entrar e tirar fotos nos prédios mais antigos de San Diego: primeiro banco, escola, tabacaria, hotel, delegacia, teatro, estábulo… – alguns deles são museus e a entrada é “free”.

Também é em Old Town que está a Whaley House, conhecida por ser uma casa mal-assombrada (onde foram gravadas cenas de alguns filmes como Missão Impossível 3, Forrest Gump e a série Star Trek).

Whaley House

Começamos o nosso passeio pelo San Diego State Historic Park e depois seguindo caminhando pelas ruas do bairro. Era um domingo de clima agradável e o solzinho colaborou para que tivéssemos uma tarde inesquecível em Old Town.

Seaport Village:

Aqui bem pertinho de “casa” ( estamos morando em uma residência estudantil na J Street, na região de Gaslamp Quarter), está o Seaport Village. Num sábado estávamos caminhando e acabamos chegando lá “meio que sem querer”.

Seaport Village é um lugar legal para visitar quando está passando pelo centro de San Diego ou no mesmo dia em que você for ao USS Midway (falei sobre ele na primeira parte do post), pois é do lado!

Trata-se de um conjunto de lojas e restaurantes à beira-mar. Conta também com um bom espaço para caminhar e tem uma vista bonita para o mar.

Gostei tanto do lugar que voltei para para correr pelo calçadão depois (tem uma escada imensa que liga o Seaport ao centro de convenções da cidade, foi ótimo pra dar mandar umas calorias extras pro espaço).

Não importa a época do ano, a Califórnia sempre será uma boa opção aqui nos EUA! E, sem dúvida, San Diego merece muito mais do que um simples bate-volta de Los Angeles, não se esqueça disso!

Abraço,

Anna.

  • Anna

    olá