Skip to main content

Cancun e Riviera Maya – dicas para sua próxima viagem

Já faz alguns dias que estou querendo escrever sobre Cancun e a Riviera Maya, mas não sabia exatamente o que abordar no post, afinal de contas, já há muito na internet sobre esse destino. Depois de passar algum tempo pensando, tive a ideia de escrever em forma de perguntas e respostas, abordando os temas mais corriqueiros quando o assunto é férias nesse destino caribenho.

Espero que o conteúdo deste post ajude você a programar suas próximas férias! Aqui você encontrará dicas de cidades para visitar na Riviera Maia, hospedagem, passeios, meios de transporte e muito mais, então arrume sua MaladeViagem e vamos já para sala de embarque, porque a última chamada já foi anunciada!

O que é a Riviera Maya? É uma região localizada no estado mexicano de Quintana Roo, banhada pelo Mar do Caribe, que vai desde Puerto Morelos (ao norte), até Punta Allen (ao sul), com extensão de 130km.

Então, geograficamente, Cancun está acima de Puerto Morelos, não integrando a Riviera Maya, mas desde 1999, Cancun e a Riviera Maya são os destinos turísticos mais importantes do México e há um bom tempo já caiu no gosto dos brasileiros.

Mapa - Riviera Maya
Mapa – Riviera Maya

Quando ir? Faz calor durante todo o ano em Cancun e na Riviera Maya, por isso o turismo nunca para. Porém, de dezembro até fevereiro, por ser o período mais seco e de alta temporada, o movimento é maior.

Entre março e abril ocorre o “Spring Break” (recesso americano), então Cancun é tomada pela agitação dos jovens em busca de festas.

Evite viajar entre os meses de junho a novembro, pois é o período de maior probabilidade de furacões. Além disso, nessa época o tempo costuma não ser tão estável como no período seco (dez/fev).

Qual moeda utilizar? A moeda oficial é o peso mexicano, mas o dólar é aceito em praticamente todos os lugares.

Leve dólares ao invés de reais, pois, caso contrário, terá dificuldades para fazer o câmbio e pagará muito mais caro.

Também tenha em mãos pesos mexicanos para eventualidade de algum estabelecimento não aceitar dólar, ou mesmo para economizar, quando a cotação do peso estiver melhor.

Cartões de crédito também não deixam de ser uma boa opção, embora não substituam o dinheiro em “cash”, principalmente para as compras de pequeno valor.

E quais lugares não podem ficar de fora da sua lista? Além de Cancun (e Isla Mujeres, que é uma ilha na frente de Cancun), vale muito à pena conhecer Playa del Carmen, Cozumel, Tulum e Valladolid (onde fica o Chichén-Itzá).

Vale à pena se hospedar em hotel all inclusive? A resposta não é tão simples quanto à pergunta. Então: depende…

Quando fomos, ficamos no RIU Cancun, hotel all-inclusive e considerado uma boa opção quando o assunto é hospedagem em Cancun (clique aqui para saber um pouco mais sobre o RIU Cancun). Para o nosso estilo de viagem, não foi boa escolha e explico a razão: a gente quis conhecer o máximo possível de lugares e fazer tudo o que poderíamos durante os nossos dias no México. Então o hotel ficou em segundo plano mesmo! Além disso, Cancun está mais afastada dos nossos pontos de interesse, o que nos fez perder muito tempo na locomoção de um lado para o outro (depois percebi que teria aproveitado melhor se tivesse pegado um hotel comum em Playa del Carmen).

Pra não errar, primeiro defina qual o objetivo da sua viagem:

Se sua intenção é descansar, relaxar nas piscinas, aproveitar a praia privativa e comer na hora que quiser, sem preocupação com o mundo lá fora, então o all-inclusive se encaixará muito bem na sua programação.

Agora, se você quer conhecer não só Cancun, como também a Riviera Maya, considere pegar um hotel comum em Playa del Carmen, estrategicamente muito melhor localizada do que Cancun.

Outra opção é mesclar as duas opções: alguns dias de passeios + hotel comum e outros dias de descanso + hotel all-inclusive.

Nascer do sol no Hotel RIU Cancun (all-inclusive)
Nascer do sol no Hotel RIU Cancun (all-inclusive)
Uma das piscinas do RIU Cancun
Uma das piscinas do RIU Cancun

O que fazer em cada cidade? Quando o assunto é opções de passeios e atividades, o local é um prato cheio para todos os gostos, idades e estilos. Cancun e a Riviera Maya como um todo, têm uma infinidade de atrativos, o que te fará planejar uma volta tão logo possível.

Cancun: está localizada na península de Yucatán, no Estado de Quintana Roo, e é, sem dúvida, um dos destinos mais famosos e completos do México. É a tal da cidade que tem atrações para todos os gostos e idades.

O agito acontece principalmente à noite, e a cidade tem como marca registrada suas casas de shows, bares, restaurantes e festas. À noite a avenida principal da cidade fica lotada de pessoas (jovens, em sua maioria) em busca de diversão.

Escolhemos um dia para conhecer o famoso Coco-Bongo, uma mistura de boate com espetáculo circense. Adorei a noite e o lugar escolhido foi fundamental para isso. Pegamos camarote, e não aconselho comprar “pista”, ao menos que você goste ou não ligue para muito aperto e empurra-empurra.

Além do Coco-Bongo (que também conta com uma filial em Playa del Carmen) há outras boates de destaque como a Mandala, Señor Frog´s, Dady O. Mas eu conheci apenas a primeira, e super indico (mas pegue camarote).

O Coco Bongo é uma mistura de balada com espetáculo circense!
O Coco Bongo é uma mistura de balada com espetáculo circense!

Outro grande atrativo de Cancun são suas praias. Os hotéis se concentram na Zona Hoteleira e a maioria fica de frente para o mar, com praia privativa.

Embora de coloração azulada, o mar de Cancun não é tão convidativo em toda sua extensão: é calmo no início da avenida principal (Boulevard Kulkucán, que percorre a Zona Hoteleira), mas se torna mais agitado alguns km depois.

Além das praias privativas dos hotéis, Cancun também tem suas praias públicas, a exemplo da Playa Tortugas (de onde sai o Ferry da Ultramar para Isla Mujeres), Playa Delfines (onde há um mirante que merece ser visitado) e Chac-Mool (praia sossegada, boa opção para quem quer mais tranquilidade).

Bem próximo (localizada em frente) a Cancun está Isla Mujeres. Para chegar até lá, basta pegar o ferry na Playa Tortuga (além da Ultramar, que foi nossa escolha, há outras empresas e embarcações que fazem o trajeto). Em Isla há um parque chamado Garrafon, com opções de diversão e nado com golfinhos. Como eu sou contra esse tipo de exploração dos bichinhos, fomos até lá apenas para conhecer a ilha e fazer um mergulho com snorkel. Veja como foi nosso dia em Isla Mujeres clicando aqui.

Ferry da Ultramar para Isla Mujeres
Ferry da Ultramar para Isla Mujeres
Mergulho em Isla Mujeres
Mergulho em Isla Mujeres

Em Isla Mujeres está o Museo Subacuático (MUSA) – são mais de 500 esculturas a 10m de profundidade. Vale à pena conhecer e fazer um mergulho com cilindro, para chegar bem pertinho das esculturas!

Snorkeling no MUSA
Snorkeling no MUSA

Playa del Carmen: sem dúvida foi minha cidade preferida e quero voltar para me hospedar lá da próxima vez. O atrativo principal da cidade é a 5ª Avenida, uma avenida de pedestres, que lembra a Rua das Pedras em Búzios.

Caminhas pela 5ª Avenida é muitíssimo agradável. Lá você vai encontrar lojas de todos os estilos, restaurantes, bares, artistas de rua, e por aí vai.

Além da graciosidade da cidade, Playa tem localização privilegiada, próximo a todos os pontos de interesse que eu mencionei acima. Também é de lá que sai o ferry para a Ilha de Cozumel.

Cozumel: sem dúvidas o melhor lugar para mergulhar. Cozumel é conhecida como a capital mundial do mergulho, e é lá que está Palancar, a segunda maior barreira de corais do mundo (só menor que a da Austrália).

A atração principal da ilha é o mergulho, seja de snorkel ou cilindro. A água é azul e quentinha, mas tive um problema lá que até hoje não tenho certeza do que foi: durante o mergulho senti como se algum bichinho estivesse me beliscando, então, quando subi na embarcação, perguntei ao guia o que era aquilo, e ele disse que eram pequenas águas-vivas. Achei estranho, pois sempre ouvi dizer que a queimadura de água-viva dói muito. No dia seguinte eu acordei cheia de pontinhos vermelhos pelo corpo, mas não doíam nem incomodavam. Chegando ao Brasil fui ao médico (que não disse com certeza o que seria), e em poucos dias as manchas desapareceram. Até hoje não sei o que tem naquela água.

Então, pra aproveitar os encantos de Cozumel sem correr risco de amanhecer parecendo que pegou catapora, a dica é usar a roupa apropriada para mergulho ou pelo menos aquelas camisetas de manga longa com proteção solar, já vai ajudar!

Snorkeling em Cozumel
Snorkeling em Cozumel

Além do mergulho, Cozumel é muito agradável para passar 1 ou 2 dias. Muitos turistas alugam carrinhos de golf para passear pela ilha e conhecer as praias por conta própria.

Assim como em toda a região, Cozumel também tem sua rede hoteleira de luxo, opções de lojas de grife, vários bares e restaurantes e até mesmo um aeroporto próprio.

Se você não planeja chegar até a ilha de avião, então basta pegar o ferry em Playa del Carmen. Há duas empresas que fazem o trajeto, e é rápido e bem tranquilo.

*Clique aqui para assistir nosso vídeo em Cozumel e Playa del Carmen e conhecer um pouco mais sobre esses dois lugares incríveis.

Tulum: há aproximadamente 2h de Cancun está localizada essa antiga cidade muralhada maia. É um sítio arqueológico com uma vista de tirar o folego de qualquer mortal. As ruínas de Tulum correspondem a templos e casas da nobreza da antiga e importante cidade portuária.

Uma das vistas mais bonitas da viagem!
Uma das vistas mais bonitas da viagem!

Tulum reserva uma praia paradisíaca, com pouca infra-estrutura, mas nem por isso com preços atrativos. Muito pelo contrário, os preços são bem salgados, mas é a escolha perfeita pra quem quer mais contato com a natureza e sossego.

Nosso roteiro incluiu apenas a ida até as ruínas e uma volta pela praia, pois na volta ainda queríamos passar conhecer pelo menos um dos cenotes que se encontram pelo caminho (estrada Playa – Tulum).

Para conhecer um pouco mais de Tulum, assista nosso vídeo clicando aqui.

Valladolid: você não vai até Cancun e não conhecer uma das 7 maravilhas do mundo, certo? É em Valladolid que está o Chichén-Itzá e aqui vale a dica para ir de excursão.

Cidade histórica de Valladolid
Cidade histórica de Valladolid
O Chichén-Itzá é uma das 7 maravilhas do mundo moderno
O Chichén-Itzá é uma das 7 maravilhas do mundo moderno

O Chichén-Itzá fica a quase 3h de Cancun, então o tour em grupo acaba sendo a melhor opção para não tornar o passeio muito cansativo. Tanto em Cancún, como em Playa del Carmen (ou seja em qual cidade você estiver), há muitas opções de agências que organizam esses tours. O tour para o Chichén-Itzá é um dos mais tradicionais e incluir, além da maravilha, a ida a um cenote.

Por mais que seja cheio de turistas, melhor opção é pelo cenote Ik Kil. Acabamos escolhendo o passeio que incluía o cenote Zaci, muito bonito, mas depois chegamos a conclusão de que o Ik Kil era ainda mais (o Ik Kil é um dos mais famosos cenotes do México)!

Cenote Zaci
Cenote Zaci

Se optar por ir de carro, considere dormir em Valladolid uma noite, e assim não deixar a viagem muito cansativa. Mas se a ideia é fazer turismo em uma das 7 maravilhas do mundo moderno, o passeio em grupo vai atender bem sua necessidade (sem contar que dá pra ir e voltar dormindo durante o caminho – só atenção na hora de fechar o passeio: escolha uma agência com melhores condições e com um bom meio de transporte).

Ah, antes que eu me esqueça: no Chichén-Itzá há diversas barraquinhas vendendo souvenirs e artesanatos em geral. Lá é o lugar com os melhores preços e vale à pena barganhar pra conseguir um bom desconto.

Quer saber mais sobre essa maravilha do mundo moderno? Então acesse nosso vlog clicando aqui!

Cobá: há mais ou menos 170 km de Cancún (e pouco mais 40km de Tulum) está Cobá, um sítio arqueológico, situado entre duas lagoas, que tem como principal atração “castillo”, que, diferentemente do Chichén-Itzá, é permitido subir até seus 40 metros de altura.

 

O que são cenotes? Os cenotes são talvez as principais atrações naturais do México, e eram considerados templos sagrados para os maias (utilizados para prática de rituais). Cenotes são cavernas ou grutas (total ou parcialmente cobertas), inundadas por água da chuva, que formam lindos poços de água doce.

Há diversos cenotes no México, sendo que vários deles você encontra no caminho entre Cancun-Tulum, a exemplo do Cenote Jardin del Éden (que visitamos), e os famosos Cenote dos Ojos e o Gran Cenote.

Cenote Jardin del Eden (próximo a Tulum)
Cenote Jardin del Eden (próximo a Tulum)

Qual parque visitar: Xcaret, Xplor ou Xel-Há? A escolha pelo parque perfeito dependerá da sua localização (onde está hospedado e disponibilidade para se locomover) e das suas preferencias pessoais. Mas já adianto que os três parques apresentam ótima infra-estrutura e muita diversão.

Todos os parques possuem diversos atrativos, e com certeza você não conseguirá visitar mais de um no mesmo dia.

O Xplor e o Xcaret ficam bem próximos a Playa del Carmen, e o Xel-Há próximo a Tulum (portanto, é o mais longe de Cancun).

O Xcaret tem diversas atividades ligadas ao ecoturismo, com atrações para todas as idades, como nado em rios subterrâneos, trilhas, observação de animais exóticos e, no período noturno, há ainda os shows que mostram a cultura local.

O Xplor é um parque de aventuras (foi o escolhido pelo Rodrigo e por mim – veja vídeo do nosso dia no Xplor clicando aqui) que tem como atrações principais: tirolesas que cruzam todo o parque, passeio em veículo anfíbio, nado em cavernas e rios subterrâneos com estalactites e estalagmites.

Muita adrenalina no Xplor!
Muita adrenalina no Xplor!

O Xel-Há é uma baía de água salgada que lembra um aquário natural. A atividade que se destaca é o snorkeling, devido a sua rica fauna. Além do snorkeling na baía, você poderá nadar em riachos e cenotes, descer as corredeiras do rio com boia, passear de bicicleta pelo parque e se aventurar na tirolesa.

Todos os parques são all-inclusive e possuem grande variedade de buffet e opções de comidas.

Esses são os três parques mais conhecidos e com melhor infraestrutura da região (pelo menos até hoje), mas existem inúmeros outras opções de parques e atrativos espalhados pela Riviera Maya (inclusive o Cirque du Soleil tem um espetáculo fixo – “Joyà” – em Playa del Carmen).

Onde fazer compras em Cancun? O Kulkucán Plaza é considerado um dos melhores shoppings de Cancún, que reúne lojas de grifes internacionais.

Se a sua procura for por artesanato, visite o Mercado 28.

O shopping a céu aberto La Isla, além de lojas variadas (roupas, esportes, artesanatos, departamentos…), também concentra várias opções de restaurantes e bares, sendo uma boa opção para conhecer no período noturno.

Há ainda o Plaza Las Americas, um shopping grande e variado localizado no centro de Cancun.

Quais meios de transporte utilizar em Cancun e na Riviera Maya? Além da opção tradicional de alugar um carro e fazer você mesmo seu roteiro, utilizar os ônibus da ADO é uma boa opção.

Para ir até Playa del Carmen e Tulum, pegamos o ADO em Cancun (no próprio terminal rodoviário da ADO) e chegamos com muita facilidade ao destino final. Os ônibus são bons e o preço também é ok.

Na Zona Hoteleira de Cancun dá pra usar a linha de ônibus comum, que é uma opção bem prática e econômica. Os ônibus transitam 24h/dia, tornando-se uma ótima alternativa para ir de um lado a outro da parte turística da cidade.

Se optar por utilizar taxi, combine antes o valor da corrida.

Há ainda a opção mais aventureira: dividir espaço nas vans que levam os locais de uma cidade a outra (há várias dessas vans próximo ao terminal da ADO). É uma opção econômica, mas não posso afirmar que é a opção mais segura.

Seja qual for sua preferência e estilo de viagem, se prefere agito ou se quer descansar, tenho certeza que Cancun e a Riviera Maya irão te agradar, pois as opções são inúmeras, permitindo que você monte um roteiro com a sua cara!

Para saber mais sobre esse destino e qual foi o nosso roteiro (estivemos lá em março de 2016), assista os vídeos no nosso vlog – clique aqui!

Um grande abraço,

Anna!

  • Anna

    olá

  • Wilma

    Em seu mapa não tem a Riviera Maya para que se possa ter uma noção da diferença de localização em relação a Cancun e a Playa Del Carmen.

    • Anna

      Olá Wilma.
      Riviera Maya é uma região localizada no estado de Quintana Roo (México), que se estende de Puerto Morelos (norte), até Punta Allen (sul). Cancún está mais ao norte que Puerto Morelos, mas não fica longe de Playa Del Carmen. A região em destaque no mapa é o que recebe o nome de “Riviera Maya”.

    • Olá Wilma.
      Riviera Maya é uma região localizada no estado de Quintana Roo (México), que se estende de Puerto Morelos (norte), até Punta Allen (sul). Cancún está mais ao norte que Puerto Morelos, mas não fica longe de Playa Del Carmen. A região em destaque no mapa é o que recebe o nome de “Riviera Maya”.